Secretária de Educação, Claudia Costin, inaugura dois novos Espaços de Desenvolvimento Infantil

Mais de 13 mil vagas para creche já forma criadas pela Prefeitura desde 2009


26/08/2011 15:59:00  » Autor: Fernanda Reis


A secretária Municipal de Educação, Claudia Costin, inaugurou, na manhã desta sexta-feira (dia 26), mais dois Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDI) na Zona Oeste do Rio. O EDI Pintando o Sete, em Campo Grande, que ganhou um novo prédio, teve sua capacidade aumentada em mais 30 vagas, enquanto o EDI Larissa dos Santos Atanázio, além de marcar mais uma homenagem da Prefeitura do Rio às vítimas da tragédia na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, vai atender a 200 crianças em Paciência, uma das áreas mais carentes da cidade. Além disso, o antigo prédio do EDI Pintando o Sete será reformado para ampliar ainda mais a oferta de vagas naquela região. Cerca de R$ 4 milhões foram investidos nas obras, realizadas pela Secretaria Municipal de Obras, por meio da Riourbe.

Durante a inauguração, parentes de Larissa também homenagearam a jovem, com discurso e a leitura de uma carta. Acompanhados da secretária Claudia Costin, eles ainda plantaram no jardim da unidade uma muda de pau-brasil. Ao falar durante a cerimônia, a secretária explicou ainda o significado das homenagens prestadas às vítimas da escola em Realengo.

– Hoje estamos inaugurando mais um Espaço de Desenvolvimento Infantil, um modelo que atende creche e Pré-Escola, ampliando as vagas nessa modalidade, fazendo com que mais crianças tenham acesso à educação na Primeira Infância. A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação, está dando a esses novos EDIs os nomes das crianças, que infelizmente morreram naquela tragédia em Realengo. É uma homenagem para fazer com que essas crianças sejam lembradas por muitas gerações que ainda passarão por esses espaços de construção de futuro e de crianças felizes – afirmou a secretária.

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, vem ampliando a oferta de vagas em creche em toda a cidade, a partir da meta de criar mais 30mil novas vagas até 2012. Desde 2009, foram criadas 13.030 novas vagas para creche no Rio, em cinco creches e 26 EDIs construídos, além de 109 escolas que tiveram seus espaços adequados para este tipo de atendimento. Atualmente, mais de 55 mil crianças são atendidas pela Prefeitura em creches da rede municipal e em creches conveniadas. Além dos pais da menina Larissa, também participaram da inauguração amigos e parentes de outros alunos mortos na Escola Tasso da Silveira.

– Eu agradeço muito a Prefeitura do Rio de Janeiro por estas homenagens que estão sendo feitas aos 12 anjos de Realengo. Todas as famílias ainda estão sofrendo muito e sei que muitos de vocês também partilharam essa dor. Muito obrigado a todos pelo apoio – declarou Robson Atanázio, pai da menina.

O novo prédio do EDI Pintando o Sete, com dois pavimentos, conta com quatro salas de atividades e dois berçários, brinquedoteca, sala de primeiros atendimentos, banheiro adaptado e lactário. O EDI Larissa dos Santos Atanázio possui dois berçários e seis salas de atividades, brinquedoteca, sala de primeiros atendimentos, banheiro adaptado e lactário.

ESPAÇO DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL
Os Espaços de Desenvolvimento Infantil foram criados para integrar a creche e a Pré-Escola em um só espaço, dentro do novo modelo de atendimento da Secretaria de Educação à Primeira Infância. Nos EDIs, as crianças, de seis meses a cinco anos e 11 meses, são estimuladas a desenvolver desde pequenas a partir, por exemplo, da convivência com os livros e também a partir de materiais apropriados. A partir deste ano, para dar ainda mais qualidade ao atendimento oferecido, cada sala de atividades nas creches passou a contar com um professor de Educação Infantil. Para isso, a Prefeitura criou o cargo de professor de Educação Infantil e realizou um concurso com 1.500 vagas para o cargo.


Imagens relacionadas:


» site2







» site1








Serviços Serviços