Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

 

 


 

Prefeitura entrega a estátua de General Osório restaurada à Praça XV

Esse foi o primeiro monumento instalado na cidade depois da proclamação da República do Brasil


11/10/2011 14:16:00  » Autor: Anna Beatriz Cunha / Fotos: Beth Santos


Foto: Beth SantosA Prefeitura do Rio entregou à cidade, na manhã desta terça-feira, dia 11, na Praça XV, o monumento a General Osório restaurado, depois de seis meses de trabalho. O monumento de 1894, criado pelo escultor Rodolfo Bernadelli, é o primeiro instalado na cidade após a proclamação da República do Brasil. Ele foi fundido em Paris, em 1892, nas oficinas Thibaut.


Representando o prefeito Eduardo Paes na cerimônia de inauguração da restauração do monumento, o secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osorio, disse que, para a cidade do Rio de Janeiro é uma honra poder resgatar esse monumento tão importante:


- É com muita satisfação que a prefeitura entrega hoje o primeiro grande monumento restaurado na cidade do Rio de Janeiro. Esse é um dos monumentos mais valiosos que nós temos no acervo da cidade. É uma obra de mais de 100 anos, de alto valor histórico e que também representa e homenageia um grande vulto da nação brasileira – disse Osório, que também explicou sobre o trabalho da Prefeitura do Rio na restauração de monumentos:


Foto: Beth Santos- Temos hoje o programa de recuperação de monumentos e vamos recuperar 40 nesse ano de 2011. O ato e o cuidado com o monumento é de responsabilidade da prefeitura, que a gente compartilha com o cidadão. Hoje o Rio de Janeiro volta a cuidar do seu patrimônio, que tem a maior coleção de obras e monumentos ao ar livre do Brasil e da América Latina. Nós temos mais de 780 monumentos no Rio e mais de 200 chafarizes. Todo esse patrimônio passa a ter uma manutenção regular e permanente.


Com oito metros de altura e 5.700 quilos, a obra foi restaurada sob a coordenação da Gerência de Monumentos e Chafarizes. O trabalho incluiu a reprodução em bronze das seguintes peças: a espada do general, o cantil e as cintas de amarração do cavalo, além dos quatro conjuntos de bolas de canhão das pilastras laterais, as ponteiras das espadas que formam o gradil, os trechos de folhagens quebradas, o portão de acesso e o florão principal, na frente do monumento, com os dizeres: “A Osorio, o povo 1894”.


O programa de restauração também realizou a recomposição de trechos com pedras, semelhantes às originais, das colunas de gnaisse (um tipo de pedra) que estavam danificadas. Equipes de restauradores fizeram ainda a limpeza de todas as peças de bronze e cantarias (blocos de pedra maciços esculpidos).


O comandante Militar do Leste, general Adriano Pereira Junior, agradeceu à Prefeitura do Rio pela restauração deste monumento, que tem mais de um século de existência:


Foto: Beth Santos- A decisão do prefeito em recuperar todo o acervo de monumento do município demonstra a preocupação com as tradições, com a história, e com a cultura. Esse trabalho é uma homenagem ao nosso Exército. É um momento de muita alegria para os soldados porque homenageamos a figura de um militar, que teve uma trajetória de vida brilhante como soldado e como cidadão. Essa obra ultrapassa os limites da área militar e se estende para a cidadania como um todo.

 

O monumento a General Osório representa as batalhas e as vitórias alçadas pelo patrono militar. Na escultura, o general está vestido com sapatos no lugar de botas, diferente do protótipo. É que a filha do general, Manuela Luiz Osório Mascarenhas, alertou ao escultor que o pai não usava mais botas desde a batalha do Passo da Pátria, em 1866, quando feriu-se gravemente nos pés. Bernardelli, então, decidiu fundir o monumento sem botas para realçar, perante às gerações, o sacrifício do grande general. Osório é o patrono da cavalaria do Exército Brasileiro.


Imagens relacionadas:

















Serviços Serviços