Secretaria Municipal de Cultura - SMC
agenda mensal

01/08/2017 07:02:00


RIO MAPA CULTURAL – AGOSTO/2017
Toda a programação do Rio Mapa Cultural está sujeita a alteração.


* Este ícone marca a programação gratuita.
 

 

 

 

 

 

4a. EDIÇÃO DA BATALHA DE IMPROVISAÇÃO COM MÁSCARAS – Já na chegada, o público é convidado a embarcar nesta inédita aventura teatral, sugerindo temas de improvisação a serem sorteados. Como nos antigos programas de auditório, a plateia vota, torce e participa. Tudo pode acontecer. De início as equipes são divididas pelo público. É dada a partida, times divididos, o mestre de cerimônia o ator Tomaz Nogueira expõe as regras. Para cada prova tempos definidos e objetivos a serem cumpridos. Tema sorteados, é dada a partida! Cada time seu grito de guerra, e para cada espectador o direito de votar e torcer para equipe escolhida. No palco as máscaras de Bali: Os Bondrés. Estas máscaras esculpidas em madeiras são originais do Topeng manifestações populares associada aos cultos nos templos da ilha de Bali. Direção de Fabianna de Mello e Souza. Com Os Bondrés DJ Jojô Rodrigues. Dia 31 de agosto, quinta-feira, às 20h. Teatro Ipanema. R$ 30. Classificação: livre.

 

AMOR E TRAIÇÃO NO CALABAR – Os jovens Luiz Silva e Carla Almeida se conhecem e se apaixonam perdidamente, ainda muito jovens. Levado pelo pai, Sr. José ao Calabar para cuidar de sua mãe Dona Marlene, gravemente doente, ele, o músico, Luiz, cai de amores, seduzido pela irresistível e ambiciosa, filha de uma respeitável família da comunidade, Carla. O casal vive um amor explosivo e desafiador. Moradores da favela baiana Calabar, eles casam-se às pressas e vive uma montanha russa para lidar com as adversidades que a realidade lhes apresenta. O casal Fátima Pires (prostituta) e Chico Capoeira com seu embate ético-social-criminal formam outro eixo dramático com a desbocada e despudorada travesti Joana Dark e seu protegido Reginaldo. Texto adaptado e direção de Denílson Graco. Com os alunos que concluíram a oficina teatral Amor e Traição no Calabar. De 11 a 27 de agosto. Sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 19h. R$ 30. Teatro Municipal Gonzaguinha. Classificação: 16 anos.

 

A DESCOBERTA DAS AMÉRICAS – O espetáculo vem, desde sua estreia em 2005, traçando um caminho amplo e diverso, se levarmos em conta os variados públicos e espaços cênicos que já percorreu. Pequenas cidades do interior, grandes centros cosmopolitas, circuitos universitários e temporadas em salas de teatro, além de diversos Festivais no Brasil e no exterior, possibilitaram encontros de uma grande diversidade de público com o espetáculo solo de Julio Adrião que, com uma atuação intensa e despojada narra, com rude ironia, uma outra versão da nossa história, que leva o público a uma inesperada reflexão sobre o período inicial da colonização do Novo Mundo. Texto de Dario Fo. Adaptação e tradução de Alessandra Vannucci e Julio Adrião. Direção de Alessandra Vannucci. Com Julio Adrião. De 22 a 30 de agosto. Terças e quartas-feiras, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 14 anos.

 

ACORDA AMOR – "Acorda, amor!" usa uma narrativa pouco convencional para lançar um olhar ao mesmo tempo particular e universal sobre aspectos básicos do ser humano — seus medos, suas fragilidades, suas convicções. A partir do clássico "A Bela Adormecida", o espetáculo solo "Acorda, amor!", apresenta uma inusitada narrativa onde a atriz Florencia Santángelo apresenta uma história que muitos conhecem, mas de forma inédita. Com humor e ironia, o texto apresenta o clássico conto de fadas, direcionado para o público adulto. Desde 2014 o espetáculo teve mais de 80 apresentações, passando por importantes festivais de teatro dentro e fora do Brasil, conquistando diversos prêmios de melhor atriz e melhor espetáculo, entre outros. Direção de Marcos Camelo. Com Florencia Santángelo. Dia 31 de agosto, quinta-feira, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 10 anos.

 

ATÉ A PRÓXIMA ESTAÇÃO – Quatro estações do ano e quatro momentos distintos na vida de um casal são a matéria prima do espetáculo, que aborda, de forma poética, encontros entre um homem e uma mulher em diferentes fases da vida. "Até a Próxima Estação" é o mais novo trabalho da Cia. Teatral Casa dos Azulejos e enseja uma resposta dramatúrgica a algumas questões essenciais da vida: o amor, a solidão, a espera, a esperança e a morte. Dividida em quatro pequenas cenas, também chamadas de quadros, cada uma delas ambientada em uma estação do ano, a peça, que conta com texto de Rodrigo Murat, direção de Nelson Yabeta, além das atuações de Anderson Guimarães e Paula Furtado, emociona e diverte, sempre com muita delicadeza, poesia e humor. Texto de Rodrigo Murat. Direção e trilha sonora de Nelson Yabeta. Com Anderson Guimarães e Paula Furtado. De 5 a 20 de agosto. Sábados e domingos, às 20h30. Teatro Municipal Ziembinski. R$ 30. Classificação: 12 anos.

 

BATALHA DE IMPROVISAÇÃO COM MÁSCARAS – Cerca de vinte atores se lançarão em uma apresentação imprevisível (literalmente), onde tudo é improvisação. A DJ Jojô Rodrigues dá o tom da festa e aumenta adrenalina dos jogadores. O público escolhe os temas a serem improvisados, vota, torce e participa da apresentação, compartilhando o processo de criação com os jogadores. Inspirando-se nos jogos de improvisação muito populares nos países como Canadá, Bélgica, França entre outros e investigando a tradição secular do improviso das máscaras, a diretora Fabianna de Mello e Souza concebeu este espetáculo de caráter itinerante. Direção de Fabianna de Mello e Souza. DJ: Jojô Rodrigues. Dia 17 de agosto, quinta-feira, às 20h. R$ 30. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: livre.

 

BICHO DOIDO – Monólogo, com diversas histórias fictícias e reais sobre pessoas viventes nas ruas da Compensa, bairro periférico de Manaus. A dramaturgia revela um ser, que no convívio social chega a ser chamado de louco, com o discurso de várias pessoas, narrando uma trajetória atemporal e em espaços múltiplos, como se tudo fosse a própria vida dele. Perdido entre seus desejos, os de seus parentes e amigos, está num lugar em que o estado de exclusão lhe foi dado como condição. Para dizer o que quer e o que precisa, o Bicho Doido grita seus problemas, relembra momentos em que a vida lhe foi mais potente e até feliz, protesta e abusa da licença para loucura dele e de quem o ouve. Texto e encenação: Adanilo. Dia 17 de agosto, quinta-feira, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 14 anos.

 

CAMA DE GATO – A peça conta a história da aproximação entre três garotos de programa com uma misteriosa e elegante travesti, chamada Lois Lane. Ela aparece na vida de Mike, Biel e Bruno para quebrar preconceitos. A narrativa é costurada por músicas e debates sobre aceitação, distorção de valores, comercialização das relações e amor. "Cama de gato" fala de amor. Amor capaz de quebrar barreiras. Amor capaz de transformações. Texto de Max Mendes. Direção de Marcello Gonçalves e Marcelo Dias. Com Fabrício Portela, Fernando Dolabella, Henrique Sathler, Hugo Carvalho, Thiago Tenório, Tiago Homci, e a DJ Cacá Werneck. De 10 de agosto até 1º de setembro. Quintas e sextas-feiras, às 22h30. Sala Municipal Baden Powell. R$ 40. Classificação: 16 anos.

 

CHABADABADÁ – Comédia musical baseada em três livros do jornalista e escritor Xico Sá. Cronista colecionador de costumes, Xico descreve em seus livros ― "Chabadabadá", "Modos de Machos e Modinhas de Fêmeas" e no recente "Os Machões Dançaram", o personagem do "Macho-Jurubeba", o homem que está perdendo território para o sujeito contemporâneo, que teme amar e aposta no amor líquido, ou seja, na fragilidade dos laços humanos e em relacionamentos descartáveis. Sua obra versa justamente sobre a possiblidade do encontro amoroso em tempo de relações tão fugazes e vazias. Como se fora um antigo programa da madrugada de uma rádio AM, o espetáculo reúne uma seleção das crônicas narradas por um radialista de codinome Francisco Reginaldo, que dá conselhos amorosos e conta de suas aventuras e desventuras. Fala de vitórias e derrotas de quem não se esconde e se entrega diante do menor sinal de paixão. Seus conselhos de amor são costurados por todo um cancioneiro popular, uma compilação da obra de um artista que fez de toda a sua carreira uma devoção às mulheres: o inesquecível Wando. Adaptação e interpretação de Marcos França. Direção de Thelmo Fernandes. De 31 de agosto a 29 de setembro. Quintas e sextas-feiras, às 20h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 40. Classificação: 16 anos.

 

COMPLEXO DO RISO – Evento de Stand-up Comedy que ficou conhecido por ser um dos primeiros eventos de comédia da Penha e Zona Norte do Rio, conta sempre com comediantes de Stand up comedy com passagens pela TV e internet e Personagens populares. Produtores: Marlúcia Ribeiro e Rapha Braga. Com Rapha Braga, Hugo de Faria, Chesman Padim e Jansen Serra. Dia 11 de agosto, sexta-feira, às 20h. R$ 20. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: 16 anos.

 

CABEÇA DE NEGO – A peça tem dramaturgia construída por João Carlos Artigos, Fábio Freitas, Sérgio Machado e Leris Colombaioni, parceiros de longa data. Esse encontro tem como ponto de ligação a inquietude constante do aprimoramento das tecnologias humanas ligadas ao exercício do ofício e a função do palhaço na sociedade. Nele, o palhaço se vale de seu poder sensual utilizando técnicas como mágicas, jogos participativos, malabares, dança, música e muito humor para subverter a expectativa da audiência de uma obra fechada para generosamente acionar o desejo inexorável de todo ser humano de brincar. Concepção e Dramaturgia: João Carlos Artigos e Sérgio Machado. Performance de João Carlos Artigos. Direção de Sérgio Machado. Dias 15 a 16 de agosto, terça e quarta-feira, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 12 anos.

 

CLUBE DA COMÉDIA CARIOCA – O projeto Clube da Comédia Carioca chega com a proposta de juntar em um só universo o melhor que a comédia brasileira vem apresentando nos últimos tempos. Com o objetivo de misturar diferentes formas de humor, através dos mais variados convidados. Ed Gama é o Mestre de Cerimônias com piadas e imitações ciceroneando novos e velhos do humor. Com Felipe Absalão, Gigante Léo, Rafael Studart, Sil Esteves, Iuri Salvador, Kiko Oliveira, Chico Vibe, Victor Lamglia, Marcos Castro, Raphael Ghanem, Italo, Marcelo Duque, Ju Querido, Xanda Dias, Magno Navaro, entre outros. De 3 a 31 de agosto. Quintas-feiras, às 22h. R$ 30. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: 18 anos.

 

COLÔNIA – Neste espetáculo, o espectador é convidado a acompanhar o desdobramento do conceito de "Colônia", desde a integração dos insetos, a conturbada fase de colonização brasileira, à trágica experiência dos pacientes do hospital psiquiátrico "Colônia" em Barbacena (MG). Em meio ao caos da lógica, o espetáculo resgata e provoca o sentido dos pensamentos nascidos de um espaço úmido entre o conceito e a poesia. Texto de Gustavo Colombini. Concepção e intepretação de Renato Livera. Direção de Vinicius Arneiro. De 12 de agosto a 4 de setembro. Sábados, domingos e segundas, às 19h. R$ 30. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: 14 anos.

 

CONCRETO – Como resultado da oficina O Processo Criativo do Ator, ministrada por Daniel Belmonte na Universidade Candido Mendes, a turma apresenta a prática de montagem Miopia, um olhar coletivo sobre o caos da cidade e a solidão da vida urbana. O espetáculo é uma perspectiva poética sobre a rotina, um olhar de esperança que se contrapõe à violência do cotidiano. Direção de Daniel Belmonte. Texto de Isadora Krummenauer, baseada nas ideias do grupo. Com Alice Botelho, Bruna Meirelles, Bruno Jablonski, Cristian Ferrreira, Diego Avila, Isadora Krummenauer, Isis Pessino, Joyce Herrera, Julia Tupinambá, Rafael Saraiva, Rita de Cássia Gomes, Isadora Krummenauer, Livia Feltre, Lorena Lima, Mariana Fonseca, Nayla Mia, Samuel Valladares. Dias 4, 5 e 6 de agosto. Sexta, sábado e domingo, às 19h. R$ 20. Teatro Municipal Gonzaguinha. Classificação: livre.

 

EUGÊNIA – Espetáculo teatral que mostra uma parte quase obscura da história de Dom João VI. A comédia tem texto de Miriam Halfim e direção de Sidnei Cruz e traz a atriz Gisela de Castro em seu primeiro monólogo, como a dama da Corte portuguesa Eugênia José de Menezes (1781-1818), que sai do túmulo para contar sua história, incluindo um romance com Dom João VI, de quem engravidou e, por isto, foi expulsa da Corte, exilada num convento. A peça pretende discutir o papel da mulher na formação da identidade brasileira, levantando questões de gênero ao longo da história, mas lançando um olhar contemporâneo sobre a mulher do final do século XVIII e início do XIX." Texto de Miriam Halfim. Direção de Sidnei Cruz. Interpretação: Gisela de Castro. Dia 5 de agosto, sábado, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 12 anos.

 

FAVELA – A comédia musical Favela comemora cinco anos de sucesso com uma nova temporada no Teatro Carlos Gomes. O espetáculo mostra o dia a dia na favela, sem falar apenas de bandidos, mostra pessoas comuns, relações familiares, relações de amor, mostra o cotidiano de seus moradores. Com direção de Márcio Vieira e texto de Rômulo Rodrigues, o espetáculo traz, através de suas piadas e cenas cômicas, questionamentos como: "A vida é feita de Escolhas?". O que você quer da vida? Que escolhas você fez? Onde elas te levaram? Que escolhas você fará? "Favela" conta de forma bem divertida histórias como: A senhora aposentada que passa o dia na janela observando a vida alheia; o pastor de uma igreja preocupado que sua única filha se misture com os outros jovens da favela; o casal que vive brigando e fazendo as pazes; a mãe solteira de vários filhos com nomes de famosos; o malandro mulherengo que não se entende com a mãe evangélica e, protagonizando a história, dois jovens primos que fazem escolhas opostas na vida. Texto de Rômulo Rodrigues. De 11 de agosto a 3 de setembro. De quinta a sábado, às 19h, e domingos, às 17h. R$ 30. Teatro Municipal Carlos Gomes. Classificação: 12 anos.

 

EXTRAVASA, O MUSICAL – A fase da adolescência marca a transição da infância para a fase adulta. Durante esse período, é comum que haja mudanças físicas, psicológicas e sociais, como isto tudo pode aparecer ao mesmo tempo, é normal que aconteçam conflitos internos e externos. O Musical Extravasa, vêm retratar tipos de conflitos que ocorrem nesta fase e, após serem internados em uma clínica de terapia intensiva por seus familiares ou alguém muito próximo, eles têm a ajuda de um terapeuta para superar tais questões. Texto e direção de Nado Grimberg. Dias 19, 20, 26 e 27 de agosto. Sábados e domingos, às 20h. R$ 30. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: 10 anos.

 

EXTRAVASA, O MUSICAL – A fase da adolescência marca a transição da infância para a fase adulta. Durante esse período, é comum que haja mudanças físicas, psicológicas e sociais, como isto tudo pode aparecer ao mesmo tempo, é normal que aconteçam conflitos internos e externos. O Musical Extravasa, vêm retratar tipos de conflitos que ocorrem nesta fase e, após serem internados em uma clínica de terapia intensiva por seus familiares ou alguém muito próximo, eles têm a ajuda de um terapeuta para superar tais questões. Texto e direção de Nado Grimberg. Dias 19, 20, 26 e 27 de agosto, sábados e domingos, às 20h. R$ 30. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: 10 anos.

 

FRICÇÃO – A peça narra a trajetória de homem, que quando jovem teve seu corpo violentado. Um menino entre outros tantos abusados a cada dia em todo o mundo. Agora já adulto e enrijecido pelo peso das cicatrizes que o episódio vivido na infância o obrigou a carregar ao longo da vida. Como atravessar a dor e a culpa? Como libertar esse corpo adestrado tão cedo pela violência sexual? Texto e interpretação de Breno Motta. Direção de Morena Cattoni. De sábado a segunda, às 19h, até 7 de agosto. R$ 30. Espaço Cultural Sérgio Porto. Classificação: 18 anos.

 

LORETA – Idealizado por Sidnei Cruz e Cristina Flores, o projeto "Loretta" se integra às pesquisas sobre performance e outras formas de discursos cênicos. É a segunda parte de uma trilogia chamada "60/70 não têm pra ninguém". A pesquisa está ancorada na investigação de Cristina Flores sobre o uso do ponto como máquina de memória e repetição. Superpondo a voz gravada com a voz ao vivo da atriz personagem, transferindo a voz para outros suportes como telefone celular, caixa de som, sampleador e microfone a performance cria uma atmosfera polifônica. Os espectadores são estimulados a experimentar falar, repetir e dialogar com o ponto, com a atriz e interagir com a assembleia presente no ato da performance. Texto de Copi – Raúl Dalmonte Botana. Direção de Sidnei Cruz. Dias 19 e 26 de agosto. Sábados, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 14 anos.


MÃES DE UTI – O espetáculo, que foi concebido a partir de relatos reais colhidos através de entrevistas com mães de prematuros, aborda, na fronteira entre ficção e realidade, as dores, angústias e alegrias por que passam milhares de mulheres que, diariamente, vivem a experiência de fazer da UTI neonatal o seu lar, enquanto acompanham o desenvolvimento de seus filhos. "Mães de UTI" se insere na tradição do teatro documentário, onde fatos, dados e documentos reais ganham roupagem cênica. A dramaturgia, assinada por Vinicius Baião, também diretor do espetáculo, foi produzida quase integralmente com trechos desses relatos. O elenco é formado por Leandro Fazolla, Higor Nery e Gabriela Estolano, atriz que protagoniza o espetáculo, vivendo, simultaneamente, a história de Fabiane Simão, umas das mães entrevistadas, e a si própria, quando tem a oportunidade de tecer comentários críticos sobre a realidade vivida por quem necessita das UTI`s neonatais brasileiras. De 4 a 27 de agosto. De sexta a domingo, às 20h. R$ 30. Teatro Municipal Café Pequeno.

 

MAMÃE – Depois da arquiteta Marpe Facó receber um diagnóstico de um tumor cerebral, em 2010, Álamo Facó vivenciou 100 dias de uma verdadeira jornada emocional. Sempre ao seu lado, o ator e dramaturgo acompanhou em detalhes o tratamento, a luta e o dia a dia de sua mãe. Após seu falecimento, mergulhou em um processo de criação que chamou de "A Síntese do Relevante", de onde nasceu o monólogo Mamãe. Influenciado por artistas como Sophie Callle, Lygia Clark e Bruce Nauman, a peça não traz o drama exacerbado das histórias com essa temática, nem tampouco sua estética traz os tons pastéis de um hospital. A peça tem como prioridades, o encontro com o espectador e a busca pelo ineditismo, como possibilidade. Texto e atuação de Álamo Facó. Direção de Álamo Facó e Cesar Augusto. Dia 12 de agosto, sábado, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 12 anos.

 

OCUPAÇÃO RIO DIVERSIDADE – O espetáculo reúne expoentes do teatro carioca em quatro peças curtas que celebram a diversidade sexual e de gênero. Conduzida pela dragqueen Magenta Dawning a OCUPAÇÃO RIO DIVERSIDADE apresenta solos consagrados pela crítica: Larissa Bracher, em Genderless – Um Corpo Fora da Lei, de Marcia Zanelatto e direção de Guilherme Leme Garcia; Kelzy Ecard, em Como Deixar de Ser, de Daniela Pereira de Carvalho e direção de Renato Carrera; Thadeu Matos em A Noite em Claro de Joaquim Vicente e direção de Cesar Augusto; Gabriela Carneiro da Cunha em Flor Carnívora de Jô Bilac e direção de Ivan Sugahara. As quatro peças têm Texto de Marcia Zanelatto com direção Guilherme Leme Garcia, com Larissa Bracher, Genderless – Um Corpo Fora da Lei é inspirado na história real de Norrie May-Welby que, em 2010, depois de travar uma luta contra o Estado da Austrália, se tornou a primeira pessoa do mundo a ser reconhecida como "sem gênero específico" (genderless). A partir do fato, a peça reflete poeticamente sobre os gêneros masculino e feminino e os conflitos entre as identidades sexuais e as estruturas sociais. Como Deixar de Ser tem texto de Daniela Pereira de Carvalho e direção de Renato Carrera. Na montagem, uma mulher de meia idade, interpretada por Kelzy Ecard, que está presa dentro de um "armário-sala", herança da mãe, simbolizando sua prisão interna. Já o texto de Joaquim Vicente A Noite em Claro tem direção de Cesar Augusto em solo de Thadeu Matos. O autor lembra que ainda estava sob o impacto do assassinato do diretor teatral Luiz Antonio Martinez Correa nos anos 1980 quando, numa manhã, um amigo e escritor famoso, chegou pouco antes de amanhecer à sua casa e contou que tinha passado "a noite em claro" com um assassino que talvez fosse o mesmo procurado pela morte de Luiz Antonio. O contundente e verídico relato foi transformado em peça. A última peça da noite, de Jô Bilac, com direção de Ivan Sugahara e solo de Gabriela Carneiro da Cunha, é Flor Carnívora. Em plenária, a flor carnívora afirma o hermafroditismo das plantas, sua indefinição de gênero, sua intersexualidade, e protesta contra a colonização organizadora do homem, que procura catalogar e normatizar o que a natureza criou diverso. Um ato de liberdade por um mundo menos transgênico e mais transgênero. Idealização e Direção Geral: Marcia Zanelatto Elenco: Bruno Henriquez, Gabriela Carneiro da Cunha, Kelzy Ecard, Larissa Bracher e Thadeu Matos. Direção: César Augusto, Guilherme Leme Garcia, Ivan Sugahara e Renato Carrera. Sábados e segundas, às 21h, e domingos, às 20h, até 14 de agosto. R$ 40. Teatro Ipanema. Classificação: 14 anos.

 

OPEN BAR: A PEÇA – UMA COMÉDIA DE BAR – Histórias rotineiras da vida boêmia são apresentadas através de personagens típicos. No Bar de Arnaldo e André nos deparamos com várias figuras e situações que, mesmo parecendo inusitadas e beirando ao absurdo, sabemos que acontecem com frequência na vida noturna. Quem não conhece um garçom amigo, uma bêbado inconveniente, uma funcionária atraente? Quem nunca viu um casal brigando, outro se encontrando? Quem nunca foi perturbado por alguém vendendo qualquer coisa e quem nunca se divertiu com todas essas situações? Texto de Douglas Cordeiro. Direção de Marcela Rebel. Dias 10, 17 e 24 de agosto, quintas-feiras, às 19h. Dias 26 e 27 de agosto, sábado e domingo, às 20h. R$ 40. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: 16 anos.

 

O SONHO DE UMA FLAUTA – O solo narra a história de um rapaz que sai de seu pequeno vilarejo, para aventurar-se no gigantesco mundo. A história é uma alegoria do rito de passagem natural do homem, quando deixa a adolescência para entrar na fase adulta. Os medos, anseios, saudades, alimentam a coragem que fazem romper as fronteiras que nós mesmos criamos para nos sentir seguros. A obra teatral é uma livre adaptação do conto homônimo de Hermann Hesse. Direção de Roberto Rodrigues. Atuação de Bruno Donaz. Dia 24 de agosto, quinta-feira, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: livre.

 

PERFUME DE GARDÊNIA – Homossexual Doralinda é vítima de um ato extremo de homofobia e preso para averiguação sobre o que diz, ser verdade ou mentira. Provocando e defendendo-se; expondo-se e também as contradições humanas, ela encara rostos que não vê; responde a perguntas não formuladas, mas sente que estão à sua volta, incisivos, inquisidores, lembrando-a da sua opção sexual e do espaço que deve ou não ocupar no mundo. O solo de autoria de Delcio Teobaldo e com direção de Ribamar Ribeiro. De 1º a 30 de agosto. Terças e quartas, às 20h. R$ 20. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: 18 anos.

 

PORTÁTIL – Espetáculo de improvisação do Porta dos Fundos em formato longo com os atores Gregório Duvivier, João Vicente de Castro, Luis Lobianco, Gustavo Miranda e o músico Andres Giraldo. Cada espetáculo parte de uma entrevista com a plateia que dá origem a uma peça inteiramente improvisada, com início, meio e fim. Com os poucos dados que a pessoa escolhida na plateia fornece aos atores, além de uma trilha sonora composta no momento, o elenco cria uma narrativa própria que percorre as memórias do entrevistado. No final, o resultado é um espetáculo orgânico, diversificado, que passeia por diversos personagens, épocas e lugares, a fim de contar a história de uma pessoa. De 11 a 27 de agosto. Sextas e sábados, às 20h, domingos, às 19h. R$ 50. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: 12 anos.

 

RICARDO – UM HOMEM DO SEU TEMPO – Vestido com a camisa do time do Leicester e com uma bola de futebol em mãos, o ator conta à plateia que, segundo os Ingleses, a conquista do campeonato Inglês em 2016 pelo clube é atribuída a Ricardo III. Eles acreditam que o espírito do monarca teria passado a trazer sorte para o time local desde quando, durante a construção de um estacionamento na cidade em 2012, sua ossada foi encontrada. A bola se transforma em corcunda e, com uma capa sobre os ombros e uma espada em punho, o ator assume o corpo disforme de Ricardo III e convida o público a imaginar uma tenda no centro da cena e, a partir daí, o conduz a vivenciar e refletir sobre essa e outras estórias. Texto e interpretação de Alexandre Gomes. Direção de Wellington Fagner. Dia 10 de agosto, quinta-feira, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 12 anos.

 

RESIDÊNCIA NO REDEMOINHO – A dramaturgia, inspirada no universo do sertão geográfico e mitológico que se descreve na Literatura Brasileira do Séc XX, coloca essa mulher no limiar da solidão e através dela, diz do próprio ser humano, seus jogos de sobrevivência e estratégias de poder. Dramaturgia e atuação de Karol Schittini. Direção de Jiddu Saldana. Dia 3 de agosto, quinta-feira, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 16 anos.

 

SINTA LIGA – Alexandra Dias, Ju Querido e Sill Esteves são as responsáveis pela criação do show de humor Sinta a Liga Comedy, onde situações do cotidiano são expostas de maneira natural e inteligente. Alternando entre stand up, pequenos shows musicais e doses de improviso, elas levam bom humor e diversão para o público em uma hora de espetáculo. De 1º a 29 de agosto. Terças-feiras, às 22h. R$ 40. Classificação: 16 anos.

 

SE VIVÊSSEMOS EM UM LUGAR NORMAL – Encenada, adaptada e dirigida por Roberto Rodrigues, o romance, de texto direto e bem-humorado e às vezes irônico, narra a saga de Orestes, um dos sete filhos de uma família cujo pai é um professor de educação cívica, mestre em propagar todo tipo de impropérios, e a mãe, uma típica personagem do melodrama mexicano. Texto de Juan Pablo Villalobos. Adaptação e interpretação de Roberto Rodrigues. Dias 4, 11, 18 e 25 de agosto, sextas-feiras, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 14 anos.

 

TUDO O QUE HÁ FLORA – Flora é uma dona de casa que cumpre um ritual diário enquanto espera o marido para o almoço. A espera ainda traz à tona aquela mesma ansiedade. Nada como os privilégios de um casal apaixonado. Quando a rotina parece cumprir seu papel, Flora recebe uma visita inesperada de dois conhecidos. Em meio à tensão gerada pela presença dos dois homens em sua casa e pela iminente chegada do marido, discussões e revelações levam Flora a um inevitável reencontro com um passado que ela insiste em tentar esquecer. Texto de Luiza Prado. Direção de Daniel Herz. Com Leila Savary, Lucas Drummond e Thiago Marinho. De 26 de agosto a 2 de outubro. Sábados, às 21h, e domingos e segundas, às 20h. R$ 40. Teatro Ipanema. Classificação: 14 anos.

 

VAMOS ASSALTAR UM BANCO – O espetáculo tem uma premissa muito simples: vamos planejar junto com os espectadores um assalto a um banco, e tomar em nossas próprias mãos a redistribuição de riquezas. O assalto futuro é preparado em seus mínimos detalhes. Os atores Stella Rabello e Fábio Osório Monteiro são o cérebro desta trama, e se encarregam de que cada espectador tenha um papel fundamental numa engrenagem que deve funcionar com perfeita precisão. Como em uma daquelas armadilhas absurdamente complicadas que o gato constrói para capturar o rato em Tom & Jerry ou nas coreografias enganosas de "Onze Homens e Um Segredo" e "Golpe de Mestre". Texto de Alex Cassal. Direção de Renato Linhares e Emanuel Aragão. Com Fábio Osório Monteiro e Stella Rabello. De 5 a 28 de agosto. Sábados e segundas, às 21h, e domingos, às 20h. R$ 40. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: 14 anos.


VIROU QUE VIROU – O espetáculo narra a trajetória de uma mulher cujo sonho consiste em virar sempre outras coisas, e que em nome da sua total independência abdica da sua feminilidade e da sua identidade. Sua interlocução com o mundo é feita através dos objetos que a cercam e do seu animal de estimação. Ela se comunica com eles como se eles fossem pessoas. De tanto querer ser outra coisa o seu corpo começa a se transformar, até que um dia ela acorda em um outro corpo de um homem. Direção, texto, criação e interpretação de Eber Inácio. Dias 1º e 2 de agosto, terça e quarta-feira, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 14 anos.
 

 

 

 

 

A ARCA DOS BICHOS – Durante toda a vida, dez espécies de animas viveram juntas navegando em uma grande arca. Tudo ia bem até chegar a notícia que uma enchente estava prestes a invadir a arca. Todos queriam sobreviver, e a solução para isso foi decidida em conjunto. Através de um texto comovente, com números musicais, os animais contam suas histórias. O que a princípio parecia ser uma maneira de esquecer a tragédia, acabou revelando-se a grande traição de um dos integrantes. Texto, direção e coreografias de Renata Maia. Com Beatriz Faria, Chiara Monteiro, Eduarda Souza, Gabriel Bessa, Gabriela Leite e elenco. De 5 a 13 de agosto. Sábados e domingos, às 16h. R$ 30. Teatro Municipal Gonzaguinha. Classificação: livre.

 

CANTANDO HISTÓRIA E CIRANDAS – Inventividade, criatividade e alegria se misturam em "Cantando Histórias e Cirandas", um show musical entremeado de narrações, histórias cantadas e interações com a plateia. Em cena, o músico Joaquim de Paula canta, narra histórias, toca sanfona de oito baixos, rabeca, flauta e outros instrumentos criados especialmente para sonorizar determinados momentos da apresentação. Durante o show, como em uma brincadeira de criança, o artista manipula vários adereços, bonecos e um cenário móvel, criando assim um clima de fantasia e envolvimento com a plateia, que é sempre convidada a interagir com a cena, participando ativamente do espetáculo. Texto e músicas das histórias cantadas de Joaquim de Paula. Com Joaquim de Paula (músico contador de histórias). Dias 5 e 6 de agosto. Sábado e domingo, às 16h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.

 

DOMINGO DAS CRIANÇAS – Domingos, às 16h. R$ 20. Com Paulo Bi apresenta É um assombro, dia 6; Fátima Café apresenta Dona Velhinha e o Boneco de Piche, dia 13; Flores D'água Contadoras de Histórias, dia 20; e Roni e as Figurinhas, dia 27. Centro da Música Carioca Artur da Távola (Tel.: 3238-3831). Classificação: livre.

 

JOGO! – Espetáculo do grupo Bando de Palhaços, vencedor do prêmio CBTIJ 2016 na categoria Melhor Coletivo de Atores, realiza uma viagem pelo mundo dos esportes, numa emocionante e divertida partida na qual, muito mais importante do que ganhar ou perder, é o prazer de jogar. Com uma trilha sonora composta por músicas clássicas, e fortemente inspirado na estética dos desenhos animados antigos. Direção: Bando de Palhaços. Concepção, dramaturgia e atuação de Ana Carolina Sauwen, Matheus Lima Tiago Quites e Camila Nhary. Dias 19, 20, 26 e 27 de agosto. Sábados e domingos, às 16h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 30. Classificação: livre.

 

FÁBULAS FABULOSAS – Espetáculo de histórias cantadas estruturado com diversificadas técnicas teatrais e linguagens múltiplas artísticas, onde são contadas fábulas para ressaltar a importância do livro e homenagear Monteiro Lobato. As narrativas são costuradas com canções criadas para os personagens, que envolvem a plateia e as torna parte integrante do espetáculo. Texto e interpretação de Jujuba e Ana Nogueira. Direção de Ludmila Breitman. Dias 26 e 27 de agosto. Sábado e domingo, às 16h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.


HUMANIMAL – Espetáculo teatral destinado a crianças em formação (desde bebês até oito anos) para estimular seus sentidos e sua percepção. A força da criatividade infantil e sua mente infinita, brincando com as invenções e transformações a partir do que parece "o nada", mas revela, em surpresas, um mundo novo e único! Em ―HumAnimaL as performers do Circo da Silva, Fernanda Marques e Isabel Abrantes, transitam pela fina
fronteira que há entre o ser humano e o animal, conduzidas pelo universo musical. A cena teatral inicia com as duas performers surgindo como bolinhas, que podemos confundir com qualquer coisa, tecido, papel, o que a imaginação permitir. Direção de Paula Preiss. Com Fernanda Marques e Isabel Abrantes. Dias 5 e 6 de agosto, sábado e domingo, às 16h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 30. Sala Municipal Baden Powell. Classificação: livre. 

 

MAKUPUNI – Numa ilha do futuro, crianças são fabricadas e são entregues em caixas nas casas dos seus pais. Elas nascem perfeitamente educadas e adaptadas às suas famílias. Porém, três crianças nascem fora do padrão dos pais: um menino-polvo, uma menina-âncora e um menino-livro. Eles são devolvidos por não se adaptarem às casas em que foram recebidos. A missão do público, através de um software de votação onde podem decidir alguns rumos da história, é ajudar na reintegração dessas crianças que precisam se adaptar e, mais do que isso, se entender e se aceitar nos ambientes da casa, da família, dos amigos e dos sonhos. Com Miguel Araújo e Luiza Sussekind. De 5 de agosto a 10 de setembro. Sábados e domingos, às 16h. R$ 40. Teatro Ipanema. Classificação: livre.

 

O INCANSÁVEL DOM QUIXOTE – Espetáculo de histórias fantásticas do famoso cavaleiro errante que sai de casa com o desenfreado desejo de transformar o mundo num lugar melhor. Ao lado de seu fiel escudeiro, Sancho Pança, sua incrível jornada é recheada de humor, lirismo e provas de obstinação. Neste premiado solo narrativo, o ator tem que permanecer num constante estado de atenção e presença para criar uma relação de troca com os espectadores. Tudo se resume a uma mala, um ator, a plateia e o jogo. Texto de Maksin Oliveira. Direção de Reinaldo Dutra. Com Maksin Oliveira. Dias 8 e 9 de agosto, terças e quartas-feiras, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 12 anos.

 

PEDRO E O LOBO – Pedro, um jovem pastor de ovelhas encarregado de tomar conta de um rebanho em um vilarejo, fica entediado com a calmaria de sua atividade e inventa perigos para sua diversão. A partir da fábula de Ésopo, a nova montagem é uma metáfora dinamizada das relações das crianças com o mundo. Pedro é um menino que divaga entre a realidade e a imaginação para se divertir. Após grande sucesso com os infantis "O Gato de Botas – O Musical", "O Boi da Cara Preta", "O Duende Rumpelstiltskin", "As Aventuras de Pinóquio", "João e Maria – Um Musical" e a Mostra de Teatro Infantil para toda Família. Espetáculo inédito, escrito por Daniel Porto e com direção de Tom Pires, mantém a estética rústica das anteriores e faz curta temporada no Imperator a preços populares. De 12 a 27 de agosto. Sábados e domingos, às 16h. *Dia 26 de agosto - sessão especial com acessibilidade (legendagem e audiodescrição). R$ 30. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: livre.

RIANTE! – O grupo Circo da Silva apresenta o disco "RIANTE!", um trabalho autoral, bilíngue e inspirado no mundo circense. "Riante! foi criado especialmente para divertir as crianças. A cada faixa, o ouvinte se surpreende com a mistura de ritmos e aparição de elementos extramusicais, como brinquedos e efeitos especiais. A banda é formada pela palhaça-cantora UltraVioleta (Paula Preiss), pelo guitarrista-super-herói HomemBunda (Arturo Cussen) e pelo baterista-cozinheiro SiriPolvo (Reubem Neto). Dias 12 e 13 de agosto, sábado e domingo, às 16h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 30. Classificação: livre. 

 

TAGARELANDO – Os saltimbancos Severino e Catirina são rivais e precisam aprender um pouco com as histórias que contam por aí, como em "As Aventuras de Kadan" e "Farunk". Os filhos do governante de Argeron não se entendem, e isso faz com que a população fique dividida. Por esse motivo a Amizade e a Felicidade foram embora de Argeron, que poderá ser destruída por Suez, o Deus do vento que faz a curva. O espetáculo faz uma reflexão sobre a amizade e a felicidade através de uma história guiada por muita acrobacia, dança e música ao vivo. Texto e direção de Wanderson Rosceno. Com Bárbara Abi-Rihan e Fábio Lacerda. De 5 a 27 de agosto, sábados e domingos, às 16h. Com intérprete de Libras, dias 12 e 13 de agosto. R$ 30. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: livre.
  

 

 

 

 

 

 

 

AYRTON MONTARROYOS – A carreira do jovem intérprete Ayrton Montarroyos começou cedo, quando, aos 16 anos, foi convidado para gravar a música "Riacho do Navio". Mais tarde recebeu a indicação ao Grammy Latino, pelo projeto: "100 Anos de Herivelto Martins, e participou do reallity musical The Voice Brasil. No repertório, "Carinhoso", "Nunca", entre outras composições. Montarroyos estará acompanhado de Felipe S. (violão), Habacuque Lima (violão) e Filipe Massumi (violoncelo). Dia 4 de agosto, sexta-feira, às 20h30. R$ 40. Teatro Ipanema.

 

A BOSSA DE JOÃO DONATO – CONVIDADA: DORINA – O compositor e pianista João Donato apresenta o show A Bossa de João Donato, fruto dos CDs lançados durante a comemoração dos seus 80, intitulados "O Couro Tá Comendo" e "O Bicho Tá Pegando". Tendo como convidada a cantora Dorina, Donato faz um apanhado dos seus maiores sucessos "The Frog", "Bananeira", "Emoriô", "Amazonas", com ênfase para alguns sambas, como "Suco de Maracujá" e "Daquele Amor Nem Me Fale". Com Rubinho Batera (bateria), Luiz Alves (contrabaixo), Ricardo Pontes (sax e flauta) e José Arimatéa (trompete). Dia 9 de agosto, quarta-feira, às 16h. R$ 60. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: livre.

 

A ARTE DE DORI – COM FERNANDO MERLINO E MARCIO LOTT – A Arte de Dori - O show percorre a obra de Dori Caymmi numa releitura de suas músicas pelo Quinteto de Fernando Merlino e com a participação especial de uma das mais belas vozes do Brasil, Márcio Lott. Apesar de o compositor Dori morar por tantos anos em Los Angeles o seu som – exibido no show mostra toda a brasilidade do filho mais velho de Dorival Caymmi, tanto nas composições como nos arranjos, fontes de inspiração para esse show. O quinteto tem na formação Jamil Joanes (baixo), Erivelton Silva (bateria), Julio Merlino (sax e flauta) e José Arimatéa (trompete). O encontro de dois grandes artistas da música popular brasileira. Dia 5 de agosto, sábado, às 21h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 50. Classificação: livre.

 

A HAPPY JOÃO DONATO – TRIBUTO A JOÃO DONATO – Donatinho comanda uma noite em homenagem ao aniversário do pai, reunindo um grande time de artistas, músicos, cantores e instrumentistas, entre eles Ithamara Koorax, Wanda Sá, Ricardo Silveira, Amanda Bravo, Cris Delanno. Seus maiores sucessos estarão presentes como Bananeira, Cadê Você, Até Quem Sabe, Vento no Canavial e A Rã e Emoriô. Dia 16 de agosto, quarta-feira, às 20h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 40. Classificação: livre.

 

AMORA PÊRA – Show de lançamento do disco "Adupé - Nós agradecemos em Iorubá". Se normalmente espera-se que um primeiro trabalho solo de uma cantora coloque-a como personagem única do trabalho, esse não é o caso de "Adúpé – Nós agradecemos em Iorubá]', da cantora carioca Amora Pêra. Trata-se de um disco coletivo – em sua prática e espírito – feito por e para corpos diversos. Dia 18 de agosto, sexta-feira, às 20h30. R$ 20. Teatro Ipanema.

 

AÍLA – Sonoridade pop e discurso ARTivista: Aíla volta ao Rio de Janeiro com nova fase da turnê "Em Cada Verso Um Contra-Ataque", lançado em 2016. No trabalho, Aíla investe em uma sonoridade mais pop, que flerta com as distorções do rock e ao mesmo tempo com os beats eletrônicos. Dia 16 de agosto, quarta-feira, às 20h30. R$ 20. Teatro Ipanema. Classificação: livre.

 

5° MOSTRA ESTÚDIO CARIOCA – A 5ª Mostra Estúdio Carioca tem como objetivo apresentar os trabalhos realizados dentro do projeto Estúdio Carioca realizados no primeiro semestre de 2017. Ao todo, serão nove edições dedicadas aos vários gêneros da MPB. Dias 1º, 8, 15, 22 e 29 de agosto, terças-feiras, às 19h30. R$ 20. Centro da Música Carioca Artur da Távola (Tel.: 3238-3831). Classificação: livre.


CLÁSSICOS DOMINGOS – Com Luis Carlos Barbieri, dia 6; Quinteto Lorenzo Fernandez, dia 13; Trio de Dois, dia 20; e Trio Música Entre Amigos, dia 27. Sempre aos domingos, às 11h. R$ 20. Centro da Música Carioca Artur da Távola (Tel.: 3238-3831).

 

BOCA DO MUNDO – O projeto Música Extemporânea Brasileira - MEB retorna ao Rio, após apresentação na Festa Literária Internacional de Paraty com show marcado no Café Pequeno. O Poeta Torquato Neto entra no repertório de canções do MEB junto com outros grandes, como: Fernando Pessoa, Leminski, García Lorca, Juan Ramón Jiménez. Com Ticiana Passos (voz), Eduardo Lyra (percussão), Flávio Luiz (baixo) e Zé Luiz Rinaldi (criação, composição e violão). Dia 10 de agosto, quinta-feira, às 20h. R$ 30. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.

 

BÁRBARA EUGÊNIA + TATA AEROPLANO - VIDA VENTUREIRA – Em março de 2017, Bárbara Eugênia e Tatá Aeroplano entraram no estúdio Minduca junto com Dustan Gallas, Junior Boca, Bruno Buarque, Clayton Martin e Lenis Rino para gravar o disco "Vida Ventureira", álbum de parcerias inéditas que conta a história de um casal pé na estrada viajando pelo mundo. A dupla criou as canções na Fazenda Serrinha, em contato com a natureza dionisíaca e cercados de muita arte. As músicas surgiram inspiradas num roteiro de cinema, ideia proposta pela Bárbara, que convidou Tatá para compor em parceria as histórias desse disco. Dia 8 de agosto, terça-feira, às 20h30. R$ 30. Teatro Ipanema. Classificação: livre.

 

CEP 20.000 – Desde 1990, o mais tradicional sarau da cidade traz o melhor nas novas gerações de poetas, músicos, performers da cidade. Direção e apresentação de Ricardo Chacal. Dia 31 de agosto, quinta-feira, às 20h. R$ 10. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: livre.

 

CHÃO DE ESTRELAS – O ator Marcos Oliveira apresenta seu mais novo projeto acompanhado pelo músico Thiago Gomes. Desde criança, Marcos Oliveira pensava em ser cantor. Queria participar dos shows de calouros de sua cidade natal, mas seus pais eram contra e foi então que resolveu estudar teatro. Estudou artes cênicas, dança e por fim, teve aulas de canto, para seu trabalho de ator. Conhecido pelo grande público com seus personagens de TV, principalmente o "Beiçola" de "A Grande Família", Marcos nunca abandonou seu grande amor pela música. Em seu primeiro show, Marcos colocou seu público para dançar agarradinho, em Show Chão de Estrelas, ele quer ouvir seu público cantando baixinho, acompanhado pelos acordes do violão de Thiago Gomes. Dia 24 de agosto, quinta-feira, às 20h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno.
Classificação: 12 anos.

 

DOIS TONS – As cantoras e compositoras Lu Dantas e Natália Boere apresentam o show "Dois Tons", que mostra estilos musicais diferentes das artistas. Enquanto a cantora Lu Dantas tem uma musicalidade intensa, acolhedora e ligada à emoção, a cantora Natália Boere mostra a sua música repleta de uma bossa divertida, alegre e muita leveza. Cada uma apresenta seu pocket show com oito canções, a maioria autoral. Uma banda formada por violão/guitarra e bateria acompanha as cantoras. Dia 17 de agosto, quinta-feira, às 20h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.

 

DORINA CANTA SAMBAS DE ALDIR E OUVIR – Show com a cantora e sambista Dorina que traz o seu novo trabalho "Sambas de Aldir e ouvir". No repertório, achados maravilhosos, tratando-se da obra de Aldir Blanc, não podia ser diferente. Além das memoráveis obras-primas do "mestre das palavras", há uma inédita com Moacir Luz e Luiz Carlos da Vila, uma inédita para o show composta especialmente para a intérprete, e as parcerias de Aldir com Wilson das Neves, Guinga, Sueli Costa, Maurício Tapajós, Sílvio da Silva e João Bosco. Dia 27 de agosto, domingo, às 19h. R$ 40. Sala Municipal Baden Powell. Classificação: livre.

 

DOMINGOS CLÁSSICOS INTERNACIONAIS – Apresentação de corais da Associação de Canto e Coral do Rio de Janeiro. Programa: Villa-Lobos; Hekel Tavares, Mignone, Padre José, Maurício e Ronaldo Miranda. Dia 6 de agosto, domingo, às 11h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 20. Classificação: livre.

 

DOMINGOS CLÁSSICOS INTERNACIONAIS – Com Sérgio Barboza e Orquestras de Educação (Uerê, Grota do Surucucu, Villa-Lobos e as Crianças) Programa 1 - O canto do pajé – Villa-Lobos 2 – La Folia – Corelli 3 – As! Vous dirai-je maman – Mozart 4- Prelúdio in Cm – Chopin 5 – Prece – Nepomuceno 6 – Gaúcho – C. Gonzaga 7- Jardim de Oeira – Waldemar Henrique 8 - Geni e o Zeppelin – Chico Buarque 9- Maria – Sérgio Barboza 10 - Prelúdio Bachianas 4 – Villa-Lobos. Dia 13 de agosto, domingo, às 11h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 20. Classificação: livre.

 

DOMINGOS CLÁSSICOS INTERNACIONAIS – ORQUESTRA RIO CAMERATA – No programa: Bach, Haendel e Mozart. Dia 20 de agosto, domingo, às 11h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 20. Classificação: livre.

 

DUO SOB DESVIOS – Cruzamento entre teatro, dança, literatura e artes visuais. Interpretação: Cadu Cinelli e Fabrício Moser. O que é o abandono, qual o seu valor, a sua força e como suportá-la? Quando e porque devemos abandonar pessoas, objetos, lugares, sentimentos, circunstâncias, dores, amores, sonhos e projetos? O que precede o abandono e qual é o seu sentimento contrário? Qual a melhor forma de celebrar e representar o abandono nos dias de hoje? Que poder tem e o que nos pode dizer aquilo ou quem foi abandonado? Concepção, criação e interpretação de Cadu Cinelli e Fabrício Moser. Textos de Leonilson, Anton Tchekov, Bartolomeu Campos de Queirós, Björk, Cadu Cinelli e Fabricio Moser. De 5 a 27 de agosto. Sábados e domingos, às 19h30. Sala Municipal Baden Powell. R$ 30. Classificação: 12 anos.

 

DIA DOS PAIS – LUIZ ALVES E SANNY ALVES – PAI & FILHA – Comemorando o dia dos pais, Luiz Alves e Sanny Alves seguem com seu projeto Pai &
Filha, sempre com um repertório com clássicos da música brasileira, dessa vez, Ary Barroso será o homenageado. No repertório, as músicas mais conhecidas do grande público como "Na Baixa do Sapateiro", "Folha Morta", "Pra machucar meu coração", entre outras. Dia 13 de agosto, domingo, às 20h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 40.

 

ELIANA PITTMAN SEMPRE PRESENTE – De volta ao palco de Copacabana para este show, Eliana Pittman, iniciou sua carreira musical em 1963, excursionando pela Argentina, com uma temporada no Cassino Philips. Em seguida gravou, ao lado de Booker Pittman, o LP "New Sound Brazil Bossa Nova", lançado no Brasil. No repertório, "Tristeza" (Niltinho), "Esse mar é meu" e "Das duzentas pra lá" (João Nogueira), entre outros sucessos. Dia 30 de agosto, quarta-feira, às 19h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 50. Classificação: livre.

 

FABIO RIZENTAL - LANÇAMENTO DO DISCO "NOITES DE MINAS" – Show com o guitarrista e compositor Fabio Rizental que lança "Noites de Minas" disco de releituras das composições de Milton Nascimento e Clube da Esquina. No repertório, "Cadê", "Tudo o que Você Podia ser", "Cais", "Idolatrada", "Canção do Sal", "Fé cega, Faca amolada", "Nuvem Cigana" e "Gosto de Sol". O show de lançamento terá participações especiais como a cantora Cris Delanno, o primeiro violoncelista da Orquestra Sinfônica Brasileira, Márcio Malard, e o compositor Wagner Tiso, fechando com chave de ouro a sua parceria na gravação do Disco. Com Fabio Rizental (guitarra), Luís Makarra (bateria), Alexandre Berreldi (baixo), Paulo Renato Maciel (teclado) e Michel Nascimento (percussão). Dia 10 de agosto, quinta-feira, às 21h. R$ 40. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: livre.

 

*FECEM – FESTIVAL DA CANÇÃO DAS ESCOLAS MUNICIPAIS DO RIO DE JANEIRO – O Festival da Canção das Escolas Municipais do Rio de Janeiro foi idealizado em 1989 nos moldes dos grandes festivais de MPB, com duas semifinais e uma final. Mais tarde, o FECEM teve sua estrutura alterada, com ênfase nas Mostras Regionais, agora em dez Coordenadorias de Educação, de onde saem as canções para a Mostra Final. O Festival é uma iniciativa da SME que procura desenvolver atividades ligadas ao universo da música popular ao longo do ano, com ênfase na criação e produção musical. Dia 16 de agosto, quarta-feira, das 14h às 17h. Sala Municipal Baden Powell. Classificação: livre.

 

*FEIJOADA E RODA DE CHORO COM QUARTETO DE CHORO – Criado em 2012, o Quarteto de Choro é formado por Maria Souto (flauta), João Souto (clarinete), Glauber Seixas (violão) e Gabriel Leite (pandeiro). O conjunto segue sua trajetória difundindo um repertório autoral de choros produzido no Rio de Janeiro. Dia 13 de agosto, domingo, às 14h. Feijoada: R$ 25 (bebidas não incluídas). Venda antecipada na bilheteria do Imperator. Gratuito e sujeito a lotação. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: livre.

 

GOMALINA CLUBE CANTA NOEL ROSA – O Gomalina Clube nasceu da ideia de homenagear nossa música, reverenciar nossos grandes compositores e contemplar os movimentos musicais que serviram de alicerce para o que escutamos hoje. Tendo vivido apenas 26 anos, sete deles dedicados a composição de mais de 250 canções, Noel Rosa figura como um dos mais importantes compositores de nosso país. Seus versos encantam plateias por onde passam devido a sua atualidade. Noel era diferenciado, um cronista do cotidiano, que contava em suas canções um Brasil menino, recém-republicano. De vida boêmia e desregrada, compôs com tanta veemência que ainda hoje há canções que são praticamente inéditas. Fundamentado nisso, o projeto busca, através de uma pesquisa minuciosa em sua obra, levar ao público essas relíquias desconhecidas, além dos eternos sambas já consagrados. Dia 3 de agosto, quinta-feira, às 16h. R$ 40. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: livre.

 

GOLDEN BOYS – Golden Boys é um dos maiores e melhores grupos vocais do movimento Jovem Guarda e do Brasil. Eram, em sua origem, um quarteto formado por três irmãos (Roberto, Ronaldo e Renato Correa) e um primo, Valdir Anunciação, que faleceu em janeiro de 2004. Eles começaram se apresentando em festas para os alunos como cantores, e resolveram formar um grupo vocal para um desses eventos. E assim surgiria então o ainda hoje conhecido "Golden Boys". No começo, o repertório já era eclético e tinha muitas músicas em inglês. Atualmente, Ronaldo e Renato contam com a participação do irmão Mario Correa, que foi integrante do Trio Esperança. Dia 2 de agosto, quarta-feira, às 19h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 50. Classificação: livre.

 

IARA IRA – Dando continuidade o segundo show do Festival A. Nota, Iara Ira une as cantoras Duda Brack, Júlia Vargas e Juliana Linhares em espetáculo inédito com direção de Thiago Amud. Elas estarão acompanhadas da banda formada por Elisio Freitas, Ivo Senra e Lourenço Vasconcellos. Dia 1º de agosto, terça-feira, às 20h30. R$ 30. Teatro Ipanema.

 

JOSÉ HENRIQUE PARA CRIANÇAS – Depois de dois Cds infantis lançados, três livros publicados, um deles o "Bebê e Música" com um Cd em anexo, ter percorrido como professor de Música mais de 10 escolas no Rio de Janeiro, José Henrique Nogueira apresenta sua criativa vertente como compositor. Participação de Márcia Valença. Dias 12 e 13 de agosto. Sábado e domingo, às 16h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.

 

LEROS, LEROS E BOLEROS – Seresta para todas as idades, coordenado por Deise Vieira e Dilma Gomes. Terças-feiras, às 15h. Centro Cultural Municipal Dyla Sylvia de Sá. (Tel.: 3833-4769).

 

LUIZ LOPEZ – VISCERAL – Show com o cantor, guitarrista e compositor Luiz Lopez com sua Tour "Visceral". Sucessor de "Primal" (2014), "Visceral" é o seu segundo registro em carreira-solo. No repertório, "Eu não Quero Desacreditar", entre outas músicas. Luiz Lopez estará acompanhado de Alan James (baixo e voz) e Rike Frainer (bateria). Dia 3 de agosto, quinta-feira, às 20h30. R$ 20. Teatro Ipanema. Classificação: livre.

 

LUIZA BRINA – Show de lançamento do segundo disco "Tão Tá", de Luiza Briuna, com produção musical de Chico Neves. Com Luiza Brina (violão e voz), Analu Braga, Alcione Oliveira e Di Souza (percussão), Aline Gonçalves, João Machala, João Paulo Prazeres e Maria Raquel Dias (sopro) e Vanilce Peixoto (violoncelo). Dia 10 de agosto, quinta-feira, às 20h30. R$ 40. Teatro Ipanema. Classificação: livre.

 

LÚCIA MENEZES – Show de lançamento do CD "Lúcia", da catora Lúcia Menezes. Dia 23 de agosto, quarta-feira, às 20h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 40. Classificação: livre.

 

MARCELO VIG + MARCOS SUZANO – A união sonora entre um baterista e um percussionista, para criar um show que traz uma mistura entre tambores e eletrônica, para criar uma música tecnologicamente ancestral e digital. Marcelo Vig e Marcos Suzano têm em comum a paixão pelos tambores, pela música eletrônica e pelas possibilidades sonoras das misturas. Dia 22 de agosto, terça-feira, às 20h30. R$ 30. Teatro Ipanema.

 

MARCIO LUGÓ + CAPELA – Show com o paulistano Marcio Lugó que mostra mais uma leva de músicas autorais no terceiro disco de sua carreira, "Pêndulo". Com Márcio Lugó (guitarra), Allen Alencar (guitarra e efeitos) e Carol Olivieri (percussão). A outra atração, Capela formada pelo trio Caio Andreatta, Gustavo Rosseb e Léo Nicolosi apresenta um projeto de forte impacto sensorial. Através da música, a banda propõe uma reflexão sobre atitudes que tomamos no dia a dia e questões sobre nosso papel no mundo. Capela são três, mas feito de muitos. Dia 18 de agosto, sexta-feira, às 20h. R$ 40. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: livre.

MÁRCIO GOMES – ETERNAS CANÇÕES – Em abril de 2014 se iniciou uma nova etapa no Imperator, um show à tarde, chamado "Eternas Canções". Sucessos que não se ouvem todos os dias nas Rádios ou TVs, porém fazem parte da vida da grande maioria dos brasileiros. Márcio Gomes criou esse espetáculo onde há um improviso em comum acordo com a plateia. O público escolhe três cantoras e três cantores da Era do Rádio e Márcio canta seus respectivos êxitos. O show, de imediato, tornou-se um sucesso, tendo lotações esgotadas e uma disputa imensa de lugares para as apresentações seguintes. Dia 2 de agosto, quarta-feira, às 16h. R$ 40. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: livre.

MATTAR conVIDA – PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: ALEXANDRE PIRES – MATTAR conVida é um projeto apresentado por Maurício Mattar que nasceu de uma simples vontade de reunir música de qualidade com amigos que amam esse sonho. Nele, Mattar apresenta, junto ao amigo e cantor Thiago Dê, canções conhecidas de sua carreira e outras que foram trilhas sonoras, conhecidas pelo grande público, além de receber grandes nomes da música no palco. Em seu próximo show, Mattar recebe no palco do Imperator o cantor Alexandre Pires, num encontro cheio de surpresas. Dia 23 de agosto, quarta-feira, às 16h. R$ 40. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: livre.

 

MY EMPTY PHANTOM – My Empty Phantom é o trabalho solo do multi instrumentista Jesse Beaman. Jesse é um concertista, compositor de trilha sonora para cinema e artista baseado em Austin, Texas. A música que ele cria mistura gêneros como ambiente, neoclássico, visual e experimental. Ao longo dos anos ele embarcou em uma carreira solo em estúdios de gravação, marcando filmes, TVs e anúncios e realizando shows ao redor do mundo na Europa, América do Norte, México e Austrália. Dia 11 de agosto, sexta-feira, às 20h. R$ 40. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: livre.

 

MAGUJAM – Show de comemoração de 11 anos de estrada formada por Gustavo Brito (voz), Maurício Leiroz e Alexandre Leiroz (guitarra), Julia Resende (voz), Guilherme Ferreira (baixo) e Markinho Alves (bateria). Dia 18 de agosto, sexta-feira, às 20h. R$ 20. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: livre.

 

MUSIC MARA COM CAMERATA DE VIOLÕES – Curadoria Luis Carlos Barbieri. Dia 25 de agosto, sexta-feira, às 19h. R$ 20. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: 12 anos.

 

MULHERES DE BUÇO - LANÇAMENTO DO CLIPE EVA E ADÃO – Show com o coletivo formado pelas atrizes Beatriz Morgana, Carolina Repetto, Clarice Sauma, Joana Castro, Lilia Wodraschka, Lucia Barros e Manuela Llerena que se experimentam em várias artes. Em sua versão show, elas se apresentam com Silvia Autuori (baixo e violino), Emilia B. Rodrigues (bateria) e Fernanda Pozzobon (guitarra). Através de letras autorais e encenações performáticas expõem, denunciam e satirizam situações de seu cotidiano como mulheres. Elas abordam questões como a sexualidade, a exposição e aceitação do próprio corpo e a autonomia feminina no meio em que vivemos. Dia 24 de agosto, quinta-feira, às 21h. R$ 30. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: livre.

 

"MPB A ERA DOS FESTIVAIS" – COM SORAYA RAVENLE – O show celebra o repertório que marcou a geração dos anos 1960, quando o país revelou talentos como Elis Regina, Chico Buarque, Milton Nascimento, Caetano Veloso, Gilberto Gil, entre outros. Com direção musical de Edu Krieger, a mostra leva ao palco Soraya Ravenle revivendo o áureo nascimento da MPB, em músicas que mantêm sua força no imaginário brasileiro, e oferecem uma resposta de paz e diálogo aos tempos atuais. Dia 12 de agosto, sábado, às 21h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 50.

 

O BEIJO, O ERRO E O TOQUE – Show com a cantora e compositora Fátima Regina que já trabalhou com importantes nomes da MPB e da música internacional, como Roberto Carlos, Roberto Menescal, Cauby Peixoto e Billy Paul a quem acompanhou em sua turnê pelo país. Fátima estará acompanhada de Pedro Braga (violão, guitarra e bandolim), Zeppa Souza (violão), Rogério Fernandes (baixo) e Flávio Santos (percuteria). A Direção Musical é de Pedro Braga. Segundo a artista, quem for a esse show, encontrará uma "nova Fátima Regina". Conhecida por suas interpretações marcantes dos clássicos da Música Brasileira, especialmente da Bossa Nova, Fátima empresta todo seu talento e sua voz inconfundível aos novos ares da MPB.


Dia 3 de agosto, quinta-feira, às 20h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.

 

O MUNDO – Show com a banda Filtra formada por Fellipe Mesquita (voz), João Gambier (guitarra), Gustavo Muniz (baixo), Mateus Nagem (bateria) e Flávio Mente Serena (percussão). O grupo apresenta o repertório dos EPs "O Mundo" e "Supremo", com canções experimentais que mesclam ritmos brasileiros e rock. O novo trabalho, autoproduzido, foi gravado no Estúdio Superfuzz. A mixagem é de Gabriel Arpex e a masterização é de Gabriel Zander. Dia 31 de agosto, quinta-feira, às 20h. R$ 20. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: 12 anos.

 

O TROVADOR – Concerto com direção musical e regência de Jésus Figueiredo e piano de Eliara Puggina, Il Trovatore é uma ópera em quatro atos de Giuseppe Verdi. Compõe, juntamente, com Rigoletto e La traviata a chamada "Trilogia Verdiana", formada pelas óperas mais populares de Verdi escritas uma seguida da outra. Foi baseada no romance El Trobador, de Antonio García Gutiérrez. Trechos da Ópera de Giuseppe Verdi. Dia 9 de agosto, quarta-feira, às 19h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 20. Classificação: livre.

 

PAULINHO THOMAZ + MARI BLUE – O cantor e compositor Paulinho Thomaz sobe ao palco para tocar composições do trabalho "Em Pedaços" acompanhado de Gabriel Barreto (bateria), Matheus Prevot (baixo), Filipe Coimbra (guitarra) e Tuninho do Roque (violão). Em seguida, a cantora e compositora Mari Blue apresenta composições de seu segundo álbum acompanhada de Mário Wamser (baixo/guitarra), João Cantiber (baixo/guitarra), Federico Puppi (violoncelo) e Gabriel Barreto (bateria). Dia 11 de agosto, sexta-feira, às 20h. R$ 40. Teatro Ipanema.

 

PARABÉNS, BADEN POWELL – TRIBUTO A BADEN – Show em comemoração ao aniversário do instrumentista e compositor que dá nome à Sala Baden Powell. Nesta apresentação, seu filho, Marcel Powell convida Thais Motta, Ithamara Koorax, Gabriel de Aquino, Dilma Oliveira, Amanda Bravo e outros músicos para interpretar sucessos como "Samba da Bênção", "Berimbau", "Asa Delta" e "Marcha Escocesa". Dia 26 de agosto, sábado, às 21h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 50. Classificação: livre.

 

QUARTAS BRASILEIRAS RECEBE TIA SURICA DA PORTELA EM TRIBUTO A CLARA NUNES – Participações especiais: Mariene de Castro, Nilze Carvalho e Ana Quintas Se Clara Nunes fosse viva, faria 75 anos em 12 de agosto. Pensando nisso, nossa pastora da Velha Guarda da Portela está preparando um tributo com participações especiais das cantoras Mariene de Castro, Nilze Carvalho e Ana Quintas. O público do Méier e adjacências podem esperar uma tarde especial onde Clara Nunes, a guerreira mineira, será lembrada com muito carinho e admiração por Tia Surica. No roteiro, as inesquecíveis canções: "Conto de areia", "Portela na Avenida", "Canto das Três Raças", "O Mar Serenou", entre outras. Dia 16 de agosto, quarta-feira, às 16h. R$ 40. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: livre.

 

QUARTETO DO RIO – Show com o grupo formado por Eloi Vicente, Neil Teixeira, Fabio Luna e Leandro Freixo. No repertório uma seleção equilibrada de canções e arranjos vocais de clássicos da música popular brasileira que fazem parte do sucesso e da história do grupo Os Cariocas e também novos arranjos e canções que representam a nova cara do grupo. Músicas do recém lançado CD ―Mr. Bossa Nova‖, sobre a obra de Roberto Menescal, também estarão presentes no show. Dia 19 de agosto, sábado, às 21h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 50.

 

RONI E AS FIGURINHAS – Show de lançamento do CD homônimo de Roni Valk composto pelas 12 canções integrantes do disco e com as participações de Maria Alcina, Áurea Martins e Suzana Sallesa. O álbum é um mergulho no mundo musical e melódico das composições de Roni feitas para e sobre infâncias. O repertório é um passeio pelos ritmos brasileiros como a marchinha, a moda de viola, o afoxé, o samba-rock, a modinha e o baião. Tem brasilidade nas letras que saboreiam frutos da nossa terra como a goiaba, a jabuticaba, a pitanga e visitam a mata da araponga, da saracura, da perereca, do carcará, do Curupira, do Saci-Pererê e da Iara. Direção de Roni Valk.Com Roni Valk (voz), Alexei Henriques (violino), Nico do Cavaco (violão/cavaquinho), Rique Bardana (piano), Mauro Rocha (baixo), Marcelo Sant´Anna (bateria/percussão) e André Sette (guitarra). Dias 19 e 20 de agosto. Sábado e domingo, às 16h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.

 

RICKY VALLEN - A VOZ MUTANTE – Com repertório baseado em clássicos da MPB adicionados à novidades do próximo álbum intitulado "Meu Ponto Cardeal", a ser lançado no segundo semestre deste ano, Ricky Vallen sobe ao palco do Imperator com o espetáculo elaborado exclusivamente para esta apresentação: "A VOZ MUTANTE". No repertório, "Atrás da Porta" (Chico Buarque/Francis Hime), "Um dia, Um Adeus" (Guilherme Arantes), "Você Não Me Ensinou a Te Esquecer" (Fernando Mendes / Caetano Veloso), entre outros sucessos. Dia 17 de agosto, quinta-feira, às 16h. R$ 40. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: livre.

 

RATEL – Show de gravação do primeiro DVD da Ratel. Banda carioca de música autoral e versões de outros autores nacionais e internacionais. Com Junio Guindane (voz), Vítor Constant de Lima (guitarra), Rodrigo Dread (synth e percussão), Dod Rodrigo (baixo), Vinicius Scofano (percussão), Cristiano Cokada (bateria). Dia 11 de agosto, sexta-feira, às 20h. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: livre.

 

*RODA DE SAMBA DA CABAÇA – A Roda de Samba reúne professores, alunos e amigos da casa da Tia Ciata. A Cabaça é o fruto da diversidade brasileira, ela está presente na música, na cozinha, na religião, no uso medicinal e no artesanato. Dia 11 de agosto, sexta-feira, às 17h30. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

ROCK NO PARQUE – Todo segundo sábado do mês acontece uma noite de muito rock com bandas independentes que agitam a cena roqueira da cidade. Bandas confirmadas: Sound Bullet, Explorers e La Ville. Dia 12 de agosto, sábado, às 17h. R$ 20. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

 

SAMBAS DO ABSURDO – Inspirados por O Mito de Sísifo, de Albert Camus, os Sambas do Absurdo versam livremente sobre o encontro com o Absurdo, apresentado no livro como o divórcio do indivíduo com a própria a vida. Os sambas, parcerias de Rodrigo Campos (música) e Nuno Ramos (letra), são apresentados por três artistas, que assinam o álbum: Gui Amabis, Juçara Marçal e o próprio Rodrigo. Dia 15 de agosto, terça-feira, às 20h30. R$ 30. Teatro Ipanema.


STÉPHANE SAN JUAN CONVIDA ZÉ MANOEL – O baterista francés Stéphane San Juan, radicado no Rio de Janeiro, convida o pianista pernambucano Zé Manoel para um show especial dos dois compositores cantando músicas de ambos acompanhados pelo cellista Filipe Massumi. O baterista francés Stéphane San Juan, radicado no Rio, convida o pianista pernambucano Zé Manoel para um show especial dos dois compositores cantando músicas de ambos acompanhados pelo cellista Filipe Massumi. Dia 6 de agosto, domingo, às 20h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 40.

 

WHIPALLAS – Foi num passeio pelo Salar de Tara, no Atacama, que Pedro Lenz encontrou o nome: Whipallas, uma bandeira que representa a reciprocidade dos povos andinos com o planeta, o respeito mútuo, a união dos seres, a celebração da vida. Com Pedro Lenz (guitarra e voz), Bernardo Massot (teclado e synth), Jayme Monsanto (baixo), André Coelho (bateria) e Márcio Biaso (guitarra). Dia 25 de agosto, sexta-feira, às 20h. R$ 40. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: livre.

 

THIAGO NASSIF + ANA FRANGO ELÉTRICO – Thiago Nassif lança seu terceiro disco autoral "Três", um equilíbrio entre canções, música eletrônica e Noise. E Ana Frango Elétrico lançará seu primeiro disco solo de canções autorais compostas dos seus 16 aos 18 anos, ainda neste ano de 2017. Começa os trabalhos do segundo semestre em tom de lançamento acompanhada de Antonio Secchin, Guilherme Lírio e Vovô Bebê. Dia 17 de agosto, quinta-feira, às 20h30. R$ 20. Teatro Ipanema. 

 

 

 

 

 

*3EBA – NARRATIVAS PARTICULARES/DEVANEIOS TROPICAIS/DIALÓGOS VISUAIS – (3xPINTURA) – Reunindo diversos artistas em torno de uma mesma linguagem, a pintura, o Centro de Artes Calouste Gulbenkian apresenta três exposições estabelecendo uma ligação em torno da produção artística desenvolvida na Escola de Belas Artes. Partindo das possibilidades estético – pictóricas, diversas pesquisas são apresentadas utilizando linguagem formal própria, inserindo-se claramente no amplo espectro da arte de nossos dias, dentro da qual a pintura viceja tão forte como nunca. Conversa com os artistas, 19 de agosto, sábado, às 15h. De segunda a sábado, das 10h às 21h, até 2 de setembro. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

*ATO FALHO – Os artistas Mariana L. Rodriguez, Tiago Segundo, Christine Alves e Isabela Spindola, formam o Coletivo que nasceu na Escola de Belas artes EBA / UFRJ no ano de 2013. A exposição Ato Falho tem predominantemente em suas obras discutir e questionar os expectadores, logo são sempre reflexões. Trabalhando com plataformas diversas, a principal problematização dos trabalhos está na ironia da arte contemporânea e suas diversas faces. Inauguração no dia 12 de agosto, sábado, às 18h. De segunda a sábado, das 10h às 21h, até 16 de setembro. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian. Classificação: livre.

 

*CARLOS SCLIAR – DESENHOS DE GUERRA – Mostra de desenhos de Carlos Scliar sobre sua participação na Segunda Guerra Mundial, através da Força Expedicionária Brasileira. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Memorial Municipal Getúlio Vargas (Tel.: 2237-5234). Classificação: livre.

 

COSMOS: O UNIVERSO TAMBÉM PODE SER POÉTICO – Primeira experiência da Exposição Principal do Museu do Amanhã, o Portal Cósmico traduz essa grandiosidade do Universo. Com direção-geral de Fernando Meirelles, um filme com oito minutos introduz os visitantes às ciências cósmicas, por meio de uma projeção em 360 graus, dentro de uma enorme estrutura oval. A partir do momento em que percebemos que somos um ponto muito pequeno na história da vida no planeta Terra, podemos tomar a decisão equivocada de achar que as nossas ações não influenciam em nada. Mas não é bem assim. Alexandre Cherman lembra que nossas ações são relevantes para nossa vida e para o nosso futuro imediato. A humanidade não deve pensar em salvar o planeta, e sim, garantir a sua perpetuação. De terça a domingo, das 10h às 18h. Museu do Amanhã.

 

*DOMÍNIO LACUNAR – Exposição de Helena Trindade, com curadoria de Glória Ferreira. Helena desenvolveu seu projeto site specific a partir da apropriação dos arquivos do CMAHO. As próprias cópias dos documentos foram transformadas em pequenas caixas, em elementos construtivos das instalações que remetem à condição lacunar de qualquer arquivo. Coluna AHO e Bólide AHO são trabalhos que homenageiam Hélio Oiticica que completaria 80 anos em 2017. De 5 de agosto a 30 de setembro. Segunda, quarta e sexta, das 12h às 20h, e terça, quinta, sábados e feriados, das 10h às 18h. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica (Tel.: 2242-1012).

 

*ENCONTROS: "OLHARES & EXPRESSÕES DA CULTURA POPULAR" – Lançado em 2015 pela editora Pipoca Press, "Encontros" é um livro do fotógrafo francês Stéphane Munnier. A obra apresenta uma série de retratos que evidenciam a cultura afro-brasileira. No projeto, mestres de capoeira, bailarinas, músicos e praticantes de diferentes gerações ilustraram as páginas. Encontros: "Olhares & Expressões da Cultura Popular" é a continuidade de trabalho, que leva esses rostos e expressões ao grande público. Venha conferir a inauguração em detalhes da mais nova exposição. Segundas a sextas, das 13h às 22h, e sábados e domingos, das 10h às 22h. Até 10 de setembro. Imperator - Centro Cultural João Nogueira (Tel.: 2597-3897). Classificação: livre.

 

*HABITÁVEIS – O artista cria um universo imaginário em "Habitáveis"; Exposição individual que acontece no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Para mostra, o artista apresenta esculturas, fotografias e instalações sonoras de espaços habitáveis imaginários, além de uma performance sonora no dia da abertura. "Habitáveis" busca investigar os meandros entre nosso microcosmos terreno e o macrocosmos utópico para compreensão dos desígnios que regem nossa existência. Em "Habitáveis", esculturas sonoras convidam o público a orbitar por um universo cheio de entranhas multidisciplinares e sensoriais provocando o espectador a ir além das suas capacidades auditivas e visuais. De 5 agosto a 30 setembro. Segunda, quarta e sexta, das 12h às 20h, e terça, quinta, sábados e feriados, das 10h às 18h. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica (Tel.: 2242-1012).

 

*GETÚLIO VARGAS – Getúlio Vargas passou 31 anos dos 45 de sua vida pública no Rio de Janeiro, então capital da república. Como presidente, foram 19 anos. Nesse longo período, estabeleceu-se intensa relação de amor e rejeição entre ele e os habitantes da cidade. Esta exposição mostra alguns aspectos marcantes dessa história, homenageando, ao mesmo tempo, Getúlio Vargas e o Rio de Janeiro. Curadoria de José Murilo de Carvalho. De terça-feira a domingo, de 10h às 17h. Memorial Municipal Getúlio Vargas (Tel.: 2237-5234). Classificação: livre.

 

*#GRAFFITI LÁNALAJE – O Terraço Alto Méier, no Imperator, tem a vocação de ser um espaço onde o urbano, o cosmopolita e a liberdade são marcas fortes. E seguindo a trilha da arte urbana, o graffiti, manifestação cada vez mais cultuada mundo afora e propagada pelas ruas, passou a ter o terraço do centro cultural como sua segunda casa. Periodicamente, convidaremos um novo artista do graffiti para ilustrar o espaço, reforçando e valorizando esta forma de arte no Imperator. Segundas a sextas, das 13h às 22h, e sábados e domingos, das 10h às 22h. Imperator - Centro Cultural João Nogueira. (Tel.: 2597-3897). Classificação: livre.

*NÓ NA MADEIRA – Exposição permanente de fotos, discografia interativa em TV e objetos pessoais sobre João Nogueira, que homenageia a vida e obra desse grande artista. A exposição pode ser vista de segunda a sexta-feira, das 13h às 22h, e de sábado a domingo, das 10h às 22h, no térreo do Centro Cultural. Imperator – Centro Cultural João Nogueira (Tel.: 2597-3897). Classificação: livre.

 

*PIOR QUE O SONETO – A série de ações que formam o corpo do projeto "Pior que o Soneto" visa gerar um diálogo em torno dos códigos de linguagem que regem o instrumento fundamental de nossos orgãos governamentais: a Constituição Federal do Brasil. Através dela, elegemos nossos representantes, garantimos nossos direitos, e medimos nossos deveres; também é nela depositada as nossas expectativas dos parâmetros a partir dos quais uma democracia deve se pautar.
Este documento, outorgado em 1988, vem sofrendo constantes alterações ao longo das últimas três décadas, as chamadas ‘emendas'; 95 ao todo. Uma vez que muitos desconhecem, tem pouca familiaridade com o seu conteúdo e com a linguagem utilizada para a construção deste texto, o objetivo desta pesquisa é dar visibilidade aos mecanismos dos códigos que permitem sua alteração. Na abertura da instalação será realizada a leitura do conteúdo das 95 Emendas. Com Rafael D'alo e Ulisses Carrilho. De quinta a segunda-feira, das 15h às 21h, até 29 de agosto. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: livre.

 

*ZIEMBINSKI SOB A LUZ – Exposição permanente (Varal do Zimba) no hall do teatro com fotos, textos e artigos relevantes sobre o grande artista Ziembinski, seu trabalho e vida. A residência artística Ziembinski (Com)Vida criou essa exposição como forma de homenagear esse trabalhador das artes que tanto contribuiu para a cultura nacional, além de difundir sua história junto ao público mais jovem. Direção de Monique Carvalho. Direção de produção de Robson Sanchez. Pesquisa de Gabriel Garcia. Programação Visual: Epifania 03 - Thiago Ristow. De terça-feira a domingo, das 14h às 22h. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: livre.
 

 

 

 

 

BOSSA NOSSA | COMPANHIA NÓS DA DANÇA – Bossa Nossa é uma homenagem a esse movimento artístico brasileiro, que marcou época e atravessou barreiras. Retratamos o sentimento dos cariocas, sua leveza, seu gingado, sua garota, além do sol e do mar. Na trilha, sucessos da bossa nova com gravações originais e releituras atualizadas. Direção e coreografia de Regina Sauer. De 4 a 6 de agosto. Sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 18h. R$ 40. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. Classificação: livre.

 

CIA BRASILEIRA DE BALLET APRESENTA GISELLE – Giselle, que será apresentado pela CBB, é um balé dramático em dois atos, e constitui uma das mais puras jóias do balé romântico, obra prima absoluta do teatro de dança do Romantismo. Criado originalmente por Jean Coralli e Jules Perrot, com música de Adolphe Adam e libreto de Théophile Gautier e Vernoy de Saint-Georges, estreou em 1841 na Ópera de Paris, constituindo-se numa peça fundamental da dança clássica. É a história de uma jovem aldeã que se apaixona por um nobre disfarçado de camponês – uma história que passa pela tragédia e acaba no perdão. De 4 a 6 de agosto. Sexta-feira e sábado, às 20h e domingo, às 19h. R$ 30. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: livre.

 

CRUZADAS | DANDARA VENTAPANE E JÉSSICA LIMA – Temos afinidades, temos questões e olhares que se atravessam ao olhar o mundo e nosso lugar nele. Eles se cruzam e nos unem neste trabalho. Falar sobre origem, representatividade em nossas culturas não é novidade. Queremos dançar, apresentando o que somos, o que fomos, em que nos transformamos. Onde essas mulheres se cruzam, o quanto de cada uma está na outra e o quanto a essência é ressignificada! Direção de Dandara Ventapane e Jéssica Lima. De 25 a 27 de agosto. Sexta e sábado, às 20h e domingo, às 18h. R$ 20. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. Classificação: 12 anos.

 

MUNDANO | JULIA FRANCA – A rocha e o grão de areia. O estável e o móvel. Dois estados de um só ser. Nada mais estável que uma rocha. Nada mais móvel que um grão de areia. Feitos da mesma matéria. Só o tempo é capaz de traçar um elo entre seu estado sutil de presença. Fui criada e posso criar. Movo e sou movida. À final, somos feitos do mesmo? Mundano. Direção e interpretação de Julia Franca. De 18 a 20 de agosto. Sexta e sábado, às 20h e domingo, às 18h. R$ 20. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. Classificação: livre.

 

NUDES | LUCAS KOESTER – CUIABÁ/MT – O termo "Nude" no inglês é designado na arte como um gênero que tem o corpo humano descoberto como sua matéria prima e é a partir dai que o performer mergulha em possibilidades de experimentação, e estabelecendo uma relação com os nudes contemporâneos em que a parte se apresenta em substituição ao todo. Este questionamento impulsiona o performer em uma coreografia em que o movimento é construtor de imagens, procurando a beleza em descobrir com o corpo, manuseando-o como matéria. Nudes quer ser uma dança pelada, uma dança de pele, de dentro pra fora, desvestida, descolando a pele, seria uma selfie do self? Concepção e performance de Lucas Koester. Dias 29 e 30 de agosto, terça e quarta-feira, às 20h. R$ 30. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. Classificação: 16 anos.

 

I MOSTRA DE DANÇA EMEX – A I Mostra de Dança eMeX é um projeto do MX Studio de Dança. Tem como objetivos reunir e fomentar a Dança enquanto veículo de comunicação artística, social e cultural, onde academias, escolas de dança, grupos e companhias têm, como cenário e palco, a Arena Carioca Dicró. Direção de Alexandre Xaverinho e Monique Soares. Dia 20 de agosto, domingo, às 11h. R$ 40. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

 

ESPETÁCULO BEYONCÉ - TRIBUTO A UMA DIVA – Reapresentação do espetáculo de fim de ano do MX Studio de Dança, em homenagem a estrela do Pop Internacional Beyoncé, que iniciou sua carreira em 1997 e até hoje conquista fãs pelo mundo todo. O espetáculo é composto pelos alunos e convidados, coreografado pelos professores do Studio e dirigido por Alexandre Xaverinho e Monique Soares. Coreógrafos: Alexandre Xaverinho, Monique Soares, Kiko Souza, Rafaela Ciriaco, Nicollas Terra, Aloan Ferreira. Dia 19 de agosto, sábado, às 19h. R$ 40. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

 

OFICINA PASSINHO CARIOCA COM CIA PASSINHO CARIOCA – A Oficina do Passinho Carioca, tem como objetivo levar ao público, as bases que embalam esse movimento, dentro dele temos o Sabará, Cruzada e Embolada. Com Dançarinos das Cia Passinho Carioca. Dia 23 de agosto, quarta-feira, das 19h às 21h. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. Classificação: livre.

 

PERSPECTIVAS (VINICIUS – BRASIL / ALEMANHA) – O projeto de performance dança-teatro Momentos foi criado em 2011 pelo diretor artístico e coreográfico Vinicius na cidade de Viena. Em 2015 ele implantou o Momentos Rio em cooperação com o Centro Coreográfico. Em 2017 comemoraremos a segunda edição com o título: Perspectivas. A própria história de vida entre dois continentes separados pelo o Oceano Atlântico será o porto de "perspectivas" para as partidas e simultaneamente de chegadas da peça de dança, criando assim um novo espaço para novas percepções de experiências geográficas e em parte autobiográficas, abrindo assim o leque de mais uma nova dimensão para a nossa perspectiva: a emocional, a qual é o principal foco de pesquisa no trabalho artístico de Vinicius. Após a apresentação, haverá um bate-papo com o público. Dia 2 de agosto, quarta-feira, às 20h. R$ 30. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. Classificação: 15 anos.

 

TELAS | COMPANHIA NÓS DA DANÇA – Uma contraposição entre as artes plásticas e a dança, explorando semelhanças como a estética, a composição, a expressividade. As obras "Retirantes" de Cândido Portinari, "O Quarto" de Van Gogh, "O Grito"de Edvard Munch, as naturezas mortas de Paul Cézanne, o cubismo de Pablo Picasso e a action painting de Jackson Pollock, são o ponto de partida e inspiração para a criação de uma nova obra tendo o corpo como peça fundamental para a expressão no processo de transformação da realidade. Direção e coreografia de Regina Sauer. De 11 a 13 de agosto. Sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 18h. R$ 40. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. Classificação: livre.
 

 

 

 

 

 

 

*AÇÃO CULTURAL NA PRAÇA DO ZIMBA – Oficina de criação voltada para o público infantil, com desenhos em livros de pano e em telas, oferecidos pela residência artística do Teatro Municipal Ziembinski. Criação e direção de Monique Carvalho. Dia 12 de agosto, sábado, às 17h. Na Praça do Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: livre.

 

ARTE QUE CUIDA – ACURAR / ARTE SUSTENTÁVEL – Orientação da professora Maria Brasil. Dia 9 de agosto, quarta-feira, das 9h às 12h ou das 14h às 17h. Inscrições: cursos.calouste@gmail.com Informações: 2292-7546. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

*AULÃO DE DANÇA DE SALÃO NA PRAÇA – A professora de dança Jenniffer Sanchez e sua turma apresentam ao público diversos tipos de danças executadas durante a oficina que acontece todo domingo no Zimba, praticadas como forma de entretenimento e integração social. Direção de Monique Carvalho. Dia 13 de agosto, domingo, às 10h. Na praça ao lado do Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: 16 anos.

 

*AULÃO DE DANÇA DE SALÃO – Quer dançar dança de salão? Está em busca de um espaço agradável de convivência e sociabilidade? Toda quarta nossa Praça de Convivência é tomada por essa atividade lúdica, que é um espaço agradável para aprendizado e prática de ritmos de dança de salão para alunos de todas as idades. Com a professora Leila Santos. Quartas-feiras, das 19h às 21h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

 

AULÃO DE CIRKO – Respeitável público, às terças e quintas-feiras, a Arena Dicró se transforma num picadeiro para o aulão de cirko! Com modalidades de tecido e trapézio, buscando trabalhar eixos corporais, linhas do corpo, força, flexibilidade e dinâmicas de movimento. Com Alexandre Pawlowsky. Terças e quintas-feiras, das 19h às 21h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: 15 anos.

 

*AULÃO DE CAPOEIRA – As noites de terça-feira da Arena Dicró são animadas pelo aulão de capoeira ministradas pelo Mestre Fatal. Traje: roupas próprias para exercício físico. Terças-feiras, das 19h às 21h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

 

*AULÃO DE PASSINHO – Quer entrar na onda do passinho? A Expo Passinho Carioca em parceria com Arena Carioca Dicró oferece um aulão de passinho gratuito e para todas as idades. Sextas-feiras, das 16h às 18h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

 

*CINEMA NA DICRÓ – Exibição de filmes aos sábados e domingos, sempre às 10h30: Wall-E, dia 5; Diário de um Banana, dia 6; Kubo e as Cordas Mágicas, dia 12; Meu Malvado Favorito 2, dia 13; A Pequena Sereia, dia 19; Trolls, dia 20; Turbo, dia 26; Liga da Justiça: Guerra, dia 27; O Caçador e A Rainha do Gelo, dia 29; e Minions, dia 30. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Os filmes podem sofrer alteração sem aviso prévio.

 

*ACEITAÇÃO COMO MOTOR DA CENA – Oficina de improvisação para atores. A aceitação e a escuta são ferramentas fundamentais para o ator improvisador, imprescindíveis para qualquer trabalho cênico. Serão compartilhados exercícios para entender melhor como aceitar e potencializar as propostas do parceiro; sempre em função da cena, enfatizando a escuta como estado inicial da criação. Com Leonor Chavarria (Uruguay). São 20 participantes. Dias 14 e 15 de agosto, segunda e terça-feira, das 19h às 22h. Inscrições pelo email: ciaquatromanos@gmail.com Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

AULA DE CANTO CORAL – Música é Vida! Música é Terapia ocupacional! Então venha cantar com a gente na Sala Municipal Baden Powell. A direção é da cantora e professora de canto Cris Delanno. Para participar não é preciso ter experiência. Lotação: 20 pessoas. Informações: educativo.salabadenpowell@gmail.com Dias 2, 9, 16, 23 e 30 de agosto, quartas-feiras, das 19h às 21h. R$ 200 (mensalidade). Sala Municipal Baden Powell. Classificação: livre.

 

*AUTO MAKE DO ATOR – A oficina tem o objetivo de orientar atores com os princípios básicos, conceitos e métodos da auto maquiagem para cinema, publicidade e teatro. Oferecendo técnicas de preparo da pele, identificação da coloração e qual o melhor tipo de maquiagem para cada tipo de trabalho, seja teste de elenco para cinema, gravação de vídeobook, gravação de vídeo institucional, propaganda, entre outros meios de trabalhos artístico, que necessitam de uma boa apresentação da pele do ator/atriz, condizendo com o ambiente e iluminação local. Inscrição pelo e-mail: designumma@gmail.com, onde os interessados deverão fornecer: nome completo, data de nascimento, CPF, telefone e data de interesse. Capacidade para 20 atores divididos em dois grupos. Dias 24 e 25 de agosto, quinta e sexta-feira, das 14h às 18h. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

CORPOREIDADE NA TERCEIRA IDADE – A oficina entende o corpo como relacional numa constante troca entre interior e exterior sendo a pele a mediadora destas relações. A pele é a margem das sensações, estimulações sensoriais e motoras, e, pode consequentemente acessar memórias, imagens e movimentos, sendo estes um modo de existir e sentir-se presente. Corpo não é apenas uma forma em movimento correndo, nadando ou dançando. A oficina pretende criar um espaço que potencializa a percepção sensível do corpo, com estímulos sensoriais podendo-se dizer que são estes os meios pelos quais experienciamos a totalidade das sensações e, que reorganizam a postura, o equilíbrio e a motricidade. Necessidade: roupas confortáveis. Lotação: 20 pessoas. Dias 10, 17, 24 e 31 de agosto, quintas-feiras, às 19h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 150 (mensalidade) ou R$ 40 (aula a vulsa). Classificação: a partir de 60 anos.

 

*CRIAÇÃO DE FIGURINO – O curso é uma iniciação ao desenho e a pintura, onde o aluno será apresentado à diferentes técnicas e materiais, passando pelo desenho de anatomia da figura humana, pelo desenho do corpo vestido, pela representação do caimento de tecidos e pelo detalhamento de partes da roupa. Também será trabalhado a representação de volume, cor, luz e sombra, a partir do uso do esfuminho, da pintura com lápis de cor, grafite, nanquim e da técnica da aquarela. Seja no segmento da moda, na criação de figurinos de cena, na realização de fantasias de carnaval ou mesmo no desenho da roupa do dia a dia, o curso prepara o aluno para desenvolvimento de sua própria linguagem artística primando pelo exercício da autoconfiança e autonomia. Com Teresa Miralles Riba. Dia 11 de agosto, sexta-feira, das 10h às 12h ou das 14h às 16h. Inscrições: cursos.calouste@gmail.com Informações: 2292-7546. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

ENCONTROS ABERTOS – Encontros com atores e diretores da cena carioca de teatro para conversar e expor seus processos, métodos e vivências no desenvolvimento do trabalho artístico/criativo com o público presente. Em agosto, sempre as quartas-feiras, das 15h às 17h. Com Roberto Rodrigues: Corpo Criativo do Ator, que permeará fundamentos da expressividade corporal para ator em cena, dia 2; Sidnei Cruz: Processo: Caos & Performance em Eugênia, dia 9; Julio Adrião: O Ator no Solo Narrativo, dia 16; Cristina Flores: O Ponto: Aula-Espetáculo, dia 23; e Teresa Seiblitz: Processo Criativo – Carangueja! A atriz apresenta o trabalho em processo para a montagem do texto "Carangueja!", dia 30. Entrada: doação de 1kg de alimento não perecível. Teatro Municipal Serrador.

 

ENSAIOS MULTIARTE 2017 – A proposta artística que permeia os Ensaios Multiarte é o desenvolvimento dos trabalhos realizados por alunos e alunas de artes visuais, em caráter experimental, dentro de um processo em desenvolvimento que será exposto na sua integralidade no final do ano. Ao promovermos este projeto, estamos estruturando a participação ativa de professores, professoras e, de seus respectivos alunos e alunas, além de desenvolvermos uma prática reflexiva e integradora, objetivando o resultado qualitativo da produção artística realizada no Centro de Artes Calouste Gulbenkian. A abertura da exposição será realizada pelos alunos e alunas do Curso de Música da Profª Nelma Pataro. De segunda a sábado, das 10h às 21h, até 21 de agosto. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian. Classificação: livre.

 

*OFICINAS NO DYLA – Teatro adulto – sábados, das 11h às 13h30; Baralho Cigano – quartas, das 14h às 16h; Dança Cigana, quartas, das 16h às 18h; Dança de Salão – segundas e quartas, das 9h às 13h; Jongo – segundas, das 14h às 16h; Dança do Ventre – quartas, das 18h às 19h; Forró – das 17h às 18h30; Preparação Vocal – quintas, das 15h às 16h; Canto Coral – quintas, das 16h às 18h; Capoeira – sextas, das 18h às 19h; Violino – sábados, das 10h às 12h; Ioga – quintas, das 17h às 18h; e Sextas, das 9h às 10h; Forró, segunsas, às 17h; e Dança de Salão, terças, às 10h. Centro Cultural Municipal Dyla Sylvia de Sá (Tel.: 3833-4769).

 

*OFICINA MACHADO DE ASSIS – Com o autor e diretor teatral Bruno Lara Resende, que já criou adaptações de clássicos da literatura para a cena, como Madame Bovary, O Filho Eterno e O Inspetor Geral. Ele oferece uma oficina que consiste na leitura de parte da obra em prosa de Machado de Assis e de exercícios de adaptação e encenação dos textos selecionados. A oficina, gratuita, terá a duração de três meses e a seleção será em no máximo de 21 participantes. Inscrições para seleção através e-mail: oficinateatroipanema@gmail.com De 24 de agosto até 23 de novembro. Quintas-feiras, das 10h às 14h. Teatro Ipanema.

 

OFICINA AS TRAMAS DE SHAKESPEARE E AS MÁSCARAS – Em continuidade ao "Ateliê de Pesquisa da Dramaturgia e o Jogo das Máscaras", ministrado por Fabianna de Mello e Souza nos dois semestres anteriores no Teatro Ipanema, a atriz e diretora convida agora o ator e diretor Márcio Vito para inaugurar sua "Pesquisa de Máscaras e Clássicos". Com duração de quatro meses, a oficina consiste na investigação cênica das tramas que envolvem os personagens em duas obras emblemáticas: "Hamlet" e "Macbeth". Esta oficina também pretende desenvolver a criação de cenas e a construção física e de costumes para cada personagem. A oficina terá o valor de R$ 280 (mensais), destinada a cerca de 21 atores, disponibilizando sete bolsas integrais. Inscrições para seleção através e-mail: oficinateatroipanema@gmail.com De 9 de agosto a 29 de novembro. Quartas-feiras, de 10h às 14h. Teatro Ipanema

 

OFICINA DE INTERPRETAÇÃO E MONTAGEM – Com Renato Carrera cuja a proposta é vivenciar o "método colaborativo de criação cênica". Segundas, terças e quartas-feiras, das 19h às 22h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 300 (mensal). Lotação: 20 pessoas. Classificação: livre.

 

*OFICINA CORPO E MEMÓRIA COM CIA GENTE – A atividade propõe o uso do corpo como estratégia narrativa, a partir da biografia dos participantes. Com Salasar Junior. Dia 5 de agosto, sábado, das 9h30 às 12h. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. Classificação: 16 anos.

 

OFICINA TRAINNING BREAKING COM CIA GENTE – A atividade propõe o espaço das rodas de break como desafio e ensino da dança. Com Pedro Brum. Dia 12 de agosto, sábado, das 9h30 às 12h. Público Alvo: adeptos e praticantes de breaking. São 30 vagas. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro. Classificação: 14 anos.

 

*OFICINA DAMAS EM CENA – O Diretor da Pé de Vento Produções, Douglas Resende, convida para Oficina de Formação Artística voltada para o público trans, que faz parte do Projeto TransArte. Dias 2, 9, 16, 23 e 30 de agosto, quartas-feiras, das 18h às 21h. Para 20 participantes. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

OFICINA PISAR-PULSAR-VIBRAR - OFICINA DE INTRODUÇÃO AO RÍTMO COM ANANI SANOUVI E CHRISTIANE DA CUNHA – A oficina é um laboratório para aprender e desenvolver o ritmo corporal-mental através da descoberta de movimentos, princípios e atitudes entre as danças ancestrais africanas e o samba. Com Anani Sanouvi (Togo) e Christiane da Cunha (Brasil). Dias 12 e 19 de agosto, sábados, das 12h30 às 14h30. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, Classificação: livre.

 

*OFICINA DE AZULEJARIA – Se todas as cidades são mosaicos de inter-relações, afetividades, tradições, testemunhos contínuos do esforço de construção e reconstrução, o Rio de Janeiro é um mosaico representativo do Brasil. E, seguramente, uma das regiões mais constitutivas do mosaico cultural carioca é a Zona Portuária, que compreende os bairros da Saúde, Gamboa, Santo Cristo e os morros do Pinto, da Providência, da Conceição e do Livramento. Aulas práticas e teóricas de azulejaria, com um seminário sobre o tema como parte da formação e exposição. Ao final do curso haverá uma exposição de encerramento, dia 22 de novembro. Orientação Equipe Azulejaria: Laura Taves, Lúcia Rodrigues, Márcia Queiroz e João Rivera. Até 17 de novembro. Haverá duas aulas externas, aos sábados, para visitação guiada da região portuária e do Circuito da Herança Africana. Dias 3, 10, 17, 24 e 31 de agosto, quintas-feiras, 18h30 às 20h. Grupo de alunos: 15 alunos; jovens (a partir de 14 anos), adultos e idosos, moradores do Centro e da Região Portuária da cidade. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

*OFICINA DE DANÇAS URBANAS – Oficina de dança urbana para que crianças e jovens e crianças possam conhecer o formato da aula e o professor. O projeto realizará aulas gratuitas para crianças e jovens, de 13 a 18 anos. Sábados, das 9h às 10h30 (turma 1) e das 10h30 às 12h (turma 2). Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

OFICINAS DO PROJETO ESCOLA DE BAMBA – O projeto Escola de Bamba é uma ação que objetiva trabalhar o núcleo curricular básico a partir dos pressupostos do carnaval carioca, fortalecendo assim a identidade dos alunos da cidade do Rio de Janeiro. Oficina 1: oficina de composição musical para professores da Rede Municipal de Ensino, com Lucas Donato, compositor vendedor do Império Serrano, dia 16 de agosto, quarta-feira, às 14h. Oficina 2: oficina de figurino para professores da Rede Municipal de Ensino, a fim de auxiliar o traço de figurinos dos alunos que irão compor a parte plástica do projeto, dia 28 de agosto, segunda-feira, às 9h. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

OFICINA TERRITÓRIO DE PALHAÇOS – Iniciação e aprofundamento no universo do palhaço, através de jogos, improvisações, criação de números e pesquisa de imagens, vídeos e textos relacionados à comicidade e ao palhaço. Sobre o Bando de Palhaços: o grupo aposta na liberdade, no humor e na potência transgressora do palhaço como recursos para a potencialização da qualidade de vida do indivíduo. Atua em diversas frentes, como a pesquisa sobre as possibilidades de encontro entre o palhaço e a música; a criação e realização de espetáculos teatrais; intervenções em hospitais; cortejos musicais e residências artísticas. De 28 de agosto a 1º de setembro, das 19h às 22h. Sala Municipal Baden Powell. Carga horária: 15 horas (investimento: R$ 350).

 

OFICINAS TEATRAIS E LABORATÓRIOS CÊNICOS NO TEATRO CAFÉ PEQUENO – Laboratório cênico com atores e não atores onde vai acontecer uma investigação sobre o que Alessandra chama de "eu-cênico". Inspirada pelo conhecido documentário "Jogo de Cena de Eduardo Coutinho", Alessandra Gelio despertou o desejo de desenvolver essa pesquisa no palco. E conta com a troca entre atores com experiência e tecnicidade cênica em contraponto com a vivência de pessoas "comuns", não atores, que trazem consigo "apenas" suas histórias de vida e seus Sentidos de humanidade. Nesta turma, direcionada para jovens e adultos se desenvolverá uma montagem de um espetáculo autoral que ficará em cartaz por um mês. O processo de montagem é feito de forma colaborativa onde Alessandra é uma professora e diretora. A partir de exercícios, ferramentas e procedimentos já utilizados por ela nos processos de criação de seus espetáculos autorais, será levantado material e ela desenvolverá uma dramaturgia exclusiva para o grupo. Em seguida, irá dirigir a peça, que ficará um mês em cartaz. São sete meses de aula e um de temporada. Os ingressos da temporada serão cobrados no valor de 40 reais. Dia 7 de agosto, segunda-feira, das 19h às 22h. R$ 275 (mensais. Atores formados pela CAL, UniverCidade, Cândido Mendes, UniRio, Escola do Wolf, Nu Espaço e com DRT tem 15% de desconto). Teatro Municipal Café Pequeno.

 

CAPUCCINO – Voltada para a terceira idade, a turma tem o intuito de trabalhar a expressividade e a criatividade dessas pessoas com tanta experiência de vida e usar como inspiração além de obras literárias e cinematográficas, as tantas histórias de suas vidas que essas pessoas tem pra contar. Dia 6 de agosto, domingo, das 10h30 às 12h. R$ 225 (mensais). Público Alvo: Terceira Idade. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.

 

*OFICINAS CULTURAIS PERMANENTES DO ZIMBA TEATRO - DANÇA – CIRCO – As Oficinas Culturais Permanentes oferecem um espaço de experimentação, onde crianças, adolescentes e adultos podem descobrir potencialidades criativas através do teatro, da dança e do circo. A partir de jogos/improvisações/provocações, os participantes serão estimulados a se expressarem em grupo e individualmente. Direção artística de Monique Carvalho. Com Rohan Baruck (teatro), Jenniffer Mercedes (dança) e Daniel Poittevin e Renê Carvalho (circo). Terças: circo, das 14h30 às 16h30; balé (de 7 a 12 anos), das 18h30 às 19h30; e jazz, das 17h às 18h. Sábados: teatro infantil, das 10h às 12h; e teatro adolescente, das 12h às 14h. Domingos: dança de salão, das 10h às 12h. Teatro Municipal Ziembinski. Vagas: 30 alunos por turma. Inscrição pelo e-mail: teatrozimba.cultura@gmail.com

 

PROJETO EMBANDO MUSICAL CÊNICO – O EmBando Musical Cênico é uma companhia vocal carioca criada em 2013. Um bando de artistas performáticos, que mistura arranjos vocais, teatro, dança, luzes e poesia para criar espetáculos inéditos de som e cena. Em seu repertório, o grupo costura clássicos dos musicais brasileiros e da Broadway com poesia, dança, inovação e muita criatividade. Ao som de 40 vozes e banda, sob-regência e direção artística de Christian Bizzotto, o grupo vai do erudito ao blues, do português ao latim em sucessos nacionais e internacionais. Regência e direção artística: Christian Bizzotto. Com Christian Bizzotto (piano e acordeom), Cristiano Sauer (baixo) e Jorge Ardila (violão e guitarra). Ensaios as quartas-feiras, das 14h às 18h. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

*RECITAL DE POEMAS "DAS PAIXÕES" - VIVIANE MOSÉ – Recital de poemas e lançamento do livro Calor e Frio, de Viviane Mosé. O evento contará com o recital de poemas "Das Paixões", declamados pela autora. Na sequência, autógrafo dos livros e palco aberto com a presença de diversos artistas. Dia 23 de agosto, quarta-feira, às 19h. Teatro Ipanema.

 

WORKSHOP DE DANÇA – COM RAFI MALDONADO-LOPEZ – Show com o professor Miami City Ballet School e New World School of the Arts. Professor e Coreógrafo de Jazz musical e Contemporâneo do Miami City Ballet School e New World School of the Arts ambas instituições em Miami no Estados Unidos. Importante formador de opinião na sua área, devido a técnica e carreira ensinada a seus estudantes hoje artistas da Broadway e em várias cidades Americanas. Dia 15 de agosto, terça-feira. Programação: 15h30, com Jazz Musical; 18h, com Contemporâneo; 20h, com bate-papo sobre sua brilhante carreira internacional. Inscrições gratuitas na bilheteria do Imperator. Centro Cultural João Nogueira – Imperator. Classificação: 14 anos.

 

TRANSBORDAMENTOS DA INF NCIA – A série "Transbordamentos da Infância" é composta por pinturas figurativas cujas cenas protagonizadas por crianças abarcam manifestações particulares da infância. As obras construídas pela artista através da corrente expressionista trazem a estética inacabada como mote conceitual de sua produção que evoca um tempo comum a todos cuja memória é permeada pela ficção da própria história de cada um. De segunda a sábado, das 10h às 21h, até 5 de agosto. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian. Classificação: livre.

 

VEG BORÁ – É uma feira com produtos exclusivamente veganos, que visa a incentivar o consumo de alimentos sem ingredientes de origem animal, o respeito e a responsabilidade do ser humano, através de um evento cultural gratuito. O veganismo é uma filosofia e estilo de vida, na qual busca excluir, na medida do possível e praticável, todas as formas de exploração e crueldade contra animais na alimentação, vestuário ou qualquer outra finalidade. Evento vegano que arrecada fundos em prol dos animais. Produção Ysis Neves. Dias 12 e 13 de agosto, sábado e domingo, das 11h às 19h. Local: Teatro Municipal Ziembinski.
 

 

 

 

*ATRÁS DA MINHA PORTEIRA – De autoria da pintora Vera Ticom, o livro são lembranças de sua vida, lindos poemas, quase todos escritos em prosa poética. Dia 12 de agosto, sábado, das 17h às 19h. Teatro Municipal Ziembinski. A verba da venda dos livros será destinada para instituições carentes.

 

*BANCA DE LIVROS – Cinco bancas de jornais transformadas em bibliotecas públicas, com 300 títulos em cada, além de bibliotecários e contadores de histórias formam o projeto Banca de Livros. Direção de produção: Miguel Gomes. Assistente de produção: Amandha Nery. Coordenação de montagem, design gráfico e web: Elpídio Duarte. Projeto pedagógico e direção geral: Graça Gomes. De segunda a sexta, das 9h às 17h, e sábados, das 9h às 14h. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: livre.

 

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA DO ZIMBA – A residência artística Ziembinski (Com)Vida propõe a criação de uma charmosa biblioteca no hall do teatro que possibilita a troca de livros em bom estado de conservação, em parceria com o programa Troca-Troca de Livros. De terça-feira a domingo, das 14h às 22h. Teatro Municipal Ziembinski (Tel.: 3234-2003). Classificação: livre.

 

*PRATICANDO A CRIATIVIDADE EM SUA VIDA – Lançamento do livro, de Davi Giordano que desenvolve ideias essenciais para todos aqueles que buscam uma maior aproximação entre arte e vida. Vivencie uma filosofia prática para enxergar a vida de forma positiva e transformar os problemas em soluções. O livro permite que os seus desejos sejam encarados com flexibilidade e adaptação ao contexto real da vida, revelando assim um sentido coerente e significativo de felicidade para o seu processo de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Dia 26 de agosto, sábado, das 17h às 19h. Teatro Municipal Ziembinski (Tel.: 3234-2003). Classificação: livre.

 

*TROCA-TROCA DE LIVROS – projeto que visa a circulação do conhecimento e promove a leitura, estimulando uma prática sustentável. Dia 2 de agosto, quarta-feira, das 10h às 16h.
CENTRO ADMINISTRATIVO SÃO SEBASTIÃO – CASS
BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DE BOTAFOGO
BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE
BIBLIOTECA POPULAR DO RIO COMPRIDO
BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DA GAMBOA
BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DA ILHA DO GOVERNADOR
BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DE IRAJÁ
BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DE JACAREPAGUÁ
BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DA TIJUCA
BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DE SANTA TERESA
BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DA MARÉ


*TROCA-TROCA DE LIVROS – Contação de histórias com Bianca Barbosa, das 11h às 12h. Troca-troca todos os domingos, das 10h às 14h. Imperator - Centro Cultural João Nogueira. (Tel.: 2597-3897) Classificação: livre.

 

*TROCA-TROCA DE LIVROS – O projeto Troca-Troca de Livros é mais do que uma simples troca de um livro pelo outro. É um ato de mediação e formação de leitores, portanto deve-se seguir certos padrões de atendimento e mediação. Terças e sextas, das 10h às 16h, na Biblioteca Popular da Gamboa. Centro Cultural Municipal José Bonifácio (Tel.: 2233-7754).

 

*MIDIATECA – Localizada no 3º andar do Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, a Midiateca é um espaço de pesquisa e memória da dança. Possui em seu acervo livros, publicações e vídeos. De terça a sexta-feira, das 10h às 18h, e sábados, das 10h às 16h.

*OFICINA EXPERIMENTAL DE POESIA – Encontro de leitores, curiosos, poetas e pesquisadores para o compartilhamento de processos artísticos, escrita, leitura e crítica de poesia. Quartas-feiras, às 19h. Imperator – Centro Cultural João Nogueira (Tel.: 2597-3897). Classificação: livre.

 

BIBLIOTECA POPULAR ABGAR RENAULT
Centro Administrativo São Sebastião – CASS. A biblioteca funciona, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na Biblioteca Popular Abgar Renault.


*TROCA-TROCA DE LIVROS – Programa de incentivo a leitura onde você pode trocar até dois livros de literatura em bom estado. Dia 2 de agosto, quarta-feira, das 9h às 17h, no Centro Administrativo São Sebastião (CASS). Classificação: livre.


*QUINTAS AFETIVAS – Contação de histórias com Sonia Lima. Quintas, às 10h e às 14h. Sala 251.


*SARAU DAS QUARTAS – Vivência com textos literários compartilhados em uma roda de rima e prosa. Tema: Poemas de poetas consagrados falando sobre as mães, Vinicius de Moraes, Manoel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade. Dia 30 de agosto, quarta-feira, às 15h. Sala 251.

 

SARAU DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS – Francisco Gregório e os contadores de histórias (para adultos) recebe o Sarau de Contação de Histórias com curadoria do professor Gregório que, há mais de 30 anos desenvolve cursos de formação de contadores de histórias no Rio de Janeiro e em outras cidades do Brasil e do exterior. A proposta é de reunir contadores de histórias e amantes das narrativas orais num encontro intimista, com café e literatura. Dia 11 de agosto, sexta-feira, das 17h às 19h30. Sala Municipal Baden Powell. Classificação: livre.

 

 

BIBLIOTECA POPULAR DE BOTAFOGO


*BIBLIOTECA VIRTUAL – Utilização do computador com acesso à internet por uma hora. De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e sábados, das 10h às 15h. Classificação: livre.


*DIREITO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA – Informar aos pais sobre os direitos das crianças e jovens com Síndrome de Down. Ministrada pelo Dr Gonzalo Lopes. Dia 5 de agosto, sábado, às 10h.


*ENCONTRO DE GERAÇÕES – Debate sobre assuntos da atualidade (política, cultura, saúde, etc.), valorizando a experiência de quem chegou à maturidade. Coordenado pela Associação dos Amigos da Biblioteca de Botafogo. Dias 4, 11, 18 e 25 de agosto, sextas-feiras, das 15h às 16h30.


*EVENTO COLETIVO NA PRAÇA – Ocupação da Praça com Livros na Praça, Músicas, Danças, Poesias, Lançamento de livro, exibição de filme. Dia 26 de agosto, sábado, das 10h às 17h.


*ENCONTRO DOS CONTADORES DE HISTÓRIAS (AGREGANDO) – Exercitar a prática na contação de histórias. Com Cléo Mota e Sônia Sampaio. Dia 3 de agosto, quinta-feira, das 14h às 17h.


*ENCONTRO LÍTERO-MUSICAL DA ABLAP (ACADEMIA BRASILEIRA DE ARTE E PAZ) – Apresentação musical e de poesia, com Maria Augusta e Glória Puppin. Dia 14 de agoto, segunda-feira, das 14h às 17h.


*ENCONTRO DE POESIA – Reunião de poetas e amante da poesia para a apresentação de seus trabalhos e homenagens aos poetas nacionais. Coordenado por Lydia Simonato e Larissa Loretti. Dia 24 de agosto, quinta-feira, às 15h.


RODA DE CANTO E POESIA – Apresentação musical de pessoas da comunidade. Coordenado por Mariá Nogueira. Dia 31 de agosto, quinta-feira, das 13h30 às 17h. Contribuição facultativa de R$ 2 a R$ 5.


*TROCA-TROCA DE LIVROS – Programa de incentivo a leitura onde você pode trocar até dois livros de literatura em bom estado. De segunda a sexta, das 9h às 17h, aos sábados, das 10h às 15h. Classificação: livre.


*AULAS DE XADREZ – Com o Dr. Átila Flegner. Segundas-feiras, das 14h30 às 17h.


CURSO DE PINTURA – Ensino da técnica de pintura a óleo sobre tela. Ministrado por Marilu Leda Elias de Carvalho. Quartas-feiras, das 9h às 12h. R$ 100 (mensalidade).


CURSO BÁSICO DE ESPANHOL – Curso Básico de Espanhol ministrado por José Luiz. Básico I – segundas e sextas, às 9h30; Básico II – terças, às 10h; Básico III – quartas, às 14h30; R$ 100 (mensalidade).


CURSO DE FRANCÊS – Ministrado por Cristian Egídio. Básico I (iniciantes) – sextas, das 13h às 15h e sábados, das 10h às 12h; Básico II – sextas, das 15h às 17h; Básico I - segundas, das 13h às 15h; Básico II – segundas, das 15h às 17h. Mensalidade: R$ 100.


CURSO DE ALEMÃO – Ministrado por Cristian Egídio. Básico I (iniciantes) – sábados, das 12h às 14h. Mensalidade: R$ 100.


CURSO DE ITALIANO – Curso livre de idiomas, com José Aparecido. Quintas, das 15h às 17h ( Básico I). R$ 100.

 

 

BIBLIOTECA POPULAR DE CAMPO GRANDE


*BIBLIOTECA VIRTUAL – De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Período máximo de acesso à internet de uma hora, com agendamento prévio.


*PROJETO UM LIVRO DE PRESENTE – Doação de livros. Terças e quintas, das 9h às 16h.


*TROCA-TROCA DE LIVROS – De segunda a sexta, das 9h às 16h.

 

 

BIBLIOTECA POPULAR DA ILHA DO GOVERNADOR


*BIBLIOTECA VIRTUAL – De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e sábados, das 10h às 13h.


*A ARTE E O ARTISTA EM PRIMEIRO PLANO – O artista plástico Valdir Pereira Augusto dá aulas de desenho e pintura para todas as idades e talentos. Aulas de desenho e pintura para todas as idades e talentos. A única condição é a vontade de aprender. Quartas-feiras, das 13h às 16h30, sextas-feiras, das 9h às 16h30.


*CAIXEIRO VIAJANTE – Doação de livros par o público em geral. De segunda a sexta, das 9h às 17h, sábados, das 10h às 16h. Classificação: livre.


*PESQUISA HISTÓRICA – CENTRO DE REFERÊNCIA HISTÓRICA DA ILHA DO GOVERNADOR – Acervo especializada na história da Ilha do Governador. De segunda a sexta, das 9h às 17h. Sala do Centro de Referência Histórica da Ilha do Governador. Classificação: livre.


*ESPERANTO – Oficina do idioma esperanto. Curadoria de Renaud Hetmanek. Sábados, das 10 às 11h. Seção infanto-juvenil. Classificação: livre.


*MODELO E MANEQUIM – Oficina de modelo e manequim pela Companhia Novos modelos Anderson Martinez. Curadoria de Anderson Martinez. Quintas-feiras, das 9h às 10h30 e das 15h às 16h30. Classificação: livre.


*ENSAIO – TEATRO – Ensaio para apresentação teatral com o Grupo Quero que me veja. Coordenado por Cícero Raul Mariléa Lopes. Sextas-feiras, das 9h às 12h. E ensaio para apresentação teatral com atores da Terceira Idade grupo Paz e Amor. Coordenado por Solange Bonfim. Segundas, quartas e sextas, das 14h à 16h30.


*SHOW DE TALENTOS – Apresentação de clássicos da MPB. Coordenado por Solange Bonfim. Dia 30 de agosto, quarta-feira, das 14h às 16h30. Classificação: livre.


*OS SUPERIDOSOS – Peça montada pela companhia Os Superidosos, cuja temática da apresentação será a valorização do idoso frente a sociedade. Direção e roteiro de Loferato. Dia 10 de agosto, uinta-feira, às 15h

 


BIBLIOTECA POPULAR DE IRAJÁ


*TROCA-TROCA DE LIVROS – Traga um livro de literatura em bom estado e troque por outro. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.


*PEGUE E LEVE – Atividade tem como objetivo fazer com que o livro "circule", através da doação de livros para o público que frequenta a Região Administrativa. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Local: Complexo da RA. Classificação: 6 anos.


*VENHA FAZER ORIGAMI! – Oficina de origami, a arte milenar de criar figuras em dobraduras de papel. Segundas-feiras, das 14h às 16h. Classificação: 10 anos.


*IRAJÁ NAVEGANDO NA INTERNET – Acesso gratuito a internet, de 1 a 31 de agosto, das 9h às 15h30. Classificação: 10 anos.

 

 

BIBLIOTECA POPULAR VOLANTE - JOÃO ANTONIO


*BIBLIOTECA VOLANTE – para empréstimos de livros é necessária a seguinte documentação: identidade, comprovante de residência e autorização (para menores de 15 anos). Cada usuário pode levar até dois livros pelo prazo de 14 dias. A devolução deverá ser feita no mesmo local onde foi realizado o empréstimo ou na Av. Monsenhor Félix, 512 – Irajá. Itinerário: das 10h às 14h. Programação de AGOSTO:
Dias 1, 15 e 29 – Ricardo de Albuquerque – R. Mal Alencastro, 2140 (Pr. Cláudio de Souza)
Dias 2, 16 e 30 – Cavalcanti – R. Herculano Pena (ao lado do PAM Cavalcante)
Dias 3, 17 e 31 – Acari – (Praça Portugal)
Dias 4 e 18 – Pavuna – R.Com. Guerra (Pr. N.S. Das Dores)
Dias 7 e 21 – Cidade Alta – Praça Dom Justino
Dias 8 e 22 – Coelho Neto - Av. Automóvel Club, 10154 (Pr.Virgínia Cidade)
Dias 9 e 23 – Jardim América - R.Sebastian Bach
Dias 10 e 24 – Madureira – R. Domingos Lopes (Pça. Patriarca)
Dias 11 e 25 – Realengo - Av. Sta.Cruz, 1015
Dia 14 – Jabour – Rua Raul Azevedo, 70
Dia 28 – Vila Valqueire - – Rua das Rosas

 

 

BIBLIOTECA POPULAR DO RIO COMPRIDO – ANNITA PORTO MARTINS


*BIBLIOTECA VIRTUAL – Utilização do computador com acesso à internet por uma hora. De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Classificação: livre.


*TROCA-TROCA DE LIVROS – De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.


*OFICINA DE ARTESANATO – Coordenado por Benedito de Matos. Quintas-feiras, às 14h. Classificação: livre.

 

 

BIBLIOTECA POPULAR DA TIJUCA - MARQUES REBELO


*BIBLIOTECA VIRTUAL – De segunda a sexta-feira, das 9h30 às 15h30. Sábados e domingos, das 10h30 às 15h30.


*TROCA-TROCA DE LIVROS – Programa de incentivo à leitura onde você pode trocar até dois livros de literatura em bom estado. De segunda a sexta, das 9h às 17h. Sábados e domingos, das 10h às 15h. Classificação: livre.


*LIBERTAÇÃO DE LIVROS – Projeto de incentivo à leitura e facilitação do acesso ao livro para todos, no qual são colocados à disposição dos leitores e passados adiante, sem nenhum custo, livros pertencentes ao excesso de doações recebidas pela Biblioteca e que não farão parte do acervo por serem duplicatas ou não atender ao perfil da instituição. Dias 7 e 8 de agosto, segunda e terça-feira, das 9h às 17h. Classificação: livre.


*FOLCLORE – Mostra de livros sobre o tema. De 1º a 31 de agosto. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.


*CASA DO MEDO – Encontros da Casa do Medo associação de autores dos mais diversos ramos interessadas em produzir elementos narrativos literários e artísticos dentro da perspectiva do medo: Literatura, quadrinhos, ilustrações, cinema, documentários, teses, teatro, música, poesia, dentre outras atividades. Coordenado por Roberta Pauletich. Dia 26 de agosto, sábado, das 13h às 16h.

 

*OFICINA DE RECREAÇÃO DA MEMÓRIA – Os encontros são direcionados para terceira idade com utilização de jogos, músicas, poesias e atividades lúdicas para estimular a memória. Com Elci Narazaki. Quartas-feiras, às 14h. Classificação: livre.


*PROJETO ITÁ – Aulas de reforço de português e matemática para crianças da comunidade do entorno com inscrição prévia e limitada. Coordenado pela ADEC. De 5 a 26 de agosto, sábados, das 10h às 12h. Classificação: de 7 a 11 anos. 

 

 

 

FUNDAÇÃO PLANETÁRIO
Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea. 
Funcionamento: de segunda-feira a domingo.
Exposições: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e sábados, domingos e feriados, das 14h30 às 17h.
Museu do Universo – De terça a domingo, das 14h30 às 17h. R$ 13 e (R$ 6,50 meia)
Sessões de Cúpula* (com exposições): de terça a domingo e feriado, às 15h, às 16h e às 17h - R$ 26, inteira e (R$ 13, meia).
*A venda de ingressos para as Sessões de Cúpula se encerra 10 minutos antes do início das sessões.

 

EXPOSIÇÕES


EXPERIMENTOS INTERATIVOS – São 60 experimentos interativos divididos em três áreas: astronomia fundamental; astrofísica e nave escola que revelam os mistérios que cercam o espaço e explicam uma série de curiosidades sobre o Sistema Solar.

 

O UNIVERSO DESLUMBRANTE – Cinco painéis com 38 fotografias contam a história dos 50 anos da fundação do Observatório Europeu do Sul. A exposição mostra imagens captadas a partir dos poderosos telescópios instalados no deserto chileno e explica a tecnologia utilizada para os registros deslumbrantes do Universo.

EXPOLUZ – A exposição em comemoração ao Ano Internacional da Luz decretado pela UNESCO, conta com três painéis que contemplam toda trajetória e a importância dessa onda eletromagnética para a humanidade.

*OBSERVAÇÃO DO CÉU – Orientada por uma equipe de Astrônomos, as observações acontecem às quartas-feiras (exceto feriados), às 18h30. A observação depende das condições meteorológicas. Distribuição de senhas 30 minutos antes do início da atividade.

 

 

 

 

 

 

 


ARENA CARIOCA ABELARDO BARBOSA - CHACRINHA

Rua Soldado Elizeu Hipólito, s/n esquina com Av. Litorânea - Pedra de Guaratiba

Tel.: 3404-7980

 

ARENA CARIOCA CARLOS ROBERTO DE OLIVEIRA - DICRÓ

Av. Brás de Pina, s/n, Parque Ary Barroso. Penha.

Entrada pela Rua Flora Lobo. Tel.: 3486-7643

 

ARENA CARIOCA FERNANDO TORRES

Rua Bernardino de Andrade, 200 – Parque Madureira – Madureira.

Tels.: 3495-3078 / 3495-3093

 

ARENA CARIOCA JOVELINA PÉROLA NEGRA

Praça Ênio, s/nº - Pavuna. Tel.: 2886-3889.

Estação Pavuna

 

ARENINHA CARIOCA GILBERTO GIL

Avenida Marechal Fontenelle, 5.000 – Realengo. Tels.: 3462-0774 / 3333-2889

Metrô + Integração SuperVia – Estação Magalhães Bastos

 

ARENINHA CARIOCA HERMETO PASCOAL

Praça 1º de maio s/nº – Bangu. Tel.: 3332-4909

 

ARENINHA CARIOCA RENATO RUSSO

Parque Manuel Bandeira, s/nº – Ilha do Governador. Tel.: 2467-7274

 

BIBLIOTECA POPULAR DE BOTAFOGO – MACHADO DE ASSIS

Rua Farani, 53 – Botafogo. Tel.: 2551-6911

Estação Flamengo

 

BIBLIOTECA POPULAR DE CAMPO GRANDE – MANOEL IGNÁCIO DA SILVA ALVARENGA

Praça Thelmo Gonçalves Maia, s/nº – Campo Grande. Tel: 3394-5509

Metrô + Integração SuperVia – Estação Benjamin do Monte

 

BIBLIOTECA POPULAR DA ILHA DO GOVERNADOR – EUCLIDES DA CUNHA

Praça Danaides s/n° - Cocotá. Tel.: 3368-7797

 

BIBLIOTECA POPULAR DO GUANDU – FERNANDO SABINO

Rua 12 – quadra 219 – Guandu – Santa Cruz. Tel.: 3395-1630 / 3365-6039

 

BIBLIOTECA POPULAR DO IRAJÁ – JOÃO DO RIO

Av. Monsenhor Félix, 512. Tel.: 2482-3582

Estação Irajá

 

BIBLIOTECA POPULAR DE JACAREPAGUÁ - CECÍLIA MEIRELES

Rua Dr Bernardino, 218 - Praça Seca. Tel.: 3833-0084

 

BIBLIOTECA POPULAR DA MARÉ – JORGE AMADO

Rua Ivanildo Alves, s/nº - Complexo da Maré. Tel.: 3105-6815

 

BIBLIOTECA POPULAR DE SANTA TERESA – JOSÉ DE ALENCAR

Rua Monte Alegre, 306 – Santa Teresa. Tel.: 2224-2358

 

BIBLIOTECA POPULAR DA TIJUCA – MARQUES REBELO

Rua Guapeni, 61 – Tijuca. Tel.: 2204-0752

Estação Saens Peña

 

BIBLIOTECA POPULAR DO RIO COMPRIDO - ANNITA PORTO MARTINS-

Rua Sampaio Viana, 357 – Rio Comprido. Tel.: 3081-0496

 

CENTRO COREOGRÁFICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Rua José Higino, 115 – Tijuca. Tels.: 3238-0601 / 3238-0357 / 2268-7139

Estação Saens Peña (integração)

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL LAURINDA SANTOS LOBO

Rua Monte Alegre, 306 - Santa Teresa. Tels: 2215-0618 / 2224-3331

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL ODUVALDO VIANNA FILHO (CASTELINHO DO FLAMENGO)

Praia do Flamengo, 158. Tel.: 2205-0655 / 2205-0276

Estação Largo do Machado

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL PARQUE DAS RUÍNAS

Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa. Tels: 2215-0621 / 2224-3922

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL PROFª DYLA SYLVIA DE SÁ

Rua Barão, 1180 – Praça Seca. Tels: 3833-4769

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL JOSÉ BONIFÁCIO

Rua Pedro Ernesto, 80 – Gamboa

Tel.: 2233-7754

 

CENTRO MUNICIPAL DE CULTURA E CIDADANIA CALOUSTE GULBENKIAN

Teatro Gonzaguinha

Rua Benedito Hipólito, 125 - Praça Onze. Tels: 2224-2628 / 2224-8300 / 2234-5747

Estação Praça Onze

 

CENTRO MUNICIPAL DE ARTE HÉLIO OITICICA

Rua Luís de Camões, 68 – Centro. Tels: 2232-4213 / 2242-1012

Estação Carioca

 

CENTRO DA MÚSICA CARIOCA ARTUR DA TÁVOLA

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca. Tels: 3238-3831 / 3238-3743 / 3238-3880

Estação Saens Peña (integração)

 

ECOMUSEU DO QUARTEIRÃO CULTURAL DE

SANTA CRUZ

Rua Afonso Cavalcanti, 455 / 2º andar, sala 217. Tels: 2976-2548 / 2976-1245

 

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Rua Humaitá, 163 – Humaitá. Tel.: 2535-3846

Estação Botafogo e Humaitá (Metrô na superfície)

 

FUNDAÇÃO PLANETÁRIO

Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea. Tel.: 2274-0046

Estação Puc, Botafogo ou Ipanema/General Osório + Metrô na Superfície

 

IMPERATOR – CENTRO CULTURAL JOÃO NOGUEIRA

Rua Dias da Cruz, 170 – Méier. Tels.: 2597-3897 / 2596-1090

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL CARLOS ZÉFIRO

De terça a domingo, das 10h às 19h.

Estrada Marechal Alencastro, s/nº – Anchieta. Tel.: 2148-0813

Metrô + Integração SuperVia – Estação Magalhães Bastos

 

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL ELZA OSBORNE

Estrada Rio do A, 220 – Campo Grande. Tels: 3406-8434 / 2413-2255 (fax)

Metrô + Integração SuperVia – Estação Campo Grande

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL HERBERT VIANNA

Rua Ivanildo Alves s/nº – Nova Maré. Tels.: 3105-6815

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL JACOB DO BANDOLIM

Praça Geraldo Simonard – Pechincha – Jacarepaguá. Tel.: 3173-5460

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL JOÃO BOSCO

Av. São Félix, 601 – Parque Orlando Bernardes – Vista Alegre. Tel.: 2482-4316

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL SANDRA DE SÁ

Rua 12, quadra 219 - Guandu 1. Tels.: 3365-6039 / 3395-1630

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL TERRA

Praça Edson Guimarães s/nº. Guadalupe. Tels.: 3018-4203.

 

MEMORIAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS

Praça Luís de Camões s/n – Glória. Tel.: 2237-5234 / 2245-7577

 

MUSEU HISTÓRICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Estrada Santa Marinha s/nº – Gávea

Tels.: 2512-2353 / 2294-5990

 

MUSEU DE ARTE DO RIO – MAR

Praça Mauá, 5, Centro. Telefone: 3031-2741

 

MUSEU DO AMANHÃ

Praça Mauá, 1, Centro.

 

SALA MUNICIPAL BADEN POWELL

Av. Nossa Senhora de Copacabana, 360 – Copacabana. Tels: 2255-1067 / 2255-1366

Estação Cardeal Arcoverde

 

TEATRO IPANEMA

Rua Prudente de Moraes, 824 A – Ipanema

Tels.: 2267-3750

Estação Nossa Senhora da Paz

 

TEATRO MUNICIPAL CAFÉ PEQUENO

Av. Ataulfo de Paiva, 269 – Leblon. Tel.: 2294-4480

Estação Jardim de Alah e Ipanema/General Osório

 

TEATRO MUNICIPAL CARLOS GOMES

Praça Tiradentes s/nº – Centro. Tels: 2215-0556 / 2224-3602.

Estação Carioca

 

TEATRO DE FANTOCHES E MARIONETES CARLOS WERNECK DE CARVALHO

Aterro do Flamengo (altura do nº 300 da Praia do Flamengo, esquina com a R. Tucumã)

Estação Flamengo

 

TEATRO MUNICIPAL MARIA CLARA MACHADO

Rua Padre Leonel Franca, 240 – Gávea. Tel.: 2274-7722

Estação Ipanema e General Osório (Metrô na superfície)

 

TEATRO MUNICIPAL SERRADOR

Rua Senador Dantas, 13 – Centro. Tel.: 2220-5033

 

TEATRO MUNICIPAL ZIEMBINSKI

Rua Heitor Beltrão s/nº – Tijuca. Tels.: 3234-2003 / 3234-2815

Estação São Francisco Xavier

 

TEATRO MUNICIPAL DE GUIGNOL DO MÉIER

Praça Jardim do Méier (ao lado do Hospital Municipal Salgado Filho)

Estação São Francisco Xavier (integração)

 

TEATRO MUNICIPAL DE GUIGNOL DA TIJUCA

Praça Comandante Xavier de Brito (entre a Av. Maracanã e Rua Otávio Kelly)

Estação Saens Peña (integração)




Serviços Serviços