Instituto Pereira Passos: referência em informações sobre a cidade do Rio

10/12/2020 17:45:00


O Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos (IPP) é um órgão de pesquisa e informação sobre a Cidade do Rio de Janeiro existente há mais de 20 anos. 
 
 
É referência nacional e internacional em gestão de dados e de conhecimento para o planejamento estratégico e integração de políticas públicas, desenvolvimento de indicadores e avaliações de impacto, com trabalhos nas áreas de mapeamento, produção cartográfica e aplicação de geotecnologias. 
 
 
SIURB / DATA.RIO / SIURBLab Os Decretos Nº 38.879 de 2014 e o Nº 43.207 de 2017 regulamentaram o Sistema de Informações Urbanas do Município criado no Plano Diretor da Cidade e o IPP faz a coordenação do SIURB, a manutenção e apoio às secretarias, órgão e setores colegiados formando 49 membros. 
 
 
O portal DATA.RIO é a face pública do SIURB, constituindo a evolução do Armazém de Dados do município. Essa iniciativa fez em outubro 19 anos e substituiu os famosos Anuários de Cidade do Rio. Em 2020 já tivemos mais de 300 mil acessos e dispõe de mais de 4 mil itens no seu acervo
 
 
O SIURBLab é laboratório de pesquisa e inovação em inteligência geográfica e informacional com base no ambiente SIURB e é onde investimos na capacitação de servidores usuários e no apoio ao desenvolvimento de produtos. 
 
 
COVID19 
 
 
Através do SIURB por exemplo foi possível trazer a luz a publicação em parceria com Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Painel Rio Covid-19, que já atingiu a marca de 2,5 milhões de acessos em pouco mais de três meses no ar. Atualmente o IPP está envolvido em diversos projetos de análises e visualização de informações relacionadas à pandemia em estreita parceria com SMS, CVL, COR e outros que apoiam a SMS e os comitês técnicos de combate ao Novo Coronavírus. 
 
  
 
CARTOGRAFIA DA CIDADE Um dos trabalhos contínuos do IPP é a revisão e aperfeiçoamento da cartografia de cidade com a atualização das bases (restituições cartográficas e imagens aéreas). O IPP realiza a implantação, coordenação e a manutenção do Cadastro Técnico Multifinalitário em parceria com a secretarias municipais de Fazenda e Urbanismo e demais parceiros, incluindo a unificação das bases de logradouros da PCRJ. Além disso o IPP realiza anualmente o Mapa de Uso do Solo da Cidade e também a aquisição de imagens de satélite e ortofotos aéreas. 
 
 
SABREN Com todos esses insumos cartográficos o IPP administra o Sistema de Assentamentos de Baixa Renda – SABREN. É realizado um mapeamento anual da área ocupada por favelas na cidade e levantamento de informações qualitativas e quantitativas sobre estas áreas. Atualmente monitoramos 1018 áreas na cidade. Mantemos a interlocução com o IBGE, pois o Censo é uma das principais fontes de informações sócio-econômicas  realizadas de maneira integral no território da cidade, mas também trabalhamos com registros administrativos provenientes especialmente da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação (SMIH), Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) e Defesa Civil. 
 
  
 
PROGRAMA DE URBANIZAÇÃO E REGULARIZAÇÃO DE ASSENTAMENTOS POPULARES – PROAP (2011-2019) Na linha do acompanhamento das áreas precárias da cidade temos o CONVÊNIO IPP / SMH (2015/2020) para apoiar ações de monitoramento e avaliação Do Programa de Urbanização e Regularização de Assentamentos Populares – Proap (2011-2019), que atuou em 19 favelas com 26 mil domicílios e 4 loteamentos com 1.200 domicílios.  O IPP produziu: Fichas e Panoramas dos Territórios, Relatórios do  Mapa Rápido Participativo e da Pesquisa Domiciliar e de Entorno; Avaliação de Impacto e Avaliação Econômica. IPP produziu também insumos para o Sistema de Controle de Ocupação do Solo, com atualização de ortofotos e bases cartográficas, e alimentação de projetos executados pela SMH no SIURB 
 
 
ACORDO DE COOPERAÇÃO PCRJ-NASA Avançando em diversas questões de monitoramento da cidade temos a única cooperação no mundo entre a NASA e uma Prefeitura. Esta Parceria é coordenada pelo Instituto Pereira Passos que também é responsável pela execução técnica dos projetos em modelagem de deslizamentos, modelagem de inundações, qualidade do ar e outros, sempre em cooperação com demais órgãos municipais, como GEORIO, RioÁguas, COR e SMAC. Em outubro de 2019 o IPP organizou uma série de eventos no Rio de Janeiro a partir da visita de quatro cientistas da NASA à cidade. O trabalho da PCRJ com a NASA foi manchete principal do Jornal O Dia na semana seguinte.  
 
 
SISCLIMA - Sistema de Monitoramento das Mudanças Climáticas O Programa Cidade pelo Clima (Decreto nº 46.079/19)  apresenta a nova estrutura de governança climática da PCRJ, esforço institucional do Escritório de Planejamento/SUBPAR/CVL em parceria com a SMAC e com o IPP. O Instituto é responsável pela implementação e gestão do SISCLIMA, incluindo a realização de Inventários de Emissões de GEE anuais e reportes da cidade com redes internacionais, como a C40, ICLEI e o Pacto Global dos Prefeitos. Fruto do reporte ao CDP, em 2020 a cidade recebeu dois prêmios: campeão nacional do Desafio das Cidades, organizado por WWF e ICLEI, e prêmio Lista A do programa CDP Cities
 
 
INDICADORES Na linha do monitoramento o IPP desenvolveu alguns indicadores importantes que ajudam a cidade nas avaliações das suas políticas públicas, entre eles são: IPS RA's - Índice de Progresso Social das Regiões Administrativas, reúne 36 indicadores com duas edições: 2016 e 2018; publicado no DataRio; edição 2020 em fase de finalização.IPS Comunidades com dados pesquisados diretamente na RA da Maré 2018. IDS - Índice de Desenvolvimento Social, analisa 8 indicadores extraídos do Censo Demográfico 2010, calculado para todos os setores censitários, bairros, RAs, RPs e APs da cidade do Rio de Janeiro. IDF-C – Índice de Desenvolvimento da Família Carioca  
 
 
TERRITÓRIOS SOCIAIS Programa em parceria com o ONU Habitat, com o objetivo de diminuir o risco social das famílias. Atua em 10 Grandes Complexos com aproximadamente 424 mil pessoas em 145 mil domicílios, nas áreas de menores indicadores sociais: Alemão, Maré, Chapadão, Pedreira, Vila Kennedy, Lins, Penha, Cidade de Deus, Jacarezinho e Rocinha. Os principais pilares do programa são busca ativa, plano de ação integrada e monitoramento das famílias em vulnerabilidade. 
 
 
O Programa é coordenado por um Comitê Gestor composto pelo IPP, Casa Civil, secretarias de Educação, Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos, Infraestrutura, Habitação e Conservação, Cultura e Emprego e Inovação que se reúne semanalmente  para acompanhamento do atendimento das famílias. 
 
 
AVALIAÇÕES DE IMPACTO Com o apoio da equipe do Banco Mundial, em 2016 iniciamos a Realização de avaliações de impacto de alguns programas executados pela prefeitura.  
 
 
Com o objetivo de disseminar a importância de monitorar e avaliar as políticas públicas, realizamos algumas turmas para capacitação de técnicos da prefeitura em parceria com Itaú Social e Banco Mundial.  
 
 
As Avaliações que já estão disponíveis no DATA.RIO: Avaliação do Programa de urbanização de assentamentos precários - PROAP III, Avaliação da política de educação do Turno Único e Avaliação do programa Territórios Sociais. 
 
 
COMPLEXO CULTURAL DO IPP – AUDITÓRIO, LIVRARIA E BIBLIOTECA O IPP desenvolve atividades culturais voltadas para o público amplo e especializado (interagindo com a Academia e Institutos de Pesquisa). O Complexo Cultural é composto por uma Livraria – com o maior acervo de livros sobre a cidade do Rio de Janeiro – Uma biblioteca – onde se acessa os projetos históricos já desenvolvidos pelo IPP e o Auditório Carlos Nelson Ferreira dos Santos. Uma loja virtual está no ar para vendas On-Line da Livraria - https://livrariadoipp.rio/ 



Aplicativos Aplicativos