Transparência da Mobilidade
 
 
 
 
Transparência da Mobilidade
 
Prefeitura inaugura a 57ª Clínica da Família e atinge 2 milhões de cariocas

Ao lado da presidenta Dilma, prefeito anuncia a ampliação do Cegonha Carioca


21/03/2012 16:44:00  » Autor: Texto: Anna Beatriz Cunha / Fotos: Beth Santos


Foto: Beth SantosCom a presença da presidenta Dilma Rousseff, a Prefeitura do Rio inaugurou, nesta quarta-feira, dia 21, sua 57ª Clínica da Família que marca a inclusão de 2 milhões de cariocas no Programa Saúde da Família. O crescimento do programa na cidade foi o maior de todos os tempos no país. Entre os anos 2009 e 2011, o Rio foi responsável pela criação de 55% das equipes da Estratégia de Saúde da Família implantadas no Brasil. "Das 803 equipes criadas nesse período, 437 foram na cidade do Rio", frisou o prefeito Eduardo Paes em seu discurso de abertura.

Além da presidenta e do prefeito, a cerimônia de inauguração da Clínica da Família Joãosinho Trinta, em Parada de Lucas, contou com a presença do governador Sergio Cabral, do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e do secretário municipal de Saúde e Defesa Civil, Hans Dohmann, entre outras autoridades.

Paes falou dos avanços na área da saúde na cidade:

- Estamos montando um sistema revolucionário nessa cidade. A gente começou com cerca de 200 mil cariocas atendidos pelo Programa de Saúde da Família e, três anos depois, conseguimos chegar a dois milhões de cariocas com cobertura de atenção básica. Essas pessoas hoje podem ter um atendimento digno na Clínica da Família e ter a sua vida transformada pelo o quea prefeitura está fazendo na área de saúde. Isso se completa com as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento). Nós vamos chegar até o fim do ano com 40 UPAs na cidade, 20 já prontas pelo governo do Estado e mais 20 implantadas pelo município. Teremos uma UPA para cada 150 mil habitantes, o que cobre todo mundo na cidade. Vamos chegar a 35% de cobertura no Saúde da Família e vamos promover sim uma revolução na nossa rede de hospitais.
 

Foto: Beth SantosPara Alexandre Padilha, a cobertura em saúde da família feita no Rio é histórica no Brasil. 
 

- Essa marca que o Rio de Janeiro atinge de 2 milhões de cariocas atendidos no Programa Saúde da Família é histórica para todo o país. Até há poucos anos o Rio era uma cidade que não tinha nada de cobertura. O que o Rio está fazendo não é qualquer cobertura, mas uma cobertura com qualidade de atendimento. As Clínicas da Família cuidam das famílias e previnem as doenças.

 

Durante o evento, o secretário Hans Dohaman anunciou a ampliação do Programa Cegonha Carioca, que passa a oferecer transporte para gestantes em 34 bairros. Com ele, as grávidas que fazem parte do programa em toda a Área de Planejamento 3.3 (Madureira e adjacências), Complexo do Alemão, Vidigal, Chapéu Mangueira/ Babilônia e Vila Canoas poderão contar com ambulâncias para levá-las até a maternidade na hora do parto. Atualmente, as ambulâncias do Cegonha Carioca já atendem às regiões de Santa Cruz, Paciência, Sepetiba e Rocinha. Além do transporte, o programa oferece às gestantes acompanhamento de pré-natal, enxoval para o bebê, garantia de assistência na hora do parto e a possibilidade de conhecerem com antecedência a maternidade onde terão seu bebê. A presidente Dilma Rousseff elogiou o trabalho desenvolvido pela Prefeitura do Rio na saúde:

- O que importa não é uma obra da Clínica da Família, é a qualidade do atendimento que essa unidade de saúde presta a dois milhões de cariocas que precisam. É um nível de atendimento médico e de exames que me faz ter orgulho. O que está sendo feito aqui no Rio de Janeiro é um esforço para dar o que há de melhor em matéria de saúde à população que mais necessita.

A Clínica da Família Joãosinho Trinta é a décima unidade de saúde primária instalada na área de planejamento 3.1 (subúrbio da Leopoldina) e contará com seis equipes de saúde da família e duas de saúde bucal. A previsão é de que sejam feitas 2.400 consultas médicas, além dos demais procedimentos e serviços que serão oferecidos. A região passa a ter 60% de sua população coberta pelo Saúde da Família. Em 2008, o percentual era de 5,5%.

Foto: Beth Santos- Os números da saúde eram uma vergonha na cidade. Apenas 3,5% das famílias cariocas tinham cobertura de Saúde da Família. Agora, as Clínicas da Família estão mudando a vida de 2 milhões de cariocas – discursou o governador Sérgio Cabral.

Com investimento de R$3,7 milhões, a nova Clínica da Família Joãosinho Trinta abriga o 52ª Centro de Convivência do Idoso que conta com Academia Carioca da Saúde e Sala de Bem Estar e oferecerá atividades físicas supervisionadas para os pacientes e atendimento específico para a terceira idade. A unidade fica na Praça José da Matta Pita (Rua Anamã), em Parada de Lucas, e seu horário de funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e aos sábados, das 8h às 12h.

- Hoje é um dia muito especial, um dia que marca essa revolução na saúde pública do Rio de Janeiro. Essa é uma estratégia que vem sendo desenvolvida pela parceria entre os governos federal, estadual e municipal. Hoje, deixamos para trás a lembrança do Rio de Janeiro como a pior capital da República em cobertura de atenção primária e comemoramos a marca de 2 milhões de pessoas incluídas no Sistema Único de Saúde do Rio de Janeiro – disse o secretário municipal de Saúde, Hans Dohmann.

 

 


 


Imagens relacionadas:

















Serviços Serviços

Vídeos Vídeos


  • Autovistoria

Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro