Publicação de roteiro pretende diminuir riscos

17/04/2018 12:15:00


Para atender a todos os grandes eventos que acontecem na cidade, dezenas de técnicos de todas as áreas de atuação da Subsecretaria de Vigilância Sanitára e Controle de Zoonoses se revezam em escala de plantão em finais de semana, feriados e trabalhos noturnos. A Vigilância Sanitária também organiza cursos preparatórios com dicas e orientações para os organizadores de todos os grandes eventos, antes de serem fiscalizados.

 

Os técnicos são profissionais das áreas de alimentos, saúde, engenharia, laboratório, zoonoses, NIFAT e educação. As equipes de alimentos verificam  as condições higiênico-sanitárias dos locais que comercializam produtos comestíveis, os meios como os alimentos são acondicionados, embalados e manipulados, as características sensoriais (aparência e odor) com as quais estão sendo preparados, bem como as roupas dos profissionais das cozinhas e balcões, a fim de avaliar se há riscos de contaminação. Essa análise de alimentos é  reforçada pelas equipes do Laboratório de Saúde Pública, que vão recolher amostras suspeitas para análise laboratorial.

 

As equipes de saúde inspecionam os postos médicos, ambulâncias e qualquer estabelecimento que esteja comercializando produtos e serviços de saúde, como salões de beleza, onde também são verificados os instrumentos e produtos utilizados nos atendimentos. Já as equipes de engenharia verificam a estrutura dos locais de grande circulação de pessoas, a água de consumo e a destinação do lixo.

 

O lixo também é alvo da inspeção dos técnicos de zoonoses, que verificam o acondicionamento dos dejetos para que não haja riscos de proliferação de mosquitos, além de realizar medidas de controle de ratos, gambás e pombos. As equipes do NIFAT checam as condições higiênico-sanitárias oferecidas pela organização do evento e por todas as empresas que estiverem ofertando mão de obra no local. Por fim, as equipes de educação verificam se os estabelecimentos estão seguindo o que foi ministrado nos cursos preparatórios para o evento e orientam os consumidores sobre o trabalho da Vigilância Sanitária e a prevenção de riscos à saúde.

 

A Vigilância Sanitária alerta que o público do evento também pode ajudar na fiscalização e na diminuição de riscos à saúde, por meio de denúncias à central de atendimento 1746, que deve ser acionada quando identificarem situações irregulares de higiene nos estabelecimentos. Todas as demandas serão encaminhadas aos técnicos do órgão, que irão avaliá-las e, caso necessário, aplicar as penalidades previstas em lei.

 

CLIQUE AQUI e acesse o Manual de Boas Práticas para Eventos.

 

CLIQUE AQUI e acesse o Guia de Orientações para Rotulagem e Identificação de Alimentos.

 

CLIQUE AQUI e acesse o roteiro para Alimentação, Bares e Lanchonetes.

 

CLIQUE AQUI e acesse o roteiro para Ambulância Suporte Básico.

 

CLIQUE AQUI e acesse o roteiro para Ambulância Suporte Médio e Avançado.

 

CLIQUE AQUI e acesse o roteiro para Barracas e Stands.

 

CLIQUE AQUI e acesse o roteiro para Embelezamento.

 

CLIQUE AQUI e acesse o roteiro para Engenharia Áreas Comuns.

 

CLIQUE AQUI e acesse o roteiro para Eventos com Animais.

 

CLIQUE AQUI e acesse o roteiro para Foodtrucks.

 

CLIQUE AQUI e acesse o roteiro para Posto Médico.




Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Sede: Rua Afonso Cavalcanti, 455 - Cidade Nova - 20211-110