56_INSTANCE_2Nrx 56_INSTANCE_2Nrx p_p_id_56_INSTANCE_2Nrx_
p_p_id_56_INSTANCE_S0gv_
O  MEU  RIO

Kátia Bogéa – presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)

Presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa caminha pelas ruas da cidade como quem percorre a memória da humanidade. O Rio de Janeiro da historiadora nascida em Sergipe e radicada no Maranhão passa pelo significado ímpar para o Brasil e para o mundo de inúmeros endereços cariocas. “No Rio de Janeiro, convivem em harmonia o passado e o presente. Existem na cidade locais que precisam ser sempre visitados, como o Cais do Valongo, para que não se esqueça o que ocorreu com o país e a humanidade em diferentes momentos da história”, afirma.

Há 39 anos trabalhando no instituto, Kátia ressalta a variedade de estilos arquitetônicos presente na cidade, o urbanismo que interfere com perfeição em uma natureza sem igual, comemora o fato de o Rio ser a primeira Capital Mundial da Arquitetura e lista prováveis conquistas futuras como a designação como Patrimônio Mundial que poderá ser concedida pela Unesco ao Sítio Burle Marx em 2020. O Rio de Janeiro de Kátia passa ainda pela alegria do carioca, pela atmosfera que congrega e contagia. Aos 18 anos, ainda estagiária do Iphan, ela visitou pela primeira vez a cidade, motivada pelo desejo de conhecer ícones históricos e arquitetônicos. Desde então, perdeu a conta de quantas vezes já esteve em terras cariocas. Inclusive no Carnaval, quando costuma alugar um apartamento no Leblon. “É uma cidade linda que sorri e abraça a todos. O mundo inteiro deseja conhecer e vivenciar o Rio que não poderia ser mesmo conhecido de outra maneira que não como Cidade Maravilhosa”, enaltece.

1 – Cais do Valongo – “É o porto de chegada de um milhão de escravizados, um marco do que foi a escravidão no mundo. Este espaço, reconhecido como Patrimônio Mundial pela UNESCO, representa um momento difícil da história que não pode ser esquecido.”

2 – Paço Imperial – “Este é um local onde está contida toda a história do Brasil, fundamental para se entender a política brasileira desde Dom João VI. Um edifício lindo que está totalmente restaurado e é o Centro Cultural do Iphan.”

3 – Palácio Gustavo Capanema – “Marco arquitetônico mundial, este edifício contou na sua construção com a atuação dos mais renomados arquitetos como Lucio Costa, Carlos Leão, Oscar Niemeyer, Affonso Eduardo Reidy, Ernani Vasconcellos e Jorge Machado Moreira e com a consultoria do franco-suíço Le Corbusier. Como se não bastasse, traz ainda azulejos de Portinari e jardins de Burle Marx. É uma obra-prima e uma das sedes nacionais do Iphan.”

4 – Centro Nacional do Folclore e Cultura Popular – “Localizado ao lado do Palácio do Catete, o Centro se dedica a estudar, pesquisar, documentar, difundir e fomentar expressões dos saberes e fazeres do povo brasileiro. Seu acervo reúne 17 mil objetos, 130 mil documentos bibliográficos e 70 mil documentos audiovisuais. Toda a história da cultura do folclore brasileiro está ali preservada.”

5 – Sítio Burle Marx – “Em 400 mil metros quadrados está guardada uma das mais importante coleção de plantas tropicais e semitropicais do mundo. São 3,5 mil espécies, algumas com exemplares únicos, que começaram a ser reunidas quando Burle Marx tinha apenas seis anos de idade. Um local imperdível e que, em 2020, poderá se tornar Patrimônio Mundial da Unesco.”

  • 1 – Cais do Valongo – "É o porto de chegada de um milhão de escravizados, um marco do que foi a escravidão no mundo. Este espaço, reconhecido como Patrimônio Mundial pela UNESCO, representa um momento difícil da história que não pode ser esquecido." - Foto: Alexandre Macieira | Riotur

    1 2
  • 2 – Paço Imperial – "Este é um local onde está contida toda a história do Brasil, fundamental para se entender a política brasileira desde Dom João VI. Um edifício lindo que está totalmente restaurado e é o Centro Cultural do Iphan." - Foto: Alexandre Macieira | Riotur

    2 2
  • 3 – Palácio Gustavo Capanema – "Marco arquitetônico mundial, este edifício contou na sua construção com a atuação dos mais renomados arquitetos como Lucio Costa, Carlos Leão, Oscar Niemeyer, Affonso Eduardo Reidy, Ernani Vasconcellos e Jorge Machado Moreira e com a consultoria do franco-suíço Le Corbusier. Como se não bastasse, traz ainda azulejos de Portinari e jardins de Burle Marx. É uma obra-prima e uma das sedes nacionais do Iphan." - Foto: Michel Filho |Prefeitura do Rio

    3 2
  • 4 – Centro Nacional do Folclore e Cultura Popular – "Localizado ao lado do Palácio do Catete, o Centro se dedica a estudar, pesquisar, documentar, difundir e fomentar expressões dos saberes e fazeres do povo brasileiro. Seu acervo reúne 17 mil objetos, 130 mil documentos bibliográficos e 70 mil documentos audiovisuais. Toda a história da cultura do folclore brasileiro está ali preservada." - Foto: Alexandre Macieira | Riotur

    4 2
  • 5 – Sítio Burle Marx – "Em 400 mil metros quadrados está guardada uma das mais importante coleção de plantas tropicais e semitropicais do mundo. São 3,5 mil espécies, algumas com exemplares únicos, que começaram a ser reunidas quando Burle Marx tinha apenas seis anos de idade. Um local imperdível e que, em 2020, poderá se tornar Patrimônio Mundial da Unesco." - Foto: Alexandre Macieira | Riotur

    5 2
56_INSTANCE_S0gv 56_INSTANCE_S0gv p_p_id_56_INSTANCE_S0gv_

veja mais entrevistas

p_p_id_56_INSTANCE_YYn3_
 
Realização
 
 
Promoção
Parceiro Institucional
 
p_p_id_56_INSTANCE_5UGa_
 
CONTATO COMITÊ ORGANIZADOR RIO 2020
PREFEITURA DO RIO NAS REDES SOCIAIS