Saúde Bucal

 

A Coordenação de Saúde Bucal (CSB)integra a Superintendência de Atenção Primária (SAP), subordinada a Subsecretaria de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde (SUBPAV).

 

Missão: desenvolver ações que promovam o cuidado integral em saúde bucal junto à população carioca, garantindo o acesso aos serviços e melhorando indicadores epidemiológicos, com base no conceito ampliado de saúde e considerando os princípios da territorialização e humanização. 

 

Programa Municipal de Saúde Bucal - Carioca Rindo à Toa: organizado através de uma rede de serviços, integrada, regionalizada e hierarquizada, onde o cuidado em saúde bucal aos pacientes é realizado em diferentes níveis de atenção:

- unidades de Atenção Primária (Centros Municipais de Saúde e Clínicas da Família);

- unidades de Atenção Secundária (Centros de Especialidades Odontológicas);

- unidades de Atenção Terciária (Hospitais Gerais e Especializados).

 

Composição das Equipes de Saúde Bucal: cirurgiões dentistas, técnicos em saúde bucal (TSB), auxiliares em saúde bucal (ASB) nas unidades de saúde. Nos Laboratórios Regionais de Prótese Dentária (LRPD) temos a presença dos técnicos em prótese dentária (TPD).

 

 

Atendimento inicial para tratamento em saúde bucal: o usuário deve procurar a unidade de Atenção Primária à Saúde de referência em seuterritório, consultando o seguinte endereço eletrônico: https://smsrio.org/subpav/ondeseratendido/

 

A equipe de Saúde Bucal na Atenção Primária dos Centros Municipais de Saúde e Clínicas de Família é responsável pelo primeiro cuidado em saúde da população do seu território, realizando a avaliação inicial do paciente e o tratamento básico necessário, com ações de educação e promoção da saúde, incluindo também os procedimentos cirúrgico-restauradores, conforme as necessidades identificadas.

 

Atendimento especializado em Saúde Bucal: é realizado, após avaliação inicial do paciente pelo cirurgião-dentista da Atenção Primária, através de encaminhamento viaSistema de Regulação de vagas (SISREG)para um dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) ou hospital especializado, preferencialmente próximo ao território de domicílio do paciente.A saúde bucal também se faz presente em um Centro de Referência de Fissurados Labiopalatais (CEFIL) no Hospital Municipal Nossa Senhora do Loreto.

 

Especialidades Ofertadas nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO): Endodontia (tratamento de canal), Cirurgia Oral Menor, Periodontia Especializada (tratamento de gengiva), Estomatologia (diagnóstico das doenças da boca), Atendimento aos Pacientes Portadores de Necessidades Especiais. Há ainda em alguns CEOs a oferta de Ortodontia Preventiva e Interceptativa (colocação de aparelho móvel para crianças de 6 a 10 anos), Dor Orofacial e Prótese Dentária (próteses removíveis).

 

Atendimento de Urgência / Emergência Clínica: em qualquer unidade de atenção primária ou nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) com serviço de saúde bucal.  

 

Atendimento de Urgência / Emergência Hospitalar (Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial): realizado nos grandes hospitais da rede municipal: Hospital Municipal Souza Aguiar, HM Salgado Filho, HM Miguel Couto e HM Lourenço Jorge.

 

 

Outras ações de Saúde Bucal realizadas pela SMS/RJ:

 

  • Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola (PSE): o Município do Rio de Janeiro realiza ações de saúde bucal nos espaços escolares municipais, de caráter educativo, preventivo e de promoção da saúde, além de ações de recuperação, através do Tratamento Restaurador Atraumático (TRA), um tratamento preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Caso haja necessidade O TRA é procedimento de baixa complexidade, implicando no selamento de cavidades dentárias com cimento restaurador à base de ionômero de vidro, que possui propriedades adesivas, biocompatibilidade, durabilidade e resistência.  Os procedimentos são realizados no próprio ambiente escolar, sem a necessidade da utilização de equipamento odontológico, pois a remoção de tecido cariado é feita com instrumentos manuais.  Além de contribuir para melhorar a saúde da população, a técnica possibilita desafogar a porta de entrada das unidades básicas de saúde, uma vez que muitos dos escolares atendidos recebem alta clínica sem precisar acessar os serviços de odontologia nas unidades de saúde.  Além disso, evita os deslocamentos destes indivíduos até a Unidade de Saúde, o que é mais um facilitador.da realização de procedimentos que impliquem a utilização de equipamento odontológico convencional, o paciente é encaminhado para atendimento na unidade de saúde de referência do território.

 

  •  Saúde Bucal no Programa de Atenção Domiciliar (PADI): atenção em saúde bucal no domicílio com a oferta de atendimento básico, prioritariamente a idosos e portadores de doenças crônico-degenerativas com restrição/impedimento de locomoção.

 

  • Saúde Bucal e o cuidado com a População em Situação de Rua: atenção em saúde bucal realizada pelas equipes do Consultório na Rua em articulação com as equipes de Atenção Primáriaà Saúde.

 

 

Responsável pela área:

Elias Silva de Oliveira – Coordenador de Saúde Bucal

E-mail: saudebucal@rio.rj.gov.br

Telefone: 39711914

 

Equipe Técnica:

Paulo André de Almeida Junior – Gerente de Atenção Primária

Adriana Alves Santos Pelli – Assistente

Márcia Frias Marinho – Assessora

Edson Manhães Carvalho – Secretário

Lúcia Maria Gomes da Costa – Apoio Técnico



Serviços Serviços