Práticas Integrativas e Complementares

A estruturação e o fortalecimento da atenção em Práticas Integrativas e Complementares (PIC) na rede de atenção da cidade do Rio de Janeiro é um dos principais objetivos do Programa de Práticas Integrativas e Complementares da Secretaria Municipal de Saúde. A intenção é estimular o uso de mecanismos naturais de prevenção de agravos e recuperação da saúde por meio de tecnologias eficazes e seguras, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade.

 

 

Serviços

 

Homeopatia

 

Assistência médica realizada por médicos homeopatas, distribuídos em unidades de saúde (nível ambulatorial) cobrindo as 10 Áreas de Planejamento (APs) da rede municipal;

Ações de educação permanente envolvendo capacitação dos homeopatas e dos oficiais e acadêmicos bolsistas da farmácia homeopática;

Assistência farmacêutica: farmácia de homeopatia na Prefeitura do Rio, implantada na Policlínica Hélio Pellegrino (Praça da Bandeira) com o objetivo de prestar assistência farmacêutica em homeopatia na rede municipal e garantir a qualidade do medicamento oferecido aos usuários.

• Ações de Divulgação da Homeopatia: dirigido a profissionais de saúde da rede e eventos externos

 

 

Conheça o Programa de Homeopatia

Cuide da sua saúde com Homeopatia

Homeopatia: Unidades de Atendimento

 

 


 

Plantas Medicinais / Fitoterapia

 

Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos publicado no ano de 2008 tem como principal objetivo ampliar as opções terapêuticas ofertadas aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), a partir do acesso à plantas medicinais e fitoterápicos, com segurança, eficácia e qualidade, com ênfase na atenção básica, com vistas à melhoria da atenção à saúde da população e à inclusão social. 

 

Em 2010 foi publicada a Portaria nº 886 instituindo a Farmácia Viva no SUS respaldando as várias iniciativas de projetos Farmácia Viva desenvolvidos pelo Brasil e idealizadas pelo  Prof. Francisco José de Abreu Matos.

 

O Programa de Plantas Medicinais e Fitoterapia do município do Rio de Janeiro seguem as diretrizes do Programa Nacional de Plantas Medicinais a partir do desenvolvimento das seguintes ações:

 

1- Cultivo de espécies medicinais no horto da Fazenda Modelo com o objetivo de fornecer matéria-prima vegetal para a produção de fitoterápicos, implantação de hortas e para a realização de oficinas de cultivo, promoção de saúde e geração de renda em unidades de saúde

 

2- Produção de cremes fitoterápicos pela Farmácia de Manipulação de Fitoterápicos do município do Rio de Janeiro;

 

3- Prescrição de fitoterápicos industrializados e dos cremes fitoterápicos nas unidades de saúde por profissional de saúde habilitado;

 

4- Assistência farmacêutica nas unidades de saúde a partir da dispensação aos usuários dos fitoterápicos industrializados e dos cremes fitoterápicos nas unidades de saúde; 

 

5- Educação permanente dos profissionais de saúde através da apresentação dos fitoterápicos disponíveis para a prescrição;

 

6- Ações de promoção de saúde e geração de renda a partir das plantas medicinais, oferta do Curso Básico de Cultivo e Oficinas com Plantas Medicinais voltadas para profissionais das unidades de saúde e para a comunidade;

 

Manual de Cultivo de Plantas Medicinais

Manual Terapêutico de Fitoterápicos

Programa  Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos

Portaria nº 886 que institui a Farmácia Viva no SUS

Folder dos cremes fitoterápicos

Folder dos fitoterápicos industrializados

 


 

Medicina Tradicional Chinesa / Acupuntura / Práticas Corporais

 

• Assistência com acupuntura: realizada por profissionais acupunturistas, distribuídos em unidades de saúde (nível ambulatorial primário e secundário);

• Auriculoterapia: oferecida em várias unidades, inclusive como recurso complementar aos usuários em tratamento de tabagismo, sobrepeso e obesidade;

• Reflexologia Podal: como prevenção e promoção ao pé diabético;

• Atividade física: os exercícios orientais auxiliam a necessária movimentação da energia pelo corpo, são suaves e relaxantes, estratégias para prevenção e promoção de saúde.

 

Os novos usos da Acupuntura

 

 

Unidades da SMS com atendimento de Acupuntura

 

AP 1.0

CMS Ernani Agrícola (Santa Teresa) 

 

AP 2.1

CMS Dom Helder Câmara (Botafogo) 

 

AP 2.2 

Policlínica Hélio Pelegrino (Rua do Matoso)

CMR Oscar Clark (Maracanã)

 

AP 4.0 

Hospital Municipal Lourenço Jorge – ambulatório de ortopedia (Barra da Tijuca)

Divisão de Reabilitação Vianna do Castelo –  Hospital Álvaro Ramos (Curicica/Jacarepaguá)

 

AP 5.1

Policlínica Manuel Guilherme da Silveira Filho (Bangu) 

 

AP 5.3

CMS Aluisio Amâncio (Jesuítas/Santa Cruz)

 

 


 

Clique aqui para ver a relação das unidades que oferecem as práticas integrativas e complementares

 

Responsável pela área:

Dra. Maria Cristina Nascimento Barros

Tel: 2293-4848

E-mail: propicsms@gmail.com

Equipe:

• Homeopatia

Dra. Lorna Carstens

 

• Plantas Medicinais e Fitoterapia

Dra. Helene Frangakis de Amorim

Dr. Antonio Carlos Seixlack

 

• Medicina Tradiciona Chinea / Acupuntura / Práticas Corporais

Dr. Taruno Setianto

Esmeralda Corrêa

Cleia Pereira – Massagista



Serviços Serviços