GETÚLIO VARGAS - Getúlio Vargas passou 31 anos dos 45 de sua vida pública no Rio de Janeiro, então capital da república. Como presidente, foram 19 anos. Nesse longo período, estabeleceu-se intensa relação de amor e rejeição entre ele e os habitantes da cidade, amor, sobretudo do povo, rejeição, sobretudo da elite. Esta exposição mostra alguns aspectos marcantes dessa história, homenageando, ao mesmo tempo, Getúlio Vargas e o Rio de Janeiro. Memorial Municipal Getúlio Vargas, na Glória. De terça a domingo, das 10h às 17h. Classificação: Livre. GRÁTIS.
 

INSTALAÇÕES NO JARDIM - Artista visual Valéria Oliveira apresenta três instalações artísticas que ficarão expostas no jardim do Centro Cultural Laurinda Santos Lobo até março de 2019: "Exposição "Fora da caixa" é uma galeria itinerante que têm suas obras expostas em 20 monóculos, "Painel PAZ" é a escrita da palavra paz utilizando letras retiradas do alfabeto simbólico criado pela artista para falar da dicotomia da sociedade que tem palavras de paz e atitudes de guerra e "Reverencia-me" é um espelho com a frase reverencia-me colada fazendo um singelo convite ao público para reverenciar sua própria essência. Centro Cultural Municipal laurinda Santos Lobo, em Santa Teresa. Terça à Sexta das 10h ás 19h. Sábado, Domingo e Feriados das 12h às 20h. Classificação: Livre. GRÁTIS.
 

INTERVENÇÃO – SAL & SAMBA -Para provocar no público do Centro Cultural e nos pedestres do bairro a arte como uma forma de comunicação e expressão, nossa galeria de acesso é ocupada regularmente por um diferente painel, de temas variados. O Objetivo é aumentar as possibilidades de artistas se expressarem e do público ter contato com suas obras. O painel atual figura a arte inspirada em Tia Ciata e na sua contribuição artística na cultura do samba, desde a religiosidade, gastronomia, vestimentas e fantasias. Tia Ciata era cozinheira, mãe de santo, baiana e brasileira, considerada por muitos como uma das figuras influentes para o surgimento do samba carioca. Centro Cultural João Nogueira - Imperator, no Méier.Segunda a sábado, das 13h às 22h | Domingo, das 10h às 22h. Classificação: Livre. GRÁTIS.
 
LAURINDA SANTOS LOBO E A BELLE ÉPOQUE CARIOCA -No início do século XX, o Rio de Janeiro, ainda capital da República, passou por um grande projeto de modernização: reformas urbanas modificaram áreas importantes da cidade e novos hábitos passaram a fazer parte do cotidiano dos cariocas. É nesse mesmo período, conhecido por "belle époque", que Santa Teresa passa a ganhar notoriedade por desenvolver uma intensa vida cultural nos salões das ricas mansões cada vez mais numerosas no bairro. A casa, que hoje abriga o Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo, foi construída no início do século XX pela Baronesa de Parima. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo, em Santa Teresa. Terça à Sexta das 10h às 19h. Sábado, Domingo e Feriados das 12h às 20h. Classificação: Livre. GRÁTIS.
 
MEMORIAL POR TÚLIO DEK - As instalações de Túlio Dek convidam o visitante a percorrer um labirinto de painéis numa explosão de cores e palavras impregnadas dos elementos de temáticas que coincidentemente já eram questões polêmicas na Era Vargas e que ainda hoje, com mais intensidade, inquietam a sociedade brasileira. Memorial Municipal Getúlio Vargas. Até 05 de Maio. De terça a domingo, das 10h às 17h. Classificação: Livre. GRÁTIS.
 
NÓ NA MADEIRA - ACERVO PERMANENTE JOÃO NOGUEIRA - Depois de 6 meses ocupando a sala de exposições, o acervo de João Nogueira tornou-se uma instalação permanente no andar térreo do centro cultural, que homenageia a vida e obra desse grande artista. A exposição Nó na Madeira reúne fotos, discografia interativa em TV e objetos pessoais do sambista. Centro Cultural João Nogueira - Imperator, no Méier. Segunda a sábado, das 13h às 22h e Domingo, das 10h às 22h. GRÁTIS.
 
EXPOSIÇÃO BOSSA E JAZZ POR CRISTINA GRANATO -A fotógrafa e jornalista Cristina Granato tem construído, ao longo de 35 anos, uma carreira de sucesso no jornalismo cultural. Em 2011, lançou seu primeiro livro de fotografia "Um olhar na música Popular Brasileira", com 360 fotos que contam parte da história da MPB. Agora, Cristina apresenta a exposição Bossa eJazz que reúne momentos únicos de cantores, compositores e músicos da bossa nova e do jazz brasileiro. Centro Cultural João Nogueira - Imperator, no Méier. Até 25 de setembro, de terça a domingo, das 13h às 22h. GRÁTIS.
 
#GRAFFITI LÁNALAJE GRAFFITI CRIADO PELO ARTISTA MARCELO MENT - O Terraço Alto Méier, no Imperator, é um espaço onde o urbano e a liberdade são marcas fortes. Seguindo a trilha da arte urbana, o Graffiti passou a ter nosso terraço como segunda casa. Periodicamente, convidamos um novo artista para ilustrar o espaço, reforçando evalorizando esta forma de arte no Imperator. Centro Cultural João Nogueira - Imperator, no Méier. Durante todo o mês, de segunda a sábado, das 13h às 22h, domingo, das 10h às 22h. GRÁTIS.
 
INTERVENÇÃO IMPERATOR – POR COLETIVO GRÁFICO -O grupo de intervenção urbana Coletivo Gráfico, que trabalha com impressões gráficas e colagem lambe-lambe, será o responsável por dar a nova cara da Intervenção Imperator. Centro Cultural João Nogueira - Imperator, no Méier. Durante todo o mês, de segunda a sábado, das 13h às 22h, domingo, das 10h às 22h. GRÁTIS.
 
O QUE VOCÊ GUARDA TÃO BEM GUARDADO QUE ATÉ SE ESQUECE QUE TEM ? -A exposição mostra ao público uma série de fotografias e vídeos da artista Adriana Amaral. Na mostra, as imagens evidenciam o encontro da artista com moradores da cidade de Torres Vedras, em Portugal. Com mais de 30 fotografias e vídeos para admirar. Memorial Municipal Getúlio Vargas, na Glória. De 09 de Maio a 09 de Julho. De terça a domingo, das 10h às 17h. Classificação: Livre. GRÁTIS.

REGIME DE EXCEÇÃO - O artista visual Fernando Braune, na sua nova exposição, manifesta, através de suas obras, o cerceamento aos direitos que sempre esteve presente em todas as sociedades, cada uma com suas peculiaridades e temporalidades. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas, em Santa Teresa. De 01 a 30 de junho, de terça a domingo, das 10h às 18h. Classificação: Livre, GRÁTIS.

EM POSIÇÃO DE DANÇA, COM DANIELA LABRA - Uma exposição pautada no cruzamento entre a performance, o vídeo, a fotografia, o objeto e a documentação. Assim é a exposição “Em posição de dança”, que reunindo obras dos artistas luso-brasileiros Paulo Aureliano da Mata e Tales Frey desenvolvidas entre 2017 e 2019. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, no Centro. Até 27 de julho. De segunda a sábado, das 12h às 18h. GRÁTIS.

SUTUR|AR LIBERT|AR, COM MARCELA CANTUÁRIA - Imagine um trabalho que tenha como base duas das mais antigas e relevantes dicotomias da história: capitalismo/socialismo e individualismo/coletividade. A exposição “sutur|ar libert|ar” reúne pinturas produzidas nos últimos três anos por Marcela Cantuária e mergulha por essas referências, com enfoque em outra tensão: a ruína e a transformação. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, no Centro. Até 27 de julho, das 12h às 18h. GRÁTIS.

“NOME PRÓPRIO” DE SASHA HUBER - Exposição no Rio revela as disputas que marcam a memória dos espaços públicos. Artista suíço-haitiana Sasha Huber apresenta a exposição Nome Próprio com obras que mostram outras histórias sobre lugares e personagens celebrados pela memória coletiva. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, no Centro. Até 27 de julho. De segunda a sábado, das 12h às 18h. GRÁTIS.

UM RIO DE IMAGENS - Exposição com fotografias do profissional Marcelo “Zal” Riani, publicitário e fotógrafo, que procura captar a beleza do Rio de Janeiro através de ângulos e formatos inovadores. Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho - Castelinho do Flamengo, no Flamengo. De 7 a 30 de junho, das 10h às 18h. GRÁTIS.
 

 

 



Serviços Serviços