Inscrições para Jovem Aprendiz superam expectativas e encaminham para o mercado de trabalho

17/01/2020 13:39:00


 
 
 
As inscrições para o preenchimento de 100 vagas no mercado de trabalho do Rio para rapazes e moças de 18 a 22 anos, através do Programa Jovem Aprendiz, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação (SMDEI), foram um sucesso. Até por volta de 13h, pelo menos 1.000 jovens já tinham comparecido ao Centro Administrativo São Sebastião (CASS), sede da Prefeitura do Rio, e ao Clube do Servidor Municipal, que fica ao lado, onde foram feitos os cadastramentos. De acordo com o secretário da pasta, Renato Moura, as expectativas foram mais que atingidas.
 
– O sucesso foi tanto, que conseguimos mais 50 vagas junto às empresas parceiras e fazer encaminhamentos para uma grande loja de departamentos, que também está selecionando novos funcionários. Além disso, abrimos um outro cadastro, reserva. Oferecer a oportunidade do primeiro emprego é acender neles a esperança de mudar, para melhor, suas próprias realidades – afirmou Renato Moura.
 
A possibilidade de uma chance de trabalho anima quem fez inscrição. É o caso de Juliana Furtado Kill, de 20 anos, que terminou o Ensino Médio em 2019 e sonha com o primeiro emprego.
 
 
 
Juliana Furtado Kill: "Quero fazer faculdade de Contabilidade e um churrasco com meu primeiro salário"/ Foto: Divulgação/ SMDEI
 
 
– Quero fazer faculdade de Contabilidade – adianta, decidida, enquanto planeja um churrasco para a família, assim que receber o primeiro salário.
 
Isabelle Arriola, de 21 anos, terminou o Ensino Médio em 2016 e desde então tenta uma vaga de trabalho.
 
– Já fiz muitas entrevistas , mas nunca consegui. Mas estou sempre atenta às oportunidades, como essa do Jovem Aprendiz – disse Isabelle.
 
Matheus dos Santos Brito, de 20 anos, conta que até fez cursinhos para se preparar para as oportunidades de emprego.
 
 
– Fui selecionado pelo programa (jovem Aprendiz). Agora acho que estou apto para trabalhar em diversas funções. Estou otimista – comentou Matheus.
 
 
 
 
 
Quem pôde se inscrever?
 
Jovens que concluíram o Ensino Médio e com disponibilidade para trabalhar aos sábados. Além disso, o jovem terá que fazer curso no Senac, duas vezes na semana, e prática na empresa, três vezes.
 
Para que serve o Jovem Aprendiz?
 
O programa da SMDEI é permanente. A iniciativa visa a inserir pessoas de 18 a 22 anos no mercado de trabalho, incentivando os empregadores a investir nessa mão de obra.
 
Quais os benefícios para o jovem aprendiz?
 
As 100 vagas disponíveis são oferecidas por empresas diversas, que participam do programa Jovem Aprendiz, e a Prefeitura atua como intermediária para aproximar os candidatos dessas oportunidades. Se contratado, o aprendiz terá salário compatível com o mercado, alimentação no local, vale transporte (Bilhete Único), assistência médica e odontológica, programa de participação nos lucros e oportunidade de efetivação.