Transparência da Mobilidade

Rio+Fácil



Transparência da Mobilidade




 
Prefeitura apresenta planejamento operacional para o Rock in Rio

11/09/2015 12:35:00  » Autor: Fotos: Ricardo Cassiano e J.P. Engelbrecht


A Prefeitura do Rio apresentou nesta sexta-feira (11/09) o esquema operacional para o Rock in Rio 2015, que será realizado no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca, de 18 a 27/09. Entre as recomendações, o secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani, enfatizou a necessidade de o público priorizar o uso do transporte público para chegar e sair da Cidade do Rock:

 

 

- Esse ano o único meio para se chegar ao Rock in Rio é de transporte público e será de BRT. Nunca é demais reforçar o uso do transporte público tanto para quem vai para o evento quanto para quem vai à Barra da Tijuca, porque teremos uma série de interdições na região.

 

 

O Rio só tem motivos para comemorar a realização de mais uma edição carioca do Rock in Rio, festival que leva a cidade consigo em seu nome e em seu DNA nas edições feitas na Europa e nos Estados Unidos. A previsão é de que a 6ª edição do Rock in Rio atraia cerca de 100 mil pessoas por dia - 85 mil de público e 15 mil trabalhadores. A relevância do evento para a cidade se comprova na antecipação da construção de um equipamento olímpico - o Parque dos Atletas, construído ainda em 2011 para que o festival pudesse voltar às origens.

 

 

O evento ajuda ainda a aquecer a movimentação no segmento de hospedagem na cidade. Segundo a ABIH/RJ, as médias de taxa de ocupação são de 67,71% no período de 18 a 20/09 e de 55,79% de 24 a 27/09 – e estes números ainda podem crescer. Segundo a ACCARJ, associação que reúne os empreendimentos de cama e café e albergues da cidade, a previsão de ocupação para o a segunda quinzena de setembro está em 84,1%. Parceiro da organização, o Hotel Urbano registrou um volume de vendas três vezes superior ao de 2013, estando em torno de 14 mil pacotes comercializados até o momento.

 

 


O perfil do festival, de público jovem, também aquece a busca de aluguel por temporada: segundo o TripAdvisor, durante seu período de realização, o Rio de Janeiro figura entre os TOP 10 na procura por esse tipo de meio de hospedagem na plataforma – para fins de comparação, na mesma época em 2014 a cidade estava em 29º. EUA, Reino Unido, Argentina e França lideram o ranking de buscas pelo Rio.

 

 

 

- Nesta edição, 46% do público do festival vem de fora da cidade. Tivemos 14 mil pacotes turísticos vendidos, três vezes mais do que em 2013. A ocupação na rede hoteleira deve chegar na faixa dos 70%. Nos albergues a previsão é de 84% de preenchimento para essa época, que é de baixa temporada. Isso mostra a importância desses grandes eventos para a economia da cidade - disse o secretário especial de Turismo, Antonio Pedro Figueira de Mello.
 

 

 

O público do Rock in Rio contará este ano com um esquema inédito de transportes para chegar ao evento. Pela primeira vez, a única forma de ir para a Cidade do Rock, na Barra da Tijuca, em transporte público regular será de BRT. Na ida, o passageiro deverá embarcar no Terminal Alvorada, onde receberá uma pulseira que permitirá o embarque direto na volta para casa, tornando a entrada mais ágil e prática. A distribuição das pulseiras será feita após a passagem pela catraca especial montada no próprio terminal, próximo ao estacionamento da Cidade das Artes.

 

 

A Secretaria Municipal de Transportes recomenda que os cariocas e visitantes utilizem o transporte público para ir ao festival, uma vez que haverá uma série de interdições e proibições de estacionamento no entorno da Cidade do Rock. Apenas moradores credenciados, ônibus regulares e veículos oficiais poderão passar pelos bloqueios da CET-Rio.

 


Para dar comodidade aos passageiros, haverá uma estação temporária do BRT próxima à Cidade do Rock, na Avenida Embaixador Abelardo Bueno. Na volta, o embarque nesta estação será permitido apenas ao usuário que tiver a pulseira. A estimativa é de que 40 mil pessoas passem pelo Terminal Alvorada por dia de evento – quase dez mil a mais do que na edição de 2013.

 

 

Tanto no Terminal Alvorada quanto na estação Rock in Rio, a sinalização indicando acessos de embarque e desembarque será reforçada. Somente no Alvorada, três pórticos, com seis metros cada, serão instalados para orientar os passageiros. Também haverá faixas informativas distribuídas pelas estações.

 

 

O valor do bilhete do BRT (ida e volta) é de R$ 7,80 (tarifa de R$ 6,80 + R$ 1,00 do cartão) para quem não tem cartão RioCard. O passageiro pode ter este R$ 1,00 restituído, desde que devolva o cartão após o uso. No entanto, vale a pena ficar com o cartão para usá-lo em outras viagens, uma vez que é recarregável. Quem já tiver o cartão RioCard paga apenas os R$ 6,80. A compra pode ser feita antes do evento em qualquer loja do RioCard ou nos dias de shows no subsolo do Terminal Alvorada. Quem chegar ao Terminal Alvorada de BRT paga apenas mais R$ 3,40 para garantir a viagem especial de volta do Rock in Rio.

 

 

As viagens até o evento vão durar, em média, 20 minutos pelo corredor Transcarioca. O trajeto total da faixa exclusiva é de 15 quilômetros. Entre 14h e 19h, horário considerado de pico, o intervalo entre os ônibus para o Rock in Rio será de 3 minutos, mesmo intervalo previsto para volta, entre 0h e 4h.

 

 

 

Para a realização do evento, a Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (CET-Rio) montou um esquema especial de trânsito nos bairros da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade. A operação contará com a participação de 950 agentes por dia, entre guardas municipais, controladores da CET-Rio e pessoal de apoio. As equipes contarão com 53 veículos operacionais e 55 motocicletas no trabalho para garantir a fluidez do trânsito, coibir o estacionamento irregular, ordenar os cruzamentos, orientar pedestres e efetuar aos bloqueios durante o evento. Além disso, policiais militares e reboques da CET-Rio darão apoio nos bloqueios.

 

 

Serão utilizados 45 painéis de mensagens variáveis móveis e fixos que informarão sobre os horários dos diversos fechamentos, as rotas alternativas e as restrições de estacionamento. Planos semafóricos especiais serão implantados para garantir a fluidez do tráfego e o Centro de Operações Rio (COR) fará o monitoramento de toda a área do evento com 54 câmeras, permitindo que técnicos da CET-Rio implantem ajustes na programação dos semáforos em função das condições do trânsito, se necessário.

 


PRINCIPAIS INTERDIÇÕES E BLOQUEIOS


1) O trecho da Av. Salvador Allende, em frente à Cidade do Rock e ao Riocentro, ficará totalmente interditado e dedicado ao público. Nessa área, não será permitida a circulação nem mesmo de viaturas oficiais ou veículos de moradores.


2) Bloqueio na Av. Embaixador Abelardo Bueno, na altura do Shopping Metropolitano (Rua Adalgisa Colombo), desviando o fluxo via Arroio Pavuna que, neste ano, funcionará em mão dupla. Essa medida visa minimizar os reflexos na Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Morais e diminuir conflitos na interseção da Av Abelardo Bueno com a Estrada Arroio Pavuna


3) Das 10h do dia 18/09 (sexta-feira) às 5h do dia 21/09 (segunda-feira), das 10h do dia 24/09 (quinta-feira) às 5h do dia 25/09 (sexta-feira) e das 10h do dia 25/09 (sexta-feira) às 5h do dia 28/09 (segunda-feira) serão interditadas as seguintes vias:


• Av. Salvador Allende, entre a Av. Célia Ribeiro da Silva Mendes e a Av. Embaixador Abelardo Bueno
• Av. Embaixador Abelardo Bueno, do Shopping Metropolitano até a Av. Salvador Allende
• Av. Olof Palm, da Estrada dos Bandeirantes até a Av. Salvador Allende
• Av. Abraão Jabour, entre a Av. Olof Palm e a Av. Salvador Allende
• R. Pedro Calmon entre a Av. Abraão Jabour e a Av. Salvador Allende
• Via Inominada entre a Estrada dos Bandeirantes e Av. Abraão Jabour

 

 

ROTAS ALTERNATIVAS


Com as interdições na Av. Salvador Allende e na Av. Embaixador Abelardo Bueno, os veículos que normalmente trafegam por estas vias deverão utilizar as seguintes rotas alternativas:


• Recreio – Jacarepaguá
Avenidas Lucio Costa, Américas e Ayrton Senna
• Curicica – Recreio
Estrada dos Bandeirantes, Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Morais e Av. Ayrton Senna, Av. Lucio Costa, Av. Glaucio Gil e Av. das Américas.

 

 

 



• Centro (via Linha Amarela) - Vargens
Os veículos provenientes do Centro pela Linha Amarela deverão utilizar a Av. Ayrton Senna, Av. Lucio Costa, Av. Glaucio Gil, Av. das Américas, Av. Benvindo de Novais, Estrada dos Bandeirantes.

Como segunda opção de rota, os veículos com destino às Vargens também poderão utilizar a rota Av. Lucio Costa, Estrada Vereador Alceu de Carvalho, Estrada do Rio Morto e Estrada dos Bandeirantes.


MORADORES DA REGIÃO


Os moradores do entorno da Cidade do Rock serão credenciados pela Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá e deverão acessar suas residências por pontos específicos que serão informados durante o processo de credenciamento. O acesso será feito apenas com credencial, que deverá obrigatoriamente ser afixada no parabrisa do veículo. Devido ao grande número de pedestres na área bloqueada, a Prefeitura faz um apelo aos moradores que evitem circular de carro.

 



PROIBIÇÕES DE ESTACIONAMENTO


A SMTR e a CET-Rio não recomendam que o uso de carro para chegar ao Rock in Rio. Isso porque, além das interdições programadas para a realização do evento, não serão criadas áreas de estacionamento para o evento.

 

A Secretaria de Ordem Pública (Seop) atuará com reboques baseados em pontos estratégicos e circulando na área de abrangência do evento com a finalidade de reprimir o estacionamento irregular e garantir a fluidez do tráfego. Os veículos estacionados irregularmente serão removidos para os depósitos públicos municipais. Além disso, 15 reboques (leves e pesados) da CET-Rio serão posicionados para desobstrução das vias em caso de quebra de algum ônibus ou outro veículo.

 

A partir das 7h do dia 17/09 até ás 5h do dia 21/09/2013 e das 7h do dia 23/09 até as 5h do dia 28/09/2013 fica proibido o estacionamento, além dos locais já regulamentados, nas seguintes vias:


• Av. Salvador Allende, no trecho entre a Av. das Américas e a Av. dos Bandeirantes, em ambos os sentidos.
• Av. Olof Palm, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Estrada dos Bandeirantes e a Av. Salvador Allende.
• Av. Abraão Jabour, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Av. Olof Palme e a Av. Salvador Allende.
• Rua Pedro Calmon, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Av. Abraão Jabour e a Av. Salvador Allende
• Av. Embaixador Abelardo Bueno, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Av. Salvador Allende e a Av. Ayrton Senna.
• Via Inominada, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Av. Abraão Jabour e a Estrada dos Bandeirantes
• Rua Carlos Zara (entorno do Shopping Metropolitano)
• Rua Adalgisa Colombo (entorno do Shopping Metropolitano)
• Rua José Wilker (entorno do Shopping Metropolitano)
• Rua Paulo Goulart (entorno do Shopping Metropolitano)
• Estrada Arroio Pavuna, entre Estrada dos Bandeirantes e Avenida Abelardo Bueno
• Estrada Cel Pedro Corrêa, entre Estrada dos Bandeirantes e Avenida Abelardo Bueno


RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES


• A chegada ao evento deverá ser feita SOMENTE utilizando-se transporte público (BRT e ônibus) e os Ônibus Rock in Rio "Primeira Classe" com venda antecipada;
• Não haverá local destinado ao estacionamento de veículos no entorno do evento;
• Reboques atuarão na repressão ao estacionamento irregular (inclusive em áreas fora da via);
• Deve ser evitada a circulação nas vias no entorno do evento, principalmente Estr. dos Bandeirantes (entre Vargem Pequena e Curicica), Av. Emb. Abelardo Bueno, Av. Ayrton Senna e Av. das Américas (entre Alvorada e Estr. Benvindo de Novais);
• Ônibus fretados não poderão chegar próximo ao evento.

 

PRINCIPAIS ALTERAÇÕES EM RELAÇÃO À EDIÇÃO PASSADA

 

Como principais alterações em relação ao esquema de tráfego da edição do Rock in Rio 2013, destaca-se:


• Novo bloqueio na Av Abelardo Bueno, na altura do Shopping Metropolitano (Rua Adalgisa Colombo), desviando o fluxo via Arroio Pavuna, que neste ano funcionará em mão dupla. Essa medida visa minimizar os reflexos na Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Morais e diminuir conflitos na interseção da Av Abelardo Bueno com a Estrada Arroio Pavuna.
• A região do "Chap-chap", na Avenida Salvador Allende, encontra-se atualmente em obras, impossibilitando o tráfego neste trecho.
• Nova alternativa de chegada e saída do evento, com o uso do BRT.

 

TRANSPORTES

 

Além do BRT, haverá linhas regulares de ônibus circulando pela região. No entanto, vale ressaltar que o único transporte público regular que deixará o passageiro próximo à Cidade do Rock será o BRT. As linhas regulares ficarão próximo ao Riocentro. Por conta das interdições no entorno da Cidade do Rock, algumas vão sofrer alteração em seus itinerários. Veja a relação:


1) Linhas que circulam na Av. Embaixador Abelardo Bueno (das 10h30 às 24h)

352 (Riocentro – Castelo) e 613 (Del Castilho – Riocentro) – ..., Av. Embaixador Abelardo Bueno, Estr. Coronel Pedro Correa, Estr. dos Bandeirantes, Av. Olof Palme, Rua Abrahão Jabour, Rua Pedro Calmon, Estr. dos Bandeirantes, Estr. Coronel Pedro Correa, Av. Embaixador Abelardo Bueno, ...

832A (Colônia – Hospital Sarah) – ..., Estr. dos Bandeirantes, Estr. Coronel Pedro Correa, Av. Embaixador Abelardo Bueno, retorno, Av. Embaixador Abelardo Bueno, Estr. Coronel Pedro Correa, ...

931A (Curicica-Recreio, via Arroio Pavuna) – ..., Estr. dos Bandeirantes, Estr. Arroio Pavuna, Av. Embaixador Abelardo Bueno, Estr. Coronel Pedro Correa, Estr. dos Bandeirantes, Av. Olof Palme, Av. Salvador Allende, ..., ..., Av. Salvador Allende, Av. Olof Palme, Rua Abrahão Jabour, Rua Pedro Calmon, Estr. dos Bandeirantes, Estr. Coronel Pedro Correa, Av. Embaixador Abelardo Bueno, retorno, Av. Embaixador Abelardo Bueno, Estr. Coronel Pedro Correa, ...

 

2) Linhas que circulam na Av. Embaixador Abelardo Bueno (após às 24h)

352 (Riocentro – Castelo) e 613 (Del Castilho – Riocentro) – ..., Av. Embaixador Abelardo Bueno, Acesso ao Shopping Metropolitano, Estr. Arroio Pavuna, Estr. dos Bandeirantes, retorno, Estr. dos Bandeirantes, Estr. Arroio Pavuna, Av. Embaixador Abelardo Bueno, ...

832A (Colônia – Hospital Sarah) – operação suspensa

931A (Curicica-Recreio, via Arroio Pavuna) – operação suspensa


3) Linhas que circulam na Av. Olof Palme e Rua Abrahão Jabour (das 10h30 às 24h)

348 (Riocentro – Castelo) e 368 (Riocentro – Castelo) – itinerários inalterados

954A (Curicica– Recreio) e 959A (Curicica– Recreio) – itinerários inalterados

808A (Colônia– Recreio) – itinerário inalterado

 

4) Linhas que circulam na Av. Olof Palme e Rua Abrahão Jabour (após às 24h)

348 (Riocentro – Castelo) e 368 (Riocentro – Castelo) – Estr. de Curicica, Estr. dos Bandeirantes, retorno, Estr. dos Bandeirantes, ...

954A (Curicica– Recreio) – ..., Av. das Américas, Estr. Benvindo de Novaes, Estr. dos Bandeirantes, ..., ..., Estr. dos Bandeirantes, Estr. Benvindo de Novaes, Av. das Américas, ...

959A (Curicica– Recreio) – operação suspensa

808A (Colônia– Recreio) – operação suspensa

 

ÔNIBUS PRIMEIRA CLASSE

 

Outra opção de transporte para quem for ao Rock in Rio são os ônibus rodoviários (tipo ‘frescão'), com ar-condicionado e poltronas reclináveis. Os coletivos sairão de 16 diferentes pontos da cidade até a Cidade do Rock – e levarão os passageiros de volta a esses pontos depois do espetáculo. E a viagem é direta, sem escalas. Os passageiros vão saltar a 500 metros dos portões da festa.

 

Ida e volta


Os primeiros ônibus saem às 11h e partirão em intervalos previstos de hora em hora até as 20h. O desembarque acontece no estacionamento do Riocentro, onde também será feito o embarque da volta para todos os passageiros que tiverem o cartão Primeira Classe, a partir das 22h até duas horas depois do último show do Palco Mundo.

 

É IMPORTANTE GUARDAR O CARTÃO: A APRESENTAÇÃO DELE É OBRIGATÓRIA PARA A VOLTA.

 

O cartão Rock in Rio Primeira Classe custa R$ 70 com direito a ida e volta. O usuário pode tirar dúvidas pelo telefone (21) 3265-9999 ou pelo e-mail contato@euvoudeprimeiraclasse.com .

 

ENDEREÇOS DOS PONTOS DE VENDA

 

PONTO BOTAFOGO: Botafogo Praia Shopping, loja 256, 2º piso (ao lado dos caixas eletrônicos)
PONTO NOVA AMÉRICA: Shopping Nova América, quiosque em frente à loja 103, 1º piso (próximo à porta de acesso D)


É IMPORTANTE ressaltar que a venda de cartões pela internet está esgotada. No entanto, os cartões ainda podem ser comprados nos postos de acordo com os pontos de saída dos coletivos (16, ao todo):


O posto de venda BOTAFOGO vai oferecer cartões para os seguintes pontos de saída:


- Botafogo Praia Shopping
Rua Prof. Alfredo Gomes, na lateral do shopping

- Shopping Rio Sul
Em frente à entrada principal

- Ipanema
Praça General Osório (na Rua Prudente de Moraes)

- Aeroporto Santos Dumont
Em frente ao terminal de embarque

- Copacabana
Rua Siqueira Campos, próximo à Rua Tonelero

- Lagoa
Estacionamento do Parque dos Patins

- Aeroporto Tom Jobim-Galeão
Terminal 1, área de desembarque no 1º piso

- Rodoviária Novo Rio
Plataforma 58

- Tijuca
Ponto de ônibus na Rua Almirante Cochrane, altura do nº 280

- Castelo
Avenida Graça Aranha, entre as ruas Araújo Porto Alegre e Pedro Lessa

- Barra da Tijuca
Ponto de ônibus na Avenida das Américas, em frente ao Barra Shopping

- Recreio
Acesso pelo interior do Recreio Shopping

- Boulevard Rio Shopping (Vila Isabel)
Rua Barão de São Francisco (em frente ao Acesso B do Shopping)
O posto de venda NOVA AMÉRICA vai oferecer cartões para os seguintes pontos de saída:

- Shopping Nova América
Estacionamento do shopping

- Norte Shopping
Ao lado do shopping, na Rua Gandavo

- Méier
Praça Agripino Grieco (na Rua Dias da Cruz)

 

TÁXIS

 

Pensando na volta para casa de quem precisa do serviço de táxi, a Secretaria Municipal de Transportes montará um ponto de táxi especial na Cidade das Artes, que estará integrado ao BRT – transporte oficial do evento. No local, haverá sinalização indicando a localização do ponto a fim de orientar melhor os passageiros, além de fiscalização da SMTR para garantir o cumprimento das regras do serviço.

 

Os taxistas estarão autorizados a operar com uma tabela de tarifa pré-fixada pela Prefeitura do Rio preparada para os dias do festival, a exemplo do que já ocorre na realização de outros grandes eventos da cidade, como Carnaval e Réveillon. A tabela será publicada nos próximos dias no Diário Oficial do Município e ficará afixada em local visível no ponto da Cidade das Artes. 

 

É fundamental destacar que não haverá operação especial de táxi para a ida ao evento, uma vez que os táxis não poderão passar pelos bloqueios montados pela CET-Rio. Por este motivo, a SMTR reitera a necessidade do uso do transporte público para chegar à Cidade do Rock.


ORDEM PÚBLICA


A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), com a Guarda Municipal, preparou um esquema especial de fiscalização durante o festival nas vias de acesso e no entorno da Cidade do Rock. Desde as 8h do dia 17, um dia antes do início do festival, a Seop atuará para coibir ambulantes irregulares, estacionamento em local proibido e acampamentos. No total, serão 717 pessoas (entre Guardas Municipais de Controle Urbano e de Trânsito além de agentes da Seop), atuando diariamente na região durante os dias de festival. Serão 82 viaturas, 17 barreiras e três comboios por dia de fiscalização no entorno do evento.


As barreiras estarão dispostas nos principais acessos ao evento: na Avenida Abelardo Bueno), próximo ao Parque Olímpico; na Cidade do Rock e na Avenida Salvador Allende, no sentido Avenida das Américas/Recreio dos Bandeirantes.


Como apoio logístico e operacional, uma tenda de gerenciamento será montada, além de dois ônibus e um caminhão baú, que darão apoio à fiscalização.


A Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (CFER), órgão da Seop, vai disponibilizar 15 reboques. A CFER, em conjunto com fiscais da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização (CLF), vai combater as áreas particulares utilizadas irregularmente como estacionamento clandestino.


Pontos de Operações dos Reboques:


1. AV. SALVADOR ALLENDE X ABELARDO BUENO;
2. AO LONGO DA AV. SALVADOR ALLENDE;
3. AV. ABELARDO BUENO X EST. CEL. PEDRO CORREIA;
4. AO LONGO DA AV. ABELARDO BUENO;
5. AO LONGO DA AV. AYRTON SENNA;
6. AO LONGO DA ESTRADA DOS BANDEIRANTES;
7. AV. OLOF PALM X AV. ABRAHÃO JABOUR;
8. AV. ARROIO PAVUNA
9. AV. DAS AMÉRICAS X AV. SALVADOR ALLENDE.

 

CONSERVAÇÃO

 

A Secretaria de Conservação e Serviços Públicos montou um esquema especial de plantão para possíveis ocorrências no entorno do Rock in Rio. Equipes da Coordenadoria de Operações Especiais (COE) estarão de prontidão na base operacional da Prefeitura do Rio, no Riocentro. Ao todo, serão 20 funcionários e três caminhões – um deles conjugado – e uma retroescavadeira em todos os dias do evento.

Já a Comlurb montou uma operação voltada para o entorno do Rock in Rio. Noventa e seis garis vão atuar, se revezando em três turnos, de 7h às 15h; de 15h às 23h e de 23h às 07h, na Avenida Salvador Allende, na Avenida Embaixador Abelardo Bueno, Estrada Coronel Pedro Correia e Estrada Arroio Pavuna, no limite da Barra da Tijuca com Jacarepaguá.

Serão utilizados 12 caminhões coletores e outros 200 contêineres estarão distribuídos nas vias de acesso para que o público deposite os resíduos. Fiscais do programa Lixo Zero estarão no entorno do Rock in Rio, de 17 a 27 de setembro, multando quem jogar lixo no chão. Além disso, uma equipe do Lixo Zero vai conscientizar o público sobre a importância de descartar o lixo no lugar certo e também divulgar a campanha Praia Limpa, já buscando melhorar o comportamento dos banhistas nos dias de altas temperaturas no próximo verão.

A iluminação no entorno do Rock in Rio foi vistoriada e será começou a ser reforçada ontem (10/09) por funcionários da Rioluz. Nas avenidas Salvador Allende e Abelardo Bueno estão sendo instalados 28 novos projetores visando auxiliar o trecho de caminhada de quem for ao evento. Também foram realocados quatro transformadores, cinco comandos de acendimento (uma espécie de sensor em grupo) e houve a substituição de outros dois comandos e um transformador. Na Avenida Abraão Jabour, outras 15 novas luminárias foram implantadas. Durante o evento, equipes operacionais também estarão de plantão visando atender possíveis problemas na iluminação pública das vias do entorno do Rock in Rio.

 

O Centro de Operações Rio (COR) dará suporte às operações de tráfego, com 85 câmeras no entorno do festival de rock. O monitoramento será feito nas principais vias da região, como Av. das Américas, Av. Salvador Allende, Estrada dos Bandeirantes, Av. Embaixador Abelardo Bueno e Av. Lúcio Costa. As imagens, em tempo real, auxiliarão na implantação dos esquemas de interdição e fechamentos de vias, no acompanhamento do trânsito nas áreas impactadas e na liberação do tráfego após o evento.

 

SAÚDE E VIGILÂNCIA SANITÁRIA

Para deixar a população carioca e os turistas se divertirem com segurança no Rock in Rio, a Vigilância Sanitária está trabalhando com atividades preventivas há meses, que vão da hospedagem do público que vem de outros lugares à estrutura do evento e tudo que será servido para consumo. O trabalho do órgão continua durante e após o evento.

Já foram feitas reuniões com os organizadores, para que fossem informados os fornecedores que cuidarão dos serviços de saúde e alimentos, bem como repassados os cuidados que devem ser tomados para proteger a saúde da população e dos trabalhadores do evento.

Também houve reuniões internas para traçar estratégias de atuação, em que momento cada área da vigilância Sanitária vai atuar, no que diz respeito à estrutura do evento, serviços de alimentos e saúde e as condições de trabalho das equipes que prestarão serviços no local.

Na área de Arquitetura/Engenharia foi verificado o projeto arquitetônico dos espaços da área de prestação de serviços de saúde e comercialização de alimentos, além do monitoramento da qualidade da água de consumo humano. Já o setor de Alimentos começou o trabalho fora do evento, orientando as empresas que vão produzir os alimentos a serem servidos, sobre o acondicionamento correto (da matéria-prima ao local de consumo), o transporte para o evento, a manipulação no local e a rotulagem.

Na área de Saúde o trabalho vai se concentrar nos postos médicos e ambulâncias que ficarão no local do evento, observando a dinâmica do atendimento, situação dos profissionais que vão trabalhar, dos equipamentos, estrutura disponível e documentação.

As ações durante o evento consistem em inspeções no serviço prestado pelos estabelecimentos e organização do evento, se as orientações repassadas nos encontros prévios estão sendo seguidas. As irregularidades serão punidas com aplicação de termos de intimação, autos de infração e até interdição, dependendo da gravidade. Os alimentos suspeitos terão amostras encaminhadas para análise no Laboratório de Controle de Produtos da Vigilância Sanitária.

Os técnicos do setor de Saúde do Trabalhador também vão trabalhar durante o evento, para verificar as condições de trabalho dos profissionais contratados pela organização, uma atividade também realizada durante a montagem e o desmonte.

Encontros preventivos

Em junho, técnicos da Vigilância Sanitária se reuniram com a associação de albergues do Rio de Janeiro para passar orientações sobre licenciamento sanitário, noções básicas de higiene para os manipuladores de alimentos e para as instalações e equipamentos, além de orientações sobre rotulagem e conservação dos produtos consumidos nas hospedagens. Também foram feitas inspeções em albergues, para verificar as condições higiênico-sanitárias desses locais, que recebem muitos jovens de fora, que são um dos principais freqüentadores do evento de música.

Desde que o evento foi confirmado, há reuniões freqüentes com os responsáveis pela infra-estrutura, onde foi detalhado o projeto ideal para que a saúde do público não corra riscos, e pontuadas as regras para a distribuição da água e a higiene nos espaços de grande circulação de pessoas.

Já em agosto foi a vez de um encontro com os profissionais que vão comercializar alimentos durante os sete dias do Rock in Rio, onde foi ministrado o curso "Noções básicas de higiene", com o objetivo de orientar sobre a manipulação correta dos produtos comercializados, para evitar riscos.
 


- Esse ano o único meio para se chegar ao Rock in Rio é de transporte público e será de BRT. Nunca é demais reforçar o uso do transporte público tanto para quem vai para o evento quanto para quem vai à Barra da Tijuca porque teremos uma série de interdições na região – disse o secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani.

Arquivos relacionados:
  » Rock in Rio_TRANSPORTES_2015.pdf -   - 




Serviços Serviços

Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro