Hanseníase

A Gerência de Área Técnica das Doenças Dermatológicas Prevalentes é responsável pelo monitoramento das doenças de pele de interesse sanitário, em destaque a hanseníase, a leishmaniose tegumentar, a esporotricose e demais dermatoses. Sua missão é planejar, regular e estimular as ações referentes à promoção, prevenção, assistência e vigilância em saúde dos usuários da Rede SUS. O controle da hanseníase é baseado no diagnóstico precoce, no tratamento oportuno de todos os casos diagnosticados até a alta por cura, na prevenção de incapacidades físicas e na vigilância dos contatos domiciliares. O objetivo é interromper a cadeia de transmissão e evitar novos adoecimentos, além de realizar a reabilitação nos casos onde haja eventual sequela da doença. 
 
As prioridades da linha de cuidado são:
 
  • Implementar as recomendações nacionais para o controle da hanseníase, apoiando as unidades de saúde e coordenações de áreas na supervisão e qualificação das ações de prevenção, diagnóstico, assistência e vigilância, visando o controle da doença;
  • Qualificar os profissionais para prevenção, diagnóstico, vigilância e acompanhamento dos casos;
  • Realizar e estimular ações educativas, de divulgação e de intensificação diagnóstica na hanseníase. 
 
 

Serviços

  • Unidades de Atenção Primária: diagnóstico, tratamento com poliquimioterapia, acompanhamento e vigilância de contatos domiciliares; prevenção de incapacidades e reabilitação; 
  • Referência secundária: acompanhamento dos casos de hanseníase de maior complexidade; prevenção de incapacidades e reabilitação;
  • Rede laboratorial: baciloscopia do esfregaço intradérmico e exame histopatológico nos casos indicados; 
 
 
 
Para informações sobre outras doenças, como a Leishmaniose ou a Esporotricose, entre em contato com a área.
 
 
Responsável pela área:
Denise Alves José da Silva
 
Equipe:
Cristina de Sousa Monteiro Bernardes
Gabriela Tavares de Oliveira Cardoso
Lia Raquel de Araujo
Viviani Christini da Silva Lima


Serviços Serviços