Secretaria Municipal de Cultura - SMC
Um exemplo de uma parceria bem sucedida da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

29/09/2018 10:37:00





O Museu do Amanhã recebeu o prêmio Leading Culture Destinations Awards na categoria "Soft Power" durante cerimônia que aconteceu em Londres, nesta sexta-feira, 28 de setembro. O equipamento da Secretaria Municipal de Cultura do Rio venceu dois concorrentes de peso, o Museu de Vancouver e o Louvre Abu Dhabi, em uma das mais disputadas categorias, que premia espaços culturais com capacidade de influenciar positivamente a sociedade por meio de sua programação e experiências oferecidas.  
Comemoro a premiação e o reconhecimento internacional. Esse prêmio é muito importante para o Museu do Amanhã  e para os cariocas. A função da cultura é impactar e transformar a vida das pessoas, promovendo conhecimento, reflexão e inclusão. O Museu do Amanhã cumpre esta missão e vai além, ao inserir o Rio de Janeiro no roteiro dos grandes museus do planeta.

O Museu do Amanhã é um exemplo bem-sucedido de gestão realizada em parceria com a iniciativa privada - o IDG a OS gestora.

Este ano alcançamos a marca de 3 milhões de visitantes desde a inauguração e o equipamento já é o museu com o maior público do país. A Prefeitura do Rio está orgulhosa com a conquista e parabeniza toda a equipe pelo trabalho que vem sendo realizado.

O Museu do Amanhã já exibe no currículo mais de dez reconhecimentos internacionais. Em 2016, a instituição foi eleita "Melhor Novo Museu do Ano" pelo também prêmio britânico Leading Culture Destinations Awards, o "Oscar dos Museus". O Amanhã também subiu ao pódio com uma medalha de ouro e duas de bronze na 17ª edição do International Design & Communication Awards (IDCA), no Canadá, uma das principais premiações mundiais do setor.

Em 2017, venceu o prêmio internacional MIPIM na categoria "Construção Verde Mais Inovadora". O prédio se destaca por sua tecnologia empregada na captação da energia solar e no uso das águas geladas do fundo da Baía de Guanabara no sistema de ar condicionado.

Momento também de agradecer aos conselheiros atuantes: Marcos Madureira, André Lopes, Fernando Ferreira, Fred Arruda, Gilberto Dimenstein, Hugo Barreto, Ian Craig, José Roberto, André Marini, Marcelo Lyra, Maria Eduarda, Maurício Stolle, Paulo Niemayer, Ricardo Abramsvay, Sérgio Besseman e aos nossos apoiadores privados.