Secretaria de Educação participa da Campanha Brasil Saudável e Sustentável

16/03/2016 15:34:00


 

A secretária municipal de Educação, Helena Bomeny, participou, ao lado da ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, do lançamento da campanha Brasil Saudável e Sustentável, nesta terça-feira (dia 15), na Firjan, no Centro do Rio. Coordenada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), a campanha é um conjunto de iniciativas com objetivo de promover a alimentação saudável e alertar para os riscos da má alimentação. O calendário das ações começa neste dia 15, Dia do Consumidor, passa pelas Olimpíadas Rio 2016 e vai até maio do próximo ano.

 

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), a campanha vai promover o acesso à informação para sensibilizar o consumidor, o mercado privado e o agricultor; disseminar informações para a população a respeito dos benefícios da alimentação saudável e apoiar a divulgação de práticas alimentares saudáveis nas redes públicas de saúde, educação e assistência social.

 

No Rio, entre maio de 2016 e maio de 2017, as secretarias municipais de Educação e Saúde vão trabalhar o tema da alimentação saudável de forma lúdica e prática nas escolas da rede municipal de ensino. Serão distribuídos kits de apoio pedagógico voltados ao tema, composto de cinco vídeos e uma cartilha, elaborada pelo Programa Saúde na Escola.

 

– Temos mais de 660 mil alunos e um cuidado enorme pela qualidade da alimentação nas nossas escolas. Todas as refeições são elaboradas pelo Instituto Annes Dias, responsável em fazer uma alimentação balanceada com tudo o que os alunos nas diferentes fases da vida precisam. Outra ação importante que fazemos é o chamamento dos pais nas escolas para almoçarem com seus filhos e verem o que eles estão comendo – afirmou a secretária Helena Bomeny. 

 

O calendário da campanha passa pelos Jogos Olímpicos e se estende até maio de 2017, com a realização de ações que estimulem as pessoas a refletir sobre os hábitos de consumo e a optar por escolhas alimentares cada vez mais saudáveis, demonstrando as vantagens do consumo de produtos locais, frescos, vindos da agricultura familiar, da produção orgânica ou agroecológica.

Serão promovidas ações que estimulem as pessoas a refletir sobre os hábitos de consumo e a optar por escolhas alimentares saudáveis, demonstrando as vantagens do consumo de produtos locais, frescos, vindos da agricultura familiar e da produção orgânica ou agroecológica.

 

– Parece ousado iniciarmos uma campanha para que o Brasil que saiu do mapa da fome não entre no da obesidade. Mas nada como esse momento envolvendo esportes, essa grande confraternização mundial que são os jogos olímpicos, para falarmos também de saúde e de alimentação saudável. O Brasil, como grande produtor de alimentos saudáveis e sustentáveis, não pode ver sua população entrar no mapa da obesidade – declarou a ministra Tereza Campello.​