Secretaria Municipal de Cultura - SMC
CONFIRA A AGENDA CULTURAL DESSA SEMANA

27/10/2016 10:39:00


AGENDA CULTURAL DA SMC– de 30 a 5 de abril

Toda a programação está sujeita a alteração.

* Este ícone marca a programação gratuita.

 

TEATRO

 

A OUTRA CASA– Uma neurologista de sucesso tem um lapso de memória numa apresentação para uma plateia de médicos. A partir deste episódio ela vai sendo impulsionada a rastrear sua lucidez através de embates com seu marido, sua médica, com as lembranças de sua filha desaparecida e consigo mesma. Texto de Sharr White. Direção de Manoel Prazeres. Com Helena Varvaki, Marcos França, Gabriela Munhoz e Rick Yates. Até 2 de abril. Sexta, sábado e domingo, às 20h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: 16 anos.

 

ANJOS DO CALÇADÃO– Com uma narrativa leve e bem humorada, o texto escrito por Jonas França e que tem a direção do próprio e de Alex Borges, convida o espectador para um passeio Calçadão de Copacabana e pela história desses marginalizados pela sociedade. A peça, que integra romance e suspense, a música ao jogo de atores, o estilo gingado carioca à linguagem usada nas rua e nos guetos, narra a história de personagens singulares, que são verdadeiros retratos cariocas. Um exemplo disso é a protagonista da trama, Eleonora, uma mãe que luta diariamente para reencontrar seu filho desaparecido. Mesmo após ser assaltada pelos Anjos do Calçadão, ela decide ajudá-los e, para sua surpresa, eles se transformam através da arte. Com Esther Elisabeth, Nelson Yabeta, Maíra Ribeiro, Rafael Dávila, Daniel Gadioli, Diego Galvão, Ricardo Fernandes, Jorge Silveira, Júlio Vilella, Anderson Lugão, Junior Machado, Camila Perez, Fernando Braga, Thiago Zurck, Robson Melo e Elaine Dias. Texto de Jonas França. Direção de Jonas França e Alex Borges. Dias 1º e 2 de abril, sábado, às 20h e domingo, às 19h. R$ 30. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: 12 anos.

 

CARTOLA – O MUNDO É UM MOINHO– Espetáculo inspirado em um dos maiores ícones do samba carioca, "Cartola – O mundo é um moinho" tem dramaturgia de Artur Xexéo, direção e encenação de Roberto Lage e direção musical de Rildo Hora. A pesquisa foi realizada por Nilcemar Nogueira, neta de Cartola, fundadora do Museu do Samba e atual Secretária Municipal de Cultura. O ator Flávio Bauraqui interpreta Cartola e Virgínia Rosa vive Dona Zica. A cada apresentação o musical levará grandes nomes do samba e da MPB. Entre os artistas já convidados estão Xande de Pilares, Dudu Nobre, Leci Brandão e Sandra de Sá. De quinta a sábado, às 19h e domingos, às 17h, até 28 de maio. R$ 70 (quintas e sextas) e R$ 80 (sábados e domingos). Teatro Municipal Carlos Gomes. Classificação: 12 anos.

 

CALANGO DEU! OS CAUSOS DA DONA ZANINHA– Escrito e interpretado por Suzana Nascimento, Calango Deu! Os Causos da Dona Zaninha é um espetáculo teatral baseado na cultura popular mineira. O monólogo foi construído ao longo de cinco anos de uma pesquisa que abrange vocabulário, hábitos, histórias, músicas e crenças. Dona Zaninha é uma guardiã desses ricos acervos de memórias – uma contadora de causos, e hilária por seu jeito e seu linguajar, mas profunda com sua sabedoria. Entre um cafezinho e uma boa cachaça mineira, ela conduz a outras paragens, verídicas ou fantasiosas, mas recheadas de humor, poesia e memória. Concepção, texto, direção musical e interpretação de Suzana Nascimento. Direção de Isaac Bernat. Quinta e sexta-feira, às 20h, até 7 de abril. Sala Municipal Baden Powell. R$ 40. Classificação: 14 anos.

 

ED&CATH.ENSAIO– Conto de fadas contemporâneo ao som de bateria e regado a vinho tinto. Dramaturgia e direção de Helena Almeida. Direção de Movimento de Ruy Carvalho. Direção Musical de Florence Masse. Com Florence Masse, Helena Almeida e Ruy Carvalho. Até 19 de abril, quartas-feiras, às 20h. R$ 20. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: 16 anos.

 

FERNANDO, O ESPELHO E O VIOLÃO– Espetáculo que mistura as poesias de Fernando Pessoa e a criação de Santa Teresa. Músicas internacionais e nacionais, voz e violão, grafite e degustação de cerveja artesanal distribuídas pelo elenco da Cia. Teatral Morrinho. Espetáculo que mistura várias linguagens artísticas, intitulada "Fernando, o espelho e o violão", baseado nas obras de Fernando Pessoa, com dois músicos voz e violão costuram a peça, atores se revezam na distribuição das cervejas para o público presente, servindo com poesia ao longo da peça, um artista prepara desenhos para doar para plateia e durante o processo contamos a história de Santa Teresa. Sábados, 19h. R$ 20. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo. Classificação: livre.

 

HOTEL BRASIL – A peça conta a história de três triângulos amorosos construídos em três atos a partir de fragmentos das obras de três autores da literatura e dramaturgia mundial: YukioMishima, TennesseeWiliams e Vinicius de Moraes. A sutileza com que esses autores tratam o efêmero e o passageiro em relações supostamente estáveis é a base para a criação deste espetáculo, ambientado na impessoalidade de um quarto barato de hotel. Direção de Joelson Gusson. Com Alan Pellegrino, Elisa Barbato e Luisa Friese. Sábados e segundas, às 21h, e domingos, às 20h. Até 3 de abril. R$ 30. Espaço Municipal Cultural Sergio Porto. Classificação: 16 anos. 

 

LÓVE– O espetáculo é um solo e foi resultado de uma pesquisa regular sobre palhaçaria feminina com orientação da integrante Karla Concá. A Palhaça Valquíria Mascarenhas se prepara para um encontro romântico com o amor de sua vida. Durante muito tempo ela se arruma e cria uma atmosfera de amor perfeita. O solo desenvolve um roteiro romântico tendo como fio condutor uma das principais características do trabalho do palhaço: o ridículo, este arquétipo tem como princípio rir de si mesmo, transformando o erro em acerto, a dor em riso e a queda em humanização. Texto de  Fernanda Paixão e Karla Concá. Com Fernanda Paixão. Dia 1º de abril, sábado, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 12 anos.

 

OCUPAÇÃO "QUE LEGADO"– Com uma programação artística que é um convite para a ação, o  "Que Legado" vai movimentar um equipamento público municipal com suas vozes, olhares, corpos desenhando obras em torno do legado que atravessa nossa cidade e nosso estado. Cinema, Artes Visuais, Dança, Teatro, Performance, Literatura, Música, Psicanálise, História das Favelas, Debates com representantes da Saúde e da Educação. De quinta a domingo, das 18h às 21h. Até 9 de abril. Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho (Castelinho do Flamengo). Classificação: 16 anos.

 

PONTE GOLDEN GATE– Após ser consagrado em festivais conquistando prêmios de melhor texto, melhor atriz (Mariana Cerrone), o jovem autor Igor Cosso se aprofundou na comicidade absurda da dramaturgia, com novos personagens e novas reflexões sobre a falta de respostas para os enigmas da nossa existência. E assim, surgiu o texto do espetáculo tragicômico Ponte Golden Gate. Dirigido por Wendell Bendelack diretor e criador do fenômeno teatral de comédia "Surto". Ponte Golden Gate, busca provocar gargalhadas e reflexões a partir de uma simples pergunta: Qual o sentido da vida? Com Thais Belchior, Mariana Cerrone, Alexandre Barros, Hamilton dias, Igor Cosso e Leo Bahia. Quartas e Quintas, às 20h. Até 6 de abril. R$ 20. Teatro Ipanema. Classificação: 16 anos.

 

O INCANSÁVEL DOM QUIXOTE– O espetáculo narra a saga do valoroso cavaleiro andante. Este homem de incomparável coragem e retidão, sempre montado em seu cavalo Rocinante e ao lado de seu escudeiro Sancho Pança, passa por muitas desventuras em teste de sua obstinação e coragem. Perde batalhas e duvidam de sua saúde mental. A adaptação do romance de Cervantes para o palco se dá a partir da performance de um único ator em cena que é narrador, Dom Quixote, Sancho Pança, Dulcinéia, Rocinante e todo o mais que compõe o espetáculo. Direção de Reynaldo Dutra. Com Maksin Oliveira. De 5 a 27 de abril, quartas e quintas-feiras, às 20h. R$ 40. 

Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: 12 anos.

 

OS SETE PECADOS– Após estreia na Europa em 2010, o espetáculo "Os Sete pecados", da Cia. de Circo Up Leon chega aos palcos do Teatro Serrador, em comemoração ao mês do circo e a celebração dos 25 anos da Cia. O espetáculo tem nos elementos da dança, teatro e vídeo, o complemento fundamental para que o elenco de sete artistas circenses apresentem-se dentro de um universo multilinguagens num estilo moderno. Direção de Fidelys Fraga e Gabriel Jacques. Com Alcimar Henrique, Cristiano Prado, Daniela Hering, Danielle Rodrigues, Maurício Corrêa, Pablo Bessa e Thiago Santos. Dia 2 de abril, domingo, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 12 anos.

 

O PALHAÇO DA GUERRA– O espetáculonarra as histórias de vida de um palhaço judeu no pós-guerra, que perdeu tudo e luta contra sua própria consciência e as lembranças do horror vivido. Escolhido para animar nazistas e judeus a caminho da morte em troca de sua sobrevivência, ele oscila entre momentos de lucidez e loucura, e vive os diversos personagens. Assim envolve o espectador em uma comovente história onde humor e tragédia caminham lado a lado. Texto de Abrahão Leão e Nado Grimberg. Direção de Débora Lamm. Com Nado Grimberg. Dia 31 de março, sexta, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: 14 anos.

 

TRAGÉDIAS – Espetáculo teatral com 13 monólogos do dramaturgo carioca Luiz Carlos Góes e trilha ao vivo, em que as tragédias contemporâneas das mulheres são tratadas como a tradição da tragédia grega. O espetáculo captura diversas essências femininas, causando identificação imediata no público. As atrizes representam os atores, o coro e o corifeu e trazem à tona temas importantes sobre a mulher hoje, o relacionamento, o empoderamento e os paradigmas que precisam ser revistos para a valorização da mulher. Tragédias é, ainda que as avessas, uma comédia sobre a alma e a realidade feminina. Concepção e direção de Joaquim Vicente. Com Adriana Albuquerque, Camila Maia, Cláudia Wer, Jaque Vasconcellos, Letícia Almeida, Mar Ferreira, Marcélli Oliveira, Nina Fachinello, Raísa Mousinho, Tamires Nascimento, Virgínia Castellões, Yani Patuzzo. Cantora: Shenia. Quinta (30), às 20h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: 16 anos.

 

VOLPONE– A trama desenvolvida por Jonson é uma sátira impiedosa. Volpone é um espertalhão que finge estar à beira da morte, espalhando a notícia de que é muito rico e não possui herdeiros. Sua herança ficará, portanto para "quem o tratar melhor". A partir daí, passa a ser adulado por vários personagens que lhe oferecem presentes valiosos. Todos de olho na herança, que não existe. "Salve o dinheiro!" é a primeira fala da peça. E é em torno da disputa pelo dinheiro - ou pelo ouro - que se desenvolve esta comédia, de Ben Jonson (1572- 1637). Volpone é a montagem de formatura da turma de dez atores formandos do Curso de Formação Profissional da CAL - Casa de Artes de Laranjeiras do primeiro semestre de 2017. Sextas e Sábados a sábado, às 20h, até 9 de abril. R$ 30. Teatro Municipal Gonzaguinha. Classificação: livre.

 

 

TEATRO INFANTIL

 

FILHOTE DE CRUZ-CREDO– Com seis indicações para o Prêmio CBTIJ 2016, o espetáculo infanto-juvenil, ambientado na década de 1970, conta a história de bullying sofrido por Fabrício Carpinejar na infância. Como ele era fisicamente muito feio, convivia com todo tipo de apelidos e piadas, que o tornaram um menino triste e solitário. Mas o pequeno Fabrício consegue virar o jogo quando aprende a ter senso de humor e a brincar com a sua condição, tornando-se querido por todos. Texto de  Fabrício Carpinejar. Direção de Isaac Bernat. Com Eduardo Katz, João Lucas Romero e Priscila Assum. Dias 1º e 2 de abril, sábado e domingo, às 16h. R$ 40. Teatro Ipanema. Classificação: livre.

 

LUDI NA REVOLTA DA VACINA – UMA ODISSEIA NO RIO ANTIGO– Com dramaturgia original e direção de Renata Mizrahi, a partir da adaptação do premiado livro homônimo de Luciana Sandroni, "Ludi na revolta da vacina" conta o passeio, que é transformado em uma grande aventura da família Manso, que, ao transpor o Arco do Telles, mergulhando em um túnel, se tele-transporta, em uma viagem inesquecível ao Rio Antigo. O destaque é a caçula Ludi, que também aterriza na época em que o cientista Oswaldo Cruz se deparou com a revolta popular contra a vacina obrigatória e o Prefeito Pereira Passos remodelava o centro da cidade, abrindo a grande Avenida Central. Com Isabella Dionísio, Larissa Siqueira, Lucas Gouvêa, Marcelo Guerra, Sérgio Medeiros e Thais Tedesco. Sábados e domingos, às 16h, até 30 de abril. R$ 30. Sala Municipal Baden Powell (2547-9147). Classificação: livre.

 

O PEQUENO PRÍNCIPE– Obra clássica do escritor e aviador francês Antoine Saint-Exupéry. Esta belíssima fábula nos remete a uma profunda mudança de valores. Sob a ótica de um piloto de avião (André Sampaio), o espetáculo retrata a história de um menino (Renan Miranda) que vivia num planeta do tamanho de uma casa. Seu mundo era simples. Nele haviam três vulcões, dois ativos e um extinto. Com 
Renan Miranda (Príncipe), 
André Sampaio (Aviador), 
Vanessa Antunes (Rosa e Serpente), 
Rodolfo Medeiros (Habitantes dos planetas) e 
Naiara Dias (Raposa)
. Adaptação e direção de  Rodolfo Medeiros. 
De 1º a 16 de abril. Sábados e domingos, às 16h. Teatro Municipal Ziembinski. R$ 40. Classificação: livre.

 

PASSARINHANDO– O espetáculo é uma coletânea de cantigas, poesias e histórias sobre pássaros. A plateia participa ativamente deste resgate folclórico, brincando com gestos, movimentos e ritmos brasileiros como carimbó, baião, boi do Maranhão e marchinha. Entremeando as brincadeiras cantadas, as histórias e poesias sobre pássaros são representadas com mímica e teatralidade e costuram o enredo de forma poética, lúdica e divertida. Roteiro de Márcia Valença. Direção de Josué Soares. Com a Cia. Mimos Brasil. Dias 1º e 2 de abril, sábado e domingo, às 17h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.

 

UNICIRCO MARCOS FROTA APRESENTA: FLEETING CIRCUS E A RESPEITÁVEL BANDA– Com produção e direção do ator Marcos Frota o espetáculo circense Fleeting Circus e a Respeitável Banda apresenta um elenco formado por trinta artistas de circo e nove músicos, promovendo um encontro intenso e radiante no palco. Entre saltos, acrobacias e movimentos aéreos; Músicos, Palhaços, Malabaristas, Equilibristas em um show de circo de alta performance, capaz de envolver e encantar a todos em único ato. Sexta (31) e sábado (1º), às 20h, domingo (2), às 19h. R$ 70 (plateia inferior) e R$ 50 (balcão). Imperator - Centro Cultural João Nogueira. (Tel.: 2597-3897). Classificação: livre.

 

 

MÚSICA

 

ARISMAR DO ESPÍRITO SANTO CONVIDA GABRIEL GROSSI– O encontro entre Arismar do Espírito Santo e Gabriel Grossi levará ao palco da Sala Baden Powell a materialização, em forma de música, de uma parceria, que revela, no universo dos sons, das melodias, dos ritmos e das harmonias, a importância da sensibilidade, da emoção e do talento, capazes de transformar ideias em arte. O show terá como ponto de partida a sintonia, a cumplicidade e o bom gosto musical, e como finalidade o prazer de fazer e ouvir música. Dois artistas de alma brasileira com o dom de musicar o encontro, duas gerações de puro som se unem para trocar harmonias, ritmos, solos, improvisos, composições e parcerias. Dia 1º de abril, sábado, às 21h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 40.

 

BLOCO D'ÁGUAS– O Bloco D'Águas vai animar as noites de terças na Arena Dicró com oficinas percussivas de ritmos brasileiros como samba, rock, maracatu, funk, coco, baião, para construção de arranjos de clássicos e de músicas inéditas. Terças-feiras, às  19h. Contribuição sugerida: R$ 15 (alunos antigos), R$ 30 (alunos novos). A contribuição deverá ser entregue aos organizadores do Bloco no início do mês. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró (Tel.: 3486-7643). Classificação: livre.

 

DEDOS EM SOM– Show de música instrumental que leva o ouvinte a experimentar sensações que vagam desde os festejos folclóricos dos povos do mundo às desconstruções contemporâneas no limite do sentimento e do corpo. No repertório músicas autorais. Com Marcelo Cucco (saxofone), Tomas Gonzaga (piano e teclado),  Martina Carvalho (percussão), Gabriel Barbosa (bateria) e Alexandre Seabra (baixo). Dia 30 de março, quinta-feira, às 19h30. R$ 40. Teatro Municipal Serrador. Classificação: livre.

 

ED&CATH.ENSAIO– Conto de fadas contemporâneo ao som de bateria e regado a vinho tinto. Em cena: Florence Masse, Helena Almeida e Ruy Carvalho. Dramaturgia e direção de Helena Almeida. Dias 5, 12 e 19 de abril, quartas-feiras, às 19h. R$ 20.  Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: 16 anos.

 

FLEETING CIRCUS E A RESPEITÁVEL BANDA– Com produção e direção do ator Marcos Frota o espetáculo circense Fleeting Circus e a Respeitável Banda apresenta um elenco formado por trinta artistas de circo e nove músicos, promovendo um encontro intenso e radiante no palco. Entre saltos, acrobacias e movimentos aéreos; Músicos, Palhaços, Malabaristas, Equilibristas em um show de circo de alta performance, capaz de envolver e encantar a todos em único ato. Dia 1º e de abril. Sábado, às 20h e domingo, às 19h. R$ 70. R$ 50 (balcão). Imperator – Centro Cultural João Nogueira (Tel.: 2597-3897). Classificação: livre.

 

FOSSA NOVA, COM RENATA CELIDONIO – Com direção artística de Cris Fraga e direção musical de Priscilla Azevedo, o show traz alguns dos maiores clássicos da "dor-de-cotovelo" com arranjos inusitados, além de cinco músicas inéditas do compositor, autor e diretor Gil Vicente Tavares (entre elas, dois poemas – Castro Alves e Florbela Espanca – musicados por ele). Direção de Cris Fraga. Com Alexandre Katatau (baixo), Márcio Romano (bateria e percussão) e Priscilla Azevedo (piano e acordeon). Dia 4 de abril, terça-feira, às 20h. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: livre.

 

LEROS, LEROS E BOLEROS– Seresta para todas as idades, coordenado por Deise Vieira e Dilma Gomes. Terças-feiras, às 15h. Centro Cultural Municipal Dyla Sylvia de Sá. (Tel.: 3833-4769).

 

MÁRCIO GOMES – ETERNAS CANÇÕES– O próximo "Eternas Canções" será dedicado totalmente à figura da mulher. As grandes compositoras brasileiras, começando pela genial e precursora Chiquinha Gonzaga, passando por Dolores, Maysa e muitas outras... As grandes cantoras que marcaram para sempre a MPB, como Dalva de Oliveira, Angela Maria, Elis Regina... e muitas canções que enaltecem a sensibilidade, a coragem, a beleza, a maternidade, e sobretudo, o amor do coração feminino. Tudo isso na voz romântica de Márcio Gomes. Dia 5 de abril, quarta-feira, às 16h. R$ 40. Imperator - Centro Cultural João Nogueira. (Tel.: 2597-3897).

 

*PARQUE MUSICAL – Em formato inédito no Rio, projeto que tem apoio da Vivo proporciona entretenimento coletivo por meio de instrumentos musicais criados exclusivamente para espaços públicos. Aberto de terça a sábado, das 10h às 14h. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas (Tel.: 2215-0621). Classificação: livre.

 

PROJETO NOVA CENA MUSICAL – RECEBE PATRÍCIA MELLODI E CLARA MELLO– Patrícia Mellodi interpreta suas canções em parceria com sua filha escritora, poeta e letrista, Clara Mello, no show "Hereditário", que costura o espetáculo com suas poesias e textos. No show outros sucessos de Patrícia, como a canção "Clara", composta em homenagem a filha que fez parte do CD Pacote Completo, que foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira, e "Do Outro lado da Lua" uma parceria das duas que intitula o último CD autoral da cantora. Patrícia recebe convidados, poetas, cantores e atores das duas gerações. Acontecerão performances poéticas, teatrais e musicais. A renda será revertida para a publicação do novo romance de Clara Mello que se chamará "Além-mar". Clara Mello publicou seu primeiro romance "A casa de Isabel", aos 16 anos. Dia 5 de abril, quarta-feira, às 20h. Sala Municipal Baden Powell. R$ 30. Classificação: livre.

 

ROSA MARIA COLYN IN BLUES – PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DE JEFFERSON GONÇALVES – Rosa Marya Colin, passeia por diversos sucessos que marcaram a sua trajetória, dá uma repaginada em diversas músicas e se apresenta com toques de modernidade, mas sem esquecer suas raízes. Cantora de voz rouca, Rosa ficou conhecida do grande público através de sua gravação da música "Califórnia Dreaming", canta por prazer, e isto a fez uma das mais respeitadas artistas de seu tempo. Com Rosa Maria (voz), Jefferson Gonçalves (gaita), Samir Aranha (contrabaixo), Eduardo Ponti (guitarra) e Flavinho Santos (bateria). No repertório, Nina Simone, Etta James, The Band, BB King, Koko Taylor, Elvis, Rolling Stones, Luther Allison, Dire Straits, entre outros. Dia 1º de abril, sábado, às 19h30. R$ 20. Centro da Música Carioca Artur da Távola (Tel.: 3238-3831).

 

SAMBA DO IMPERATOR CONVIDA GRUPO ARRUDA, CASSIANA BELFORT, FLÁVIA SAOLI E ANINHA PORTAL– Show em homenagem às mulheres que cantam, lutam por seus ideais, se divertem, amam, choram e se emocionam no Samba do Imperator. Venha dançar ao som do Grupo Arruda e das vozes de Cassiana Belfort, Flávia Saoli e Aninha Portal. Dia 30 de março, quinta-feira, às 20h. R$ 20 (1º lote) e R$ 30 (2º lote, a partir de 27/03). Imperator - Centro Cultural João Nogueira. (Tel.: 2597-3897). Classificação: 16 anos.

 

TARDES DE CHORO – Novos Chorões, com Ronaldo Rodrigues (bandolim), Jeferson Souza (flauta), Adriano Palma (violão de 7 cordas), Giovane Nobre (cavaquinho) e Felipe Lelis (pandeiro), dia 1º; Marcus Garrett e Regional - Tributo ao Bandolim Brasileiro, dia 8; Quinteto Levanta a Poeira, com Lucas Porto (violão de 7 cordas), Bernardo Diniz (cavaquinho), Rodrigo Milek (clarinete e clarone), Diego Terra (sax tenor e soprano) e Anderson Balbueno (percussão), dia 22. Sempre às 16h. R$ 20. Centro da Música Carioca Artur da Távola (Tel.: 3238-3831).

 

 

EXPOSIÇÃO

 

ANAMORFOSIS NARCISICAS:THOMAS JOSUÉ – A exposição conta com obras inéditas em esculturas em papel também, da coleção em arte têxtil, do período de 2015 e 2016. A temática da individual versa sobre a dimensão narcísica do homem contemporâneo. Relações humanas diluídas num mundo líquido. Encontros e desencontros em uma realidade que nega a existência do outro, numa alteridade cindida na sociedade de consumo. Consumo e frivolidade, o olhar para si e a deformidade das relações com o outro. Individualismo e a produção narcísica do sujeito. As obras em arte têxtil e as esculturas em papietagem dão o colorido destas questões contemporâneas dialogando com público. De 1º a 16 de abril. Terça a domingo, das 10h às 19h. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo (Tel.: 2215-0618). Classificação: livre.

 

*BONECAS AFRICANAS AHOSIS– Exposição de bonecas africanas "Ahosis" confeccionadas em técnica de papel marché com material reciclado. O trabalho é feito por artistas idosas assistidas pelos programas sociais do Centro Cultural Onikoja, na região de Sepetiba. Direção de Vanildo Freitas. De terça a domingo, das 10h às 18h. Até 30 de abril. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas (Tel.: 2215-0621). Classificação: livre.

 

*CARLOS SCLIAR – DESENHOS DE GUERRA– Mostra de desenhos de Carlos Scliar sobre sua participação na Segunda Guerra Mundial, através da Força Expedicionária Brasileira. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Memorial Municipal Getúlio Vargas (Tel.: 2237-5234). Classificação: livre.

 

LUGARES DO DELÍRIO– A mostra foi idealizada há mais de dois anos por seu primeiro diretor cultural, Paulo Herkenhoff. A seu convite, a curadora Tania Rivera propôs uma delicada trama de experiências, obras e projetos que dão a ver formas de resistência e de agenciamento de forças inconformes a modelos de racionalidade. Dando sequência ao programa Arte e Sociedade no Brasil – eixo curatorial dedicado a aspectos urgentes à vida social no país, como moradia e educação –, esta curadoria de Tania Rivera é resultado de um abrangente projeto de comissionamento de obras. Por meio deste, o MAR fomentou a convivência e a colaboração entre experiências diversas de criação na cidade do Rio de Janeiro, como no programa de residências realizado em parceria com o Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea ou no apoio ao Grupo Arte + Cuidado. Ao mesmo tempo, Lugares do delírio é uma oportunidade ímpar de, sem distinguir usuários e não usuários do sistema de saúde mental, entrecruzar trabalhos de artistas de outras partes do Brasil e do mundo – alguns deles icônicos, como a obra de Fernand Deligny em torno do autismo. Cientes de que a heterogeneidade deste projeto foi especialmente possível dada a rede de colaboração formada em seu redor, agradecemos a todos os artistas, emprestadores, pesquisadores e instituições engajados na construção desses Lugares do delírio. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Até 16 de julho. R$ 20 (terças-feiras com entrada gratuita). Bilhete Único dos Museus (MAR + Museu do Amanhã) R$ 32. Museu de Arte do Rio – MAR (Tel.: 3031-2741).

 

*GETÚLIO VARGAS– Getúlio Vargas passou 31 anos dos 45 de sua vida pública no Rio de Janeiro, então capital da república. Como presidente, foram 19 anos. Nesse longo período, estabeleceu-se intensa relação de amor e rejeição entre ele e os habitantes da cidade. Esta exposição mostra alguns aspectos marcantes dessa história, homenageando, ao mesmo tempo, Getúlio Vargas e o Rio de Janeiro. Curadoria de José Murilo de Carvalho. De terça-feira a domingo, de 10h às 17h. Memorial Municipal Getúlio Vargas (Tel.: 2237-5234). Classificação: livre.

 

*INSISTÊNCIA– O projeto da jovem curadora Pollyana Quintella reúne quatro jovens artistas da cena contemporânea carioca e discute a questão da seriação e da sequência em trabalhos de arte que se colocam na fronteira entre o processo e a obra de arte acabada. "A exposição Insistência aproxima trabalhos que exploram o formato do conjunto, da seriação e da sequência, onde o sentido se constrói a partir do amontoado ou da repetição. As palavras 'exercícios', 'estudos' e 'camadas', que aparecem nos títulos, por exemplo, sugerem a condição investigativa da pesquisa artística. Longe de buscar um produto final bem acabado, o processo dos artistas ganha corpo na insistência da repetição, na observação dos desvios possíveis do elemento seguinte, do que se mantém e do que se modifica, fazendo com que cada parte seja o integrante de um todo. Abertura no dia 16 de março, quinta-feira, às 19h. De segunda a sábado, das 9h às 21h, até 29 de abril. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

LEOPOLDINA, PRINCESA DA INDEPENDÊNCIA, DAS ARTES E DAS CIÊNCIAS– Exposição que reúne aproximadamente 350 peças – entre obras de arte, iconografia, documentos, vestuário e mobiliário, além de itens de botânica, zoologia e mineralogia. Pela primeira vez uma mostra toma conta da passarela que liga a Escola do Olhar ao Pavilhão de Exposições. Curadoria de Luis Carlos Antonelli, Paulo Herkenhoff e Solange Godoy, e curadoria adjunta por Pieter Tjabbes. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Até 26 de março. R$ 20 (terças-feiras com entrada gratuita). Bilhete Único dos Museus (MAR + Museu do Amanhã) R$ 32. Museu de Arte do Rio – MAR (Tel.: 3031-2741).

 

"MEU MUNDO TEU" - ALEXANDRE SEQUEIRA – A fotografia na obra de Sequeira é uma potente ferramenta de desvendamento e aproximação do Outro. Em "Meu Mundo Teu" o artista promoveu o conhecimento de dois adolescentes por meio de cartas e fotografias nas quais ambos descrevem em detalhes seus universos simbólicos pessoais. Sequeira atua como um mediador que com extrema sensibilidade leva cada um dos adolescentes, e ele próprio, a mergulhar numa jornada de autoconhecimento por um jogo de contrastes entre culturas e realidades diferentes. Por meio de processo fotográfico artesanal materializa-se a metáfora do encontro de dois seres, dois mundos, potencializando a afetividade e a riqueza que a amizade propicia. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Até 16 de julho. R$ 20 (terças-feiras com entrada gratuita). Bilhete Único dos Museus (MAR + Museu do Amanhã) R$ 32. Museu de Arte do Rio – MAR (Tel.: 3031-2741).

 

MORINGANDO– Durante um bate-papo entre velhos amigos, nasceu a ideia de montar um show para comemoração dos 100 anos do samba, após uma longa relação de lindos sambas, o grupo apresenta 18 composições inesquecíveis. Com Manu Santos (voz), Aldo Rodrigues (bateria), Luiz Américo (violino), André Calçada (tecladista) e Oscar Reis (contrabaixo). No repertório, Moringando e Manu Santos, interpretam: O sol nascerá, Folhas secas, Vatapá e Na subida do morro. Dia 5 de abril, quarta-feira, às  19h30. R$ 20. Centro da Música Carioca Artur da Távola (Tel.: 3238-3831).

 

MILÊNIOS CÓSMICOS: CARTAS CELESTES PARA OS PRÓXIMOS 100 MIL ANOS– A constelação de hoje é bem diferente dos padrões que nossos ancestrais viram; e será completamente distinta daqui a milhares de anos. Algo imperceptível a olho nu. A mostra, que fica em cartaz até 7 de maio, foi inspirada em uma pesquisa sobre cenários futuros, com dados das cartas celestes. Nesta exposição, o Museu do Amanhã e a Tellart apresentam telas dos próximos milênios cósmicos com um toque artístico. Numa mistura de artesanato e ciência, um robô desenhou, com cera quente de abelha, dez cartas celestes vistas do Polo Norte nos próximos cem mil anos sobre pedacinhos de tecido de algodão. Uma experiência híbrida entre o novo e velho, o robótico e humano. De terça a domingo, das 10h às 18h, até 7 de maio. Museu do Amanhã.

 

*NÓ NA MADEIRA – Exposição permanente de fotos, discografia interativa em TV e objetos pessoais sobre João Nogueira, que homenageia a vida e obra desse grande artista. A exposição pode ser vista de segunda a sexta-feira, das 13h às 22h, e de sábado a domingo, das 10h às 22h, no térreo do Centro Cultural. Imperator – Centro Cultural João Nogueira (Tel.: 2597-3897). Classificação: livre.

 

*O RIO DE JANEIRO DE ESTÁCIO DE SÁ– Em comemoração ao 452º aniversário da Cidade, o Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro exibe a exposição "O Rio de Janeiro de Estácio de Sá". São pinturas, gravuras, esculturas, plantas e maquetes da cidade, que compõem o acervo do próprio museu, além de textos sobre a fundação da cidade e personalidades como o próprio Estácio de Sá, seu fundador, traçando um breve panorama do período. Ocupando o 1º e 2º andar do Pavilhão de exposições temporárias, a mostra será divida em dois momentos: a Fundação da Cidade por Estácio de Sá, em 1565, e Mem de Sá e a transferência da Cidade para o Morro do Castelo. O objetivo da exposição é apresentar uma perspectiva da fundação da cidade do Rio de Janeiro a partir de objetos da época e outros relacionados com a criação que expressem esse momento fundamental da cidade.

Desta forma, o visitante entrará em contato com obras icônicas, como a pintura Transladação da Cidade de Antônio Parreiras, e poderá fazer uma releitura da história da Cidade através desse rico acervo. De terça a domingo, das 10h às 17h, até 4 de junho. Museu Histórico da Cidade.

 

*RETRATOS DATILOGRAFADOS– Retratos Datilografados é o resultado de três anos investigando produção de imagens com máquinas de escrever. Na série, as particularidades da máquina de escrever são usadas como linguagem visual e a aparência dos retratos encarna a técnica usada: O impacto visual das peças vem graças às infinitas pequenas variações na impressão de cada letra. O alfabeto de largura fixa e a sobreposição de letras são usados para criar imagens detalhadas a partir da ilusão de tons de cinza, enquanto as impressões analógicas da máquina tornam os resultados imprevisíveis e irreprodutíveis. O autor organiza letras na página para produzir significado. De terça a domingo, das 10h às 19h. Até 31 de março. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo (Tel.: 2215-0618). Classificação: livre.

 

*REFRAÇÃO– O foco do projeto Deslocado é a experiência humana, a convivência e a troca de ideias a respeito do trabalho e da vida. Para a quarta edição do projeto, os quatro artistas convidados irão explorar os conceitos ligados à refração. Sabe aquelas ocasiões em que a profundidade da água da piscina parece menor, ou aquelas em que um lápis parece torto ao ser posto dentro de um copo d'água? Tais eventos são explicados pela teoria da refração luminosa. De segunda a sexta-feira, das 13h às 22h. Sábados e domingos, das 10h às 22h. Imperator - Centro Cultural João Nogueira (Tel.: 2597-3897). Classificação: livre.

 

SOMOS UM ECOSSISTEMA – A complexidade do DNA, a exuberância da Mata Atlântica e os ecossistemas microbianos que cada um de nós carrega estão presentes no segundo momento da segunda parte da Exposição Principal do Museu do Amanhã: o Cubo da Vida. Como em todos os três momentos da seção "Terra", o cubo da Vida mostra em seu exterior o que é comum, e no seu interior o que é diverso. Nesse caso, o DNA, conhecido como a "molécula da vida", está recobrindo todo o cubo por ser o material genético que contém a informação para o desenvolvimento e o funcionamento de todos os seres vivos. O cubo logo chama a atenção por trazer seis sequências genéticas em sua face externa, numa profusão de letrinhas (A, T, C, G) que representam as bases nitrogenadas que formam o DNA. De terça a domingo, das 10h às 18h. Museu do Amanhã.

 

TRILHAR OS AMANHÃS– Visita destinada ao público espontâneo que comparece ao Museu do Amanhã, apresentando sua conceituação e os cinco grandes módulos da Exposição Principal - Cosmos, Terra, Antropoceno, Amanhãs e Nós. A atividade é conduzida por educadores do Museu, profissionais de diversas áreas - historiadores, cientistas, arquitetos e museólogos. O valor da visita está incluído no ingresso do Museu. De terça à sexta, às 10h30, 11h, 11h30, 13h30, 14h, 14h30, 15h, 15h30 e 16h e dura cerca de uma hora. Aos sábados, às 10h30, 14h30 e 16h. Para participar é preciso se inscrever 30 minutos antes de cada visita, na bilheteria do Museu. Cada grupo tem até 20 vagas. Museu do Amanhã.

 

*THOMAS JOSUÉ– A temática da individual versa sobre a dimensão narcísica do homem contemporâneo. Relações humanas diluídas num mundo líquido. Encontros e desencontros em uma realidade que nega a existência do outro, numa alteridade cindida na sociedade de consumo. Consumo e frivolidade, o olhar para si e a deformidade das relações com o outro. Individualismo e a produção narcísica do sujeito. As obras em arte têxtil e as esculturas dão o colorido destas questões contemporâneas dialogando com público. De terça a domingo, das 10h às 19h. Até 31 de março. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo.

 

*ZIEMBINSKI SOB A LUZ – Exposição permanente (Varal do Zimba) no hall do teatro com fotos, textos e artigos relevantes sobre o grande artista Ziembinski, seu trabalho e vida. A residência artística Ziembinski (Com)Vida criou essa exposição como forma de homenagear esse trabalhador das artes que tanto contribuiu para a cultura nacional, além de difundir sua história junto ao público mais jovem. Direção de Monique Carvalho. Direção de produção de Robson Sanchez. Pesquisa de Gabriel Garcia. Programação Visual: Epifania 03 - Thiago Ristow. De terça-feira a domingo, das 14h às 22h. Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: livre.

 

 

DANÇA

 

PROJETO XXXIV MOSTRA MUNICIPAL DE DANÇA– Trata-se de um projeto artístico e cultural anual, promovido pela Secretaria Municipal de Educação, com a participação de alunos e professores de diversas escolas da Rede Pública Municipal de Ensino. Dias 5 de abril, das 8h às 17h, e dia 9 de abril, das 8h às 17h. Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

TERREIRO DE GAFIEIRA - CIA AÉREA DE DANÇA – A arte do Samba e da Gafieira conduz o roteiro desse espetáculo inspirado nas danças originárias dos salões brasileiros. A partir de ritos e ritmos populares, o espetáculo narra poeticamente o universo do sambista em busca de seu equivalente contemporâneo numa feição menos estereotipada e mais espelhada da população urbana das grandes cidades brasileiras, especialmente, do Rio de Janeiro. Concepção e direção de João Carlos Ramos. Dias 1º e 2 de abril. Sábado, às 20h, e domingo, às 18h. R$ 40. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, Classificação: livre.

 

 

CURSOS, DEBATES E OUTROS

 

*AULA DE PASSINHO– Vagas limitadas para a Expo Passinho Carioca. Inscrições na recepção. Sextas-feiras, às 16h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. (Tel.: 3486-7643). Classificação: livre.

 

*AULÃO DE DANÇA DE SALÃO– Ministrada por Leila Santos, a Praça de Convivência é tomada por essa atividade lúdica, que é um espaço agradável para aprendizado e prática de ritmos de dança de salão para alunos de todas as idades. Quartas-feiras, das 19h às 21h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. (Tel.: 3486-7643). Classificação: livre.

 

*CAPOEIRA – Ministrada pelo Mestre Fatal. Traje: roupas próprias para exercício físico. Terças-feiras, às 19h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. (Tel.: 3486-7643). Classificação: livre.

 

MUSICÂMARA COM QUINTETO LORENZO FERNANDEZ (SOPROS)– O Sarau do Zimba abre espaço para o Musicâmara, que abrange a música antiga, contemporânea e tradicional, apresentada por importantes nomes do cenário nacional em formações camerísticas variadas. Fruto do encontro entre talentosos músicos, atuantes no cenário da música de concerto da cidade, o grupo que nasceu como resultado do trabalho desenvolvido no Quinteto Experimental de Sopros da UFRJ, sob orientação do Prof. Aloysio Fagerlande. Com Kayo Yoshimura (flauta), Juliana Bravim (oboé), César Bonan (clarineta), Alessandro Jeremias (trompa) e Jeferson Souza (fagote). Curadoria de Luiz Carlos Barbieri. Dia 31 de março, sexta-feira, às 19h. R$ 10.  Teatro Municipal Ziembinski. Classificação: livre.

 

*OFICINA DE PALHAÇARIA – "SOMOS TODOS PALHAÇOS"– A Trupe Perambulare realiza, entre os dias 27 e 31 de março, a oficina de palhaçaria "Somos todos Palhaços". O objetivo é descobrir o palhaço que existe dentro de cada um de nós através do autoconhecimento. Os alunos serão encorajados a desenvolver o olhar do palhaço no dia a dia, compreendendo a importância dessa figura excêntrica e milenar na sociedade. As vagas são destinadas a jovens e adultos a partir de 16 anos. O evento celebra o dia do circo, comemorado no dia 27, e se estende durante toda a semana. Segunda a sexta-feira, das 16h às 18h, até 31 de março. As aulas serão independentes, sem necessidade de participação contínua. Não será necessária inscrição prévia. Sujeito a lotação. Imperator - Centro Cultural João Nogueira. (Tel.: 2597-3897). Classificação: 16 anos.

 

OFICINA DE CIRCO– O circo tem na sua essência a superação de limites. Através das atividades os participantes podem experimentar desafios motores, entrar em contato com novas linguagens, diversificar sua percepção e trabalhar em grupo, enriquecendo seu repertório através da prática vivenciada em aula. O Clube do Circo se utiliza das técnicas circenses como instrumento criativo e sensibilizador que extrapolam a técnica, abrindo espaço para a reflexão e o fortalecimento das relações humanas. As práticas do Clube do Circo estimulam a construção da autonomia pessoal e coletiva educando para a vida. A oficina será focada nas modalidades circenses: malabarismo, equilibrismo e jogos teatrais. A aula será iniciadas com aquecimento/alongamento, em seguida serão ensinadas as técnicas circenses através de jogos e atividades lúdicas, finalizando com relaxamento. Com Daniel Poittevin e Fernando Nicolini. Dia 30 de março, quinta-feira, das 11h às 13h. Máximo de 12 pessoas. Teatro Municipal Serrador. Classificação: terceira idade.

 

*OFICINAS REDESCOBRINDO A MÚSICA BRASILEIRA – Redescobrindo a Música Brasileira é uma oficina prática, com audições, leituras e sugestões de vídeos e bibliografias paras aqueles que estão interessados de alguma forma no valor da música produzida pelo povo brasileiro. Tema 1: O Samba - 100 anos de História pra Contar. Dia 17 de março, sexta-feira, das 19h às 21h. Tema 2: Tropicália. Dia 31 de março, sexta-feira, das 19h às 21h. São 20 vagas com incrições pelo e-mail: faletecnicolor@gmail.com

Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian.

 

*OFICINAS CULTURAIS PERMANENTES DO ZIMBA TEATRO - DANÇA – CIRCO– As Oficinas Culturais Permanentes oferecem um espaço de experimentação, onde crianças, adolescentes e adultos podem descobrir potencialidades criativas através do teatro, da dança e do circo. A partir de jogos/improvisações/provocações, os participantes serão estimulados a se expressarem em grupo e individualmente. Direção artística de Monique Carvalho. Com Rohan Baruck (teatro), Jenniffer Mercedes (dança) e Daniel Poittevin e Renê Carvalho (circo). Terças: circo, das 14h30 às 16h30; balé (de 7 a 12 anos), das 18h30 às 19h30; e jazz, das 17h às 18h. Sábados: teatro infantil, das  10h às 12h; e teatro adolescente, das 12h às 14h. Domingos: dança de salão, das 10h às 12h. Teatro Municipal Ziembinski. Vagas: 30 alunos por turma. Inscrição pelo e-mail: teatrozimba.cultura@gmail.com

 

 

LEITURA

 

*BANCA DE LIVROS – Cinco bancas de jornais transformadas em bibliotecas públicas, com 300 títulos em cada, além de bibliotecários e contadores de histórias formam o projeto Banca de Livros. Direção de produção: Miguel Gomes. Assistente de produção: Amandha Nery. Coordenação de montagem, design gráfico e web: Elpídio Duarte. Projeto pedagógico e direção geral: Graça Gomes. De segunda a sexta, das 9h às 17h, e sábados, das 9h às 14h. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: livre.

 

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA DO ZIMBA– A residência artística Ziembinski (Com)Vida propõe a criação de uma charmosa biblioteca no hall do teatro que possibilita a troca de livros em bom estado de conservação, em parceria com o programa Troca-Troca de Livros. De terça-feira a domingo, das 14h às 22h. Teatro Municipal Ziembinski (Tel.: 3234-2003). Classificação: livre.

 

*TROCA-TROCA DE LIVROS– Contação de histórias com Bianca Barbosa, das 11h às 12h. Troca-troca todos os domingos, das 10h às 14h. Imperator - Centro Cultural João Nogueira. (Tel.: 2597-3897) Classificação: livre.

 

*MIDIATECA– Localizada no 3º andar do Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, a Midiateca é um espaço de pesquisa e memória da dança. Possui em seu acervo livros, publicações e vídeos. De terça a sexta-feira, das 10h às 18h, e sábados, das 10h às 16h.

 

*OFICINA EXPERIMENTAL DE POESIA– Encontro de leitores, curiosos, poetas e pesquisadores para o compartilhamento de processos artísticos, escrita, leitura e crítica de poesia. Quartas-feiras, às 19h. Imperator – Centro Cultural João Nogueira (Tel.: 2597-3897). Classificação: livre.

 

BIBLIOTECA POPULAR ABGAR RENAULT

Centro Administrativo São Sebastião – CASS. A biblioteca funciona, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na Biblioteca Popular Abgar Renault.

*TROCA-TROCA DE LIVROS– Programa de incentivo a leitura onde você pode trocar até dois livros de literatura em bom estado. Dia 8 de março, quarta-feira, das 9h às 17h, no Centro Administrativo São Sebastião (CASS). Classificação: livre.

Quintas afetivas – Contação de histórias com Sonia Lima. Dia 30 de março, às 10h. Sempre as quintas-feiras. Sala 251

 

BIBLIOTECA POPULAR DE BOTAFOGO

*BIBLIOTECA VIRTUAL– Utilização do computador com acesso à internet por uma hora. De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e sábados, das 10h às 15h. Classificação: livre.

*ENCONTRO DE GERAÇÕES– Debate sobre assuntos da atualidade (política, cultura, saúde, etc.), valorizando a experiência de quem chegou à maturidade. Coordenado pela Associação dos Amigos da Biblioteca de Botafogo. Sextas-feiras, das 15h às 16h30.

RODA DE CANTO E POESIA– Apresentação musical de pessoas da comunidade.   Coordenado por Mariá Nogueira. Dia 30 de março, quinta-feira, das 13h30 às 17h. Contribuição facultativa de R$ 2 a R$ 5.

*TROCA-TROCA DE LIVROS – Programa de incentivo a leitura onde você pode trocar até dois livros de literatura em bom estado. De segunda a sexta, das 9h às 17h, aos sábados, das 10h às 15h. Classificação: livre.

CURSO DE DESENHO E COLAGEM– Ministrado por Patrícia Francisco. Quartas-feiras, de 14h às 16h. R$ 100 (mensalidade).

CURSO DE PINTURA– Ensino da técnica de pintura a óleo sobre tela. Ministrado por Marilu Leda Elias de Carvalho. Quartas-feiras, das 9h às 12h. R$ 100 (mensalidade). 

CURSO BÁSICO DE ESPANHOL– Curso Básico de Espanhol ministrado por José Luiz. Básico I – segundas e sextas, às 9h30; Básico II – terças, às 10h; Básico III – quartas, às 14h30; R$ 100 (mensalidade).

CURSO DE FRANCÊS– Ministrado por Cristian Egídio. Básico I (iniciantes) – sextas, das 13h às 15h e sábados, das 10h às 12h; Básico II – sextas, das 15h às 17h; Básico I - segundas, das 13h às 15h; Básico II – segundas, das 15h às 17h. Mensalidade: R$ 100.

CURSO DE ALEMÃO– Ministrado por Cristian Egídio. Básico I (iniciantes) – sábados, das 12h às 14h. Mensalidade: R$ 100.

CURSO DE ITALIANO – Curso livre de idiomas, com José Aparecido. Quintas, das 15h às 17h ( Básico I). R$ 100. 

 

BIBLIOTECA POPULAR DE CAMPO GRANDE

*BIBLIOTECA VIRTUAL– De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Período máximo de acesso à internet de uma hora, com agendamento prévio.

*PROJETO UM LIVRO DE PRESENTE– Doação de livros. Terças e quintas, das 9h às 16h.

*TROCA-TROCA DE LIVROS – De segunda a sexta, das 9h às 16h.

*MULHERES DA NOSSA LITERATURA– Em homenagem ao Dia internacional da mulher, a exposição nos leva a conhecer a biografia de algumas mulheres que se destacaram na nossa literatura em vários gêneros literários (romance, poesia, conto, teatro...) e a conhecer um pouco mais sobre as suas obras. Até 31 de março. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Classificação: livre.

*CHARADA LITERÁRIA– Promoção cultural realizada no Facebook da Biblioteca toda sexta-feira e que consiste em premiar com um livro a primeira pessoa que responder corretamente a charada, com temática literária, enviada em nossa página. O sorteado deverá comparecer à Biblioteca para retirar o seu prêmio. Sextas-feiras, das 9h às 17h.

BIBLIOTECA POPULAR DA ILHA DO GOVERNADOR

*BIBLIOTECA VIRTUAL– De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e sábados, das 10h às 13h.

*A ARTE E O ARTISTA EM PRIMEIRO PLANO– O artista plástico Valdir Pereira Augusto dá aulas de desenho e pintura para todas as idades e talentos. Aulas de desenho e pintura para todas as idades e talentos. A única condição é a vontade de aprender. Quartas-feiras, das 13h às 16h30, sextas-feiras, das 9h às 16h30.

*BIBLIOTECAS DO MUNDO– Apresentação teatral que conta as histórias do livro "Bibliotecas do Mundo", de Daniela Chindler. Com a curadoria de Graziela Domingues.

Dia 11 de março, sábado, às 11h. Classificação: livre.

*CAIXEIRO VIAJANTE– Doação de livros em geral. De segunda a sexta-feira, de 9h às 17h, e sábados, das 10h às 16h. Classificação: livre.

*VULKANOJ– Exposição de pinturas explicativas sobre o esperanto. Curadoria de Renaud Hetmanek. De segunda a sexta-feira, de 9h às 17h, e sábados, de 10h às 16h. Classificação: livre.

*ESPERANTO– Oficina do idioma esperanto. Curadoria de Renaud Hetmanek. Sábados, às 10h. Classificação: livre.

*PESQUISA HISTÓRICA – CENTRO DE REFERÊNCIA HISTÓRICA DA ILHA DO GOVERNADOR– Acervo especializado na história de Ilha do Governador. De segunda a sexta-feira, de 9h às 17h. Classificação: livre.

*MODELO E MANEQUIM – Curso para modelos. Curadoria de Anderson. Quintas-feiras, às 10h e às 15h. Classificação: livre.

*ENSAIO PARA APRESENTAÇÃO TEATRAL COM O GRUPO QUERO QUE ME VEJA – Coordenado por Cícero. Sextas-feiras, das 9h às 12h. Classificação: livre.

*ENSAIO PARA APRESENTAÇÃO TEATRAL COM ATORES DA 3ª IDADE GRUPO PAZ E AMOR– Coordenado por Solange Bonfim. Segundas, quartas e sextas, das 14h à 17h.

*TROCA-TROCA DE LIVROS – Programa de incentivo à leitura onde você pode trocar até dois livros de literatura em bom estado. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, sábados, das 10h às 16h. Classificação: livre. 

 

BIBLIOTECA POPULAR DE IRAJÁ

*TROCA-TROCA DE LIVROS– Traga um livro de literatura em bom estado e troque por outro. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

*PEGUE E LEVE– Atividade tem como objetivo fazer com que o livro "circule", através da doação de livros para o público que frequenta a Região Administrativa. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Local: Complexo da RA. Classificação: 6 anos.

*VENHA FAZER ORIGAMI! – Oficina de origami, a arte milenar de criar figuras em dobraduras de papel. Segundas-feiras, das 14h às 16h. Classificação: 10 anos.

*IRAJÁ NAVEGANDO NA INTERNET– Acesso gratuito a internet, de 1º a 31 de março, das 9h às 15h30. Classificação: 10 anos.

 

BIBLIOTECA POPULAR VOLANTE - JOÃO ANTONIO

*BIBLIOTECA VOLANTE– para empréstimos de livros é necessária a seguinte documentação: identidade, comprovante de residência e autorização (para menores de 15 anos). Cada usuário pode levar até dois livros pelo prazo de 14 dias. A devolução deverá ser feita no mesmo local onde foi realizado o empréstimo ou na Av. Monsenhor Félix, 512 – Irajá. Itinerário: das 10h às 14h. Programação de fevereiro:

Dia 30 – Acari – (Praça Portugal)

Dia 31 – Pavuna – R. Com. Guerra (Pr. N.S. Das Dores)

 

BIBLIOTECA POPULAR DE JACAREPAGUÁ

*BIBLIOTECA VIRTUAL– de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

*TROCA-TROCA DE LIVROS – Traga um livro de literatura em bom estado e troque por outro. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

*ARTESANATO– A professora ensina técnicas de artesanato para todas as idades. Quartas-feiras, das 9h às 11h. Classificação: livre.

 

BIBLIOTECA POPULAR DE SANTA TERESA

*TROCA-TROCA DE LIVROS– Traga um livro de literatura em bom estado e troque por outro. Todas as quartas-feiras, das 9h às 16h.

 

BIBLIOTECA POPULAR DO RIO COMPRIDO – ANNITA PORTO MARTINS

*BIBLIOTECA VIRTUAL – Utilização do computador com acesso à internet por uma hora. De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Classificação: livre.

*TROCA-TROCA DE LIVROS– De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

*OFICINA DE ARTESANATO– Coordenado por Benedito de Matos. Sextas-feiras, às 14h. Classificação: livre.

*PROJETO IDAS E VINDAS– Contação de histórias e interação de jovens e crianças. Coordenado por Benedito de Matos. Segundas-feiras, às 10h, e às 14h. Classificação: livre.

 

BIBLIOTECA POPULAR DA TIJUCA - MARQUES REBELO

*BIBLIOTECA VIRTUAL– De segunda a sexta-feira, das 9h30 às 15h30. Sábados e domingos, das 10h30 às 15h30.

*TROCA-TROCA DE LIVROS – Programa de incentivo à leitura onde você pode trocar até dois livros de literatura em bom estado. De segunda a sexta, das 9h às 17h.  Sábados e domingos, das 10h às 15h. Classificação: livre.  

*CLARICE LISPECTOR– Mostra de livros da autora. Até 31 de março, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Classificação: livre.

*OFICINA DE RECREAÇÃO DA MEMÓRIA– Os encontros são direcionados para terceira idade com utilização de jogos, músicas, poesias e atividades lúdicas para estimular a memória. Com Elci Narazaki. Quartas-feiras, às 14h. Classificação: livre.

 

FUNDAÇÃO PLANETÁRIO

Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea.

Funcionamento: de segunda-feira a domingo.

Exposições: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e sábados, domingos e feriados, das 14h30 às 17h.

Museu do Universo– De terça a domingo, das 14h30 às 17h. R$ 13 e (R$ 6,50 meia)

Sessões de Cúpula*(com exposições): de terça a domingo e feriado, às 15h, às 16h e às 17h - R$ 26, inteira e (R$ 13, meia).

*A venda de ingressos para as Sessões de Cúpula se encerra 10 minutos antes do início das sessões.

 

EXPOSIÇÕES

 

EXPERIMENTOS INTERATIVOS– São 60 experimentos interativos divididos em três áreas: astronomia fundamental; astrofísica e nave escola que revelam os mistérios que cercam o espaço e explicam uma série de curiosidades sobre o Sistema Solar.

 

O UNIVERSO DESLUMBRANTE– Cinco painéis com 38 fotografias contam a história dos 50 anos da fundação do Observatório Europeu do Sul. A exposição mostra imagens captadas a partir dos poderosos telescópios instalados no deserto chileno e explica a tecnologia utilizada para os registros deslumbrantes do Universo.

 

EXPOLUZ– A exposição em comemoração ao Ano Internacional da Luz decretado pela UNESCO, conta com três painéis que contemplam toda trajetória e a importância dessa onda eletromagnética para a humanidade.

 

*OBSERVAÇÃO DO CÉU– Orientada por uma equipe de Astrônomos, as observações acontecem às quartas-feiras (exceto feriados), às 18h30. A observação depende das condições meteorológicas. Distribuição de senhas 30 minutos antes do início da atividade.

 

 

ENDEREÇO

 

ARENA CARIOCA ABELARDO BARBOSA - CHACRINHA

Rua Soldado Elizeu Hipólito, s/n esquina com Av. Litorânea - Pedra de Guaratiba

Tel.: 3404-7980

 

ARENA CARIOCA CARLOS ROBERTO DE OLIVEIRA - DICRÓ

Av. Brás de Pina, s/n, Parque Ary Barroso. Penha.

Entrada pela Rua Flora Lobo. Tel.: 3486-7643

 

ARENA CARIOCA FERNANDO TORRES

Rua Bernardino de Andrade, 200 – Parque Madureira – Madureira.

Tels.: 3495-3078 / 3495-3093

 

ARENA CARIOCA JOVELINA PÉROLA NEGRA

Praça Ênio, s/nº - Pavuna. Tel.: 2886-3889.

Estação Pavuna

 

ARENINHA CARIOCA GILBERTO GIL

Avenida Marechal Fontenelle, 5.000 – Realengo. Tels.: 3462-0774 / 3333-2889

Metrô + Integração SuperVia – Estação Magalhães Bastos

 

ARENINHA CARIOCA HERMETO PASCOAL

Praça 1º de maio s/nº – Bangu. Tel.: 3332-4909

 

ARENINHA CARIOCA RENATO RUSSO

Parque Manuel Bandeira, s/nº – Ilha do Governador. Tel.: 2467-7274

 

BIBLIOTECA POPULAR DE BOTAFOGO – MACHADO DE ASSIS

Rua Farani, 53 – Botafogo. Tel.: 2551-6911

Estação Flamengo

 

BIBLIOTECA POPULAR DE CAMPO GRANDE – MANOEL IGNÁCIO DA SILVA ALVARENGA

Praça Thelmo Gonçalves Maia, s/nº – Campo Grande. Tel: 3394-5509

Metrô + Integração SuperVia – Estação Benjamin do Monte

 

BIBLIOTECA POPULAR DA ILHA DO GOVERNADOR – EUCLIDES DA CUNHA

Praça Danaides s/n° - Cocotá. Tel.: 3368-7797

 

BIBLIOTECA POPULAR DO GUANDU – FERNANDO SABINO

Rua 12 – quadra 219 – Guandu – Santa Cruz. Tel.: 3395-1630 / 3365-6039

 

BIBLIOTECA POPULAR DO IRAJÁ – JOÃO DO RIO

Av. Monsenhor Félix, 512. Tel.: 2482-3582

Estação Irajá

 

BIBLIOTECA POPULAR DE JACAREPAGUÁ - CECÍLIA MEIRELES

Rua Dr Bernardino, 218 - Praça Seca. Tel.: 3833-0084

 

BIBLIOTECA POPULAR DA MARÉ – JORGE AMADO

Rua Ivanildo Alves, s/nº - Complexo da Maré. Tel.: 3105-6815

 

BIBLIOTECA POPULAR DE SANTA TERESA – JOSÉ DE ALENCAR

Rua Monte Alegre, 306 – Santa Teresa. Tel.: 2224-2358

 

BIBLIOTECA POPULAR DA TIJUCA – MARQUES REBELO

Rua Guapeni, 61 – Tijuca. Tel.: 2204-0752

Estação Saens Peña

 

BIBLIOTECA POPULAR DO RIO COMPRIDO - ANNITA PORTO MARTINS-

Rua Sampaio Viana, 357 – Rio Comprido. Tel.: 3081-0496

BIBLIOTECA POPULAR DA TIJUCA - MARQUES REBELO

Rua Guapeni, 61 – Tijuca – Tel.: 2204-0752

 

CENTRO COREOGRÁFICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Rua José Higino, 115 – Tijuca. Tels.: 3238-0601 / 3238-0357 / 2268-7139

Estação Saens Peña (integração)

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL LAURINDA SANTOS LOBO

Rua Monte Alegre, 306 - Santa Teresa. Tels: 2215-0618 / 2224-3331

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL ODUVALDO VIANNA FILHO (CASTELINHO DO FLAMENGO)

Praia do Flamengo, 158. Tel.: 2205-0655 / 2205-0276

Estação Largo do Machado

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL PARQUE DAS RUÍNAS

Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa. Tels: 2215-0621 / 2224-3922

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL PROFª DYLA SYLVIA DE SÁ

Rua Barão, 1180 – Praça Seca. Tels: 3833-4769

 

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL JOSÉ BONIFÁCIO

Rua Pedro Ernesto, 80 – Gamboa

Tel.: 2233-7754

 

CENTRO MUNICIPAL DE CULTURA E CIDADANIA CALOUSTE GULBENKIAN

Teatro Gonzaguinha

Rua Benedito Hipólito, 125 - Praça Onze. Tels: 2224-2628 / 2224-8300 / 2234-5747

Estação Praça Onze

 

CENTRO MUNICIPAL DE ARTE HÉLIO OITICICA

Rua Luís de Camões, 68 – Centro. Tels: 2232-4213 / 2242-1012

Estação Carioca

 

CENTRO DA MÚSICA CARIOCA ARTUR DA TÁVOLA

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca. Tels: 3238-3831 / 3238-3743 / 3238-3880

Estação Saens Peña (integração)

 

ECOMUSEU DO QUARTEIRÃO CULTURAL DE SANTA CRUZ

Rua Afonso Cavalcanti, 455 / 2º andar, sala 217. Tels: 2976-2548 / 2976-1245

 

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO

Rua Humaitá, 163 – Humaitá. Tel.: 2535-3846

Estação Botafogo e Humaitá (Metrô na superfície)

 

FUNDAÇÃO PLANETÁRIO

Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea. Tel.: 2274-0046

Estação Puc, Botafogo ou Ipanema/General Osório + Metrô na Superfície

 

IMPERATOR – CENTRO CULTURAL JOÃO NOGUEIRA

Rua Dias da Cruz, 170 – Méier. Tels.: 2597-3897 / 2596-1090

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL CARLOS ZÉFIRO

De terça a domingo, das 10h às 19h.

Estrada Marechal Alencastro, s/nº – Anchieta. Tel.: 2148-0813

Metrô + Integração SuperVia – Estação Magalhães Bastos

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL ELZA OSBORNE

Estrada Rio do A, 220 – Campo Grande. Tels: 3406-8434 / 2413-2255 (fax)

Metrô + Integração SuperVia – Estação Campo Grande

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL HERBERT VIANNA

Rua Ivanildo Alves s/nº – Nova Maré. Tels.: 3105-6815

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL JACOB DO BANDOLIM

Praça Geraldo Simonard – Pechincha – Jacarepaguá. Tel.: 3173-5460

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL JOÃO BOSCO

Av. São Félix, 601 – Parque Orlando Bernardes – Vista Alegre. Tel.: 2482-4316

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL SANDRA DE SÁ

Rua 12, quadra 219 - Guandu 1. Tels.: 3365-6039 / 3395-1630

 

LONA CULTURAL MUNICIPAL TERRA

Praça Edson Guimarães s/nº. Guadalupe. Tels.: 3018-4203.

 

MEMORIAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS

Praça Luís de Camões s/n – Glória. Tel.: 2237-5234 / 2205-8191

 

MUSEU HISTÓRICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Estrada Santa Marinha s/nº – Gávea

Tels.: 2512-2353 / 2294-5990

 

MUSEU DE ARTE DO RIO – MAR

Praça Mauá, 5, Centro. Telefone: 3031-2741

 

MUSEU DO AMANHÃ

Praça Mauá, 1, Centro.

 

SALA MUNICIPAL BADEN POWELL

Av. Nossa Senhora de Copacabana, 360 – Copacabana. Tels: 2255-1067 / 2255-1366

Estação Cardeal Arcoverde

 

TEATRO IPANEMA

Rua Prudente de Moraes, 824 A – Ipanema

Tels.: 2267-3750

Estação Nossa Senhora da Paz

 

TEATRO MUNICIPAL CAFÉ PEQUENO

Av. Ataulfo de Paiva, 269 – Leblon. Tel.: 2294-4480

Estação Jardim de Alah e Ipanema/General Osório

 

TEATRO MUNICIPAL CARLOS GOMES

Praça Tiradentes s/nº – Centro. Tels: 2215-0556 / 2224-3602.

Estação Carioca

 

TEATRO DE FANTOCHES E MARIONETES CARLOS WERNECK DE CARVALHO

Aterro do Flamengo (altura do nº 300 da Praia do Flamengo, esquina com a R. Tucumã)

Estação Flamengo

 

TEATRO MUNICIPAL MARIA CLARA MACHADO

Rua Padre Leonel Franca, 240 – Gávea. Tel.: 2274-7722

Estação Ipanema e General Osório (Metrô na superfície)

 

TEATRO MUNICIPAL SERRADOR

Rua Senador Dantas, 13 – Centro. Tel.: 2220-5033

 

TEATRO MUNICIPAL ZIEMBINSKI

Rua Heitor Beltrão s/nº – Tijuca. Tels.: 3234-2003 / 3234-2815

Estação São Francisco Xavier

 

TEATRO MUNICIPAL DE GUIGNOL DO MÉIER

Praça Jardim do Méier (ao lado do Hospital Municipal Salgado Filho)

Estação São Francisco Xavier (integração)

 

TEATRO MUNICIPAL DE GUIGNOL DA TIJUCA

Praça Comandante Xavier de Brito (entre a Av. Maracanã e Rua Otávio Kelly)

Estação Saens Peña (integração)

 

 




Serviços Serviços