Transparência da Mobilidade
 
 
 
 
Transparência da Mobilidade
 
 
Prefeitura inaugura ponte estaiada na Barra da Tijuca

24/12/2013 14:55:00  » Autor: Flávia David / Fotos: J. P. Engelbrecht e Raphael Lima


Nesta terça-feira (24/12), véspera de Natal, a Prefeitura do Rio inaugurou a ponte estaiada da Barra da Tijuca, batizada Ponte Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales. Com aproximadamente 900 metros de extensão e erguida sobre a ligação das lagoas de Jacarepaguá e da Tijuca, em trecho da Avenida Ayrton Senna próximo à Avenida Abelardo Bueno, a ponte representa importante estrutura do traçado do BRT ranscarioca, que será totalmente entregue no primeiro semestre de 2014. 

 

 

Junto com os filhos Bernardo e Isabela, o prefeito Eduardo Paes falou sobre a importância da ponte para integração da cidade:

 

- Isso é muito mais do que apenas uma ponte, uma vez que faz com que o Rio seja uma cidade mais integrada. O principal problema das pessoas que moram mais longe é justamente a questão da mobilidade, da integração entre bairros - explicou o prefeito, que ainda destacou o trabalho de Dom Eugênio Sales pelo município: 

 

- Homenagear Dom Eugênio, que tanto ajudou a nossa cidade avançar e buscou a integração de todos, em uma data tão especial, é um motivo de alegria. Posso dizer que a ponte estaiada é fruto de nossa vontade, da prefeitura e de Dom Eugênio, de unir essa cidade e ajudar aqueles mais precisam.

 

O arcebispo do Rio de Janeiro, que abençoou a via,  também exaltou a missão de Dom Eugênio:

 

- Durante mais de 30 anos, Dom Eugênio serviu essa cidade e a projetou para o mundo inteiro. E assim, como o trabalho dele, essa ponte une dois lados da cidade, une as pessoas. Sem falar que será fundamental em dois aspectos: desafogar o trânsito da região e dar passagem ao BRT, que veio para transportar o povo - falou Dom Orani Tempesta, que eu sua mensagem de Natal pediu para que os cariocas se aproximem mais de Deus e "acolham uns aos outros". A ponte na noite natalina ganhou iluminação especial nas cores verde e vermelho.

 

A ponte estaiada teve custo aproximado de 120 milhões, dentro do orçamento do corredor expresso Transcarioca, que totaliza R$ 1,7 bilhão, sendo cerca de R$ 1,1 bilhão recurso do Governo Federal.

 

O secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto, deu detalhes sobre a construção da ponte:

 

- Posso dizer que essa é uma das obras de arte da Transcarioca. Cada um de seus mastros mede 48 metros de altura, além de possuir 56 cabos que sustentam o vão central. Ela nada mais é do que uma via que permite que se tenha um vão maior, com menos pilares. Isso significa maior fluidez e melhora na dinâmica das águas que passam sob a ponte, causando menos impacto sob o ponto de vista ambiental. Trata-se de uma ponte das maiores do Brasil.

 

A ponte estaiada foi construída em pouco mais de dois anos e conta com com quatro faixas de trânsito, sendo duas para o trânsito normal e duas exclusivas para o BRT Transcarioca no futuro, todas no sentido Linha Amarela para Avenida das Américas. Com isso, elimina-se o cruzamento entre as avenidas Ayrton Senna e Abelardo Bueno, eliminando o sinal no local. Além disso, o trecho inaugurado possui sinalização vertical e horizontal. Para orientação dos motoristas, foram instalados três painéis de mensagens variáveis. Além disso, 15 operadores da CET-Rio estarão a postos para orientá-los.

 

 

Debaixo dela, a Secretaria Municipal de Obras (SMO) está construindo uma alça de aproximadamente 700 metros, que vai permitir que os motoristas que trafegam no sentido Linha Amarela-Barra cheguem aos fundos do Shopping Via Parque e no condomínio Península sem necessidade de retornarem em frente ao Hospital Barra D´Or. A obra vai resolver um dos grandes gargalos do trânsito na região. Além da nova alça, a construção de três passarelas metálicas para pedestres ao longo da Ayrton Senna - em frente ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, já concluída, ao Makro e ao shopping Via Parque - vai permitir que a via fique sem sinais para operação da Transcarioca.

 

O retorno em frente ao Hospital Lourenço Jorge já foi substituído por dois mergulhões construídos ao longo das obras de implantação do corredor expresso.

 

BRT Transcarioca:

 

A Transcarioca está com 85% de suas obras concluídas e entrará em operação no primeiro semestre de 2014, ligando a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional, na Ilha do Governador, numa faixa segregada de 39 km. O BRT passará ainda pelos bairros de Curicica, Taquara, Tanque, Praça Seca, Campinho, Madureira, Vaz Lobo, Vicente de Carvalho, Vila da Penha, Penha, Olaria e Ramos.

 

O sistema vai reduzir em mais de 60% o tempo gasto no trajeto entre a Barra e a Ilha do Governador, permitindo também a integração aos outros modais (trem, metrô e ciclovias) ao longo da via. Estima-se que 320 mil pessoas passem a usar o BRT Transcarioca diariamente.

 

As obras acontecem em duas frentes: da Barra à Penha (etapa 1) e da Penha ao Galeão (etapa 2). Além disso, a SMO já inaugurou importantes estruturas do traçado: o mergulhão Clara Nunes, no Campinho; a ampliação do viaduto de Madureira (Negrão de Lima), ampliação do viaduto João XXIII, na Penha, o mergulhão Billy Blanco, na Barra (próximo à Cidade das Artes), o mergulhão na altura do Hospital Municipal Lourenço Jorge, também na Barra, e a ponte sobre o canal do Fundão. Todas estão liberadas para o tráfego geral.

 

A Prefeitura do Rio também trabalha na construção de uma segunda ponte estaiada, esta sobre a Baía de Guanabara (ligando o Fundão à Ilha do Governador). A ponte será exclusiva para o BRT e paralela à ponte de acesso da Ilha do Governador. Também estão em andamento importantes obras de drenagem, ampliação de pistas e execução de pavimento rígido para o BRT, como na Taquara, Tanque, Praça Seca, Vicente de Carvalho e Madureira.




Serviços Serviços

Vídeos Vídeos


  • Autovistoria

Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro