Guarda Municipal do Rio de Janeiro - GM-Rio
GM-Rio completa 27 anos nas ruas e não para com a pandemia do novo coronavírus

31/03/2020 11:38:00


No ano em que completa 27 anos de existência, a Guarda Municipal não poderá realizar as tradicionais comemorações de aniversário, com a apresentação da Banda de Música, a Semana Olímpica e a solenidade oficial, em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Com inúmeros serviços essenciais prestados à cidade, a GM-Rio não para e está nas ruas nesse momento crítico para cuidar e orientar o cidadão.

 

Os guardas municipais hoje atuam para evitar aglomeração em praias, em praças e nos ônibus do BRT; fazem o controle do trânsito em apoio à campanha de vacinação contra a gripe; apoiam os restaurantes populares, que permanecem abertos para atender à população mais carente; mantém o patrulhamento de pontos turísticos e de áreas de proteção ambiental; participa de diversas missões integradas com outros órgãos do município, fazendo cumprir os decretos que visam evitar a transmissão do coronavírus.

 

Para que o dia 30 de março não passe em branco, uma campanha nas redes sociais vai marcar o aniversário e uma série de matérias com personagens fundamentais no processo de criação da GM-Rio serão publicadas esta semana na Intranet e nas redes sociais. Entre os personagens, está o designer José Carlos Alves do Amaral, criador da logomarca da Guarda Municipal; o cantor e compositor Alberto Gino, autor da Canção da Guarda – De Sol a Sol, composta em 1996; o coronel Paulo Amendola, criador da GM-Rio; e a inspetora geral Tatiana Mendes, primeira guarda municipal de carreira a comandar a instituição.

 

 

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro foi criada no dia 30 de março de 1993, com dois mil vigilantes que pertenciam à Comlurb. Hoje, a instituição conta com mais de 7.500 servidores, entre guardas funcionários administrativos, incluindo agentes de transporte e músicos. É a maior Guarda desarmada do país. Para cobrir toda a cidade, a GM-Rio conta com 15 Inspetorias, 12 Grupamentos Especiais e dez Unidades de Ordem Pública, atuando em diversas frentes, como no patrulhamento de praças, praias, parques, escolas, áreas de preservação ambiental, além de fiscalizar o trânsito e desenvolver diversas ações sociais.