Fundação Parques e Jardins - FPJ
Adoção de Áreas Verdes: Fundação Parques e Jardins contabiliza 248 processos vigentes

15/07/2018 11:30:00


O Programa de Adoção de Áreas Verdes Públicas da Fundação Parques e Jardins (FPJ) contabiliza, até o momento, 248 processos vigentes. Esse montante representa mais de 1,5 milhão de metros quadrados de áreas adotadas, algo equivalente a três Quintas da Boa Vista, e uma economia anual da ordem de R$ 90 milhões e mensal de R$ 7,5 milhões ao erário muncicipal. 
 
- Mais do que tudo, está o sentimento de pertencimento que esse gesto proporciona, no sentido de que o adotante se torna responsável pelo cuidado daquele pedacinho do Rio que ele adotou. É, sobretudo, uma contribuição para a preservação das nossas áreas verdes, e também a possibilidade de implementação de inúmeras melhorias - destaca Cristina Monteiro, diretora de Planejamento e Projetos da FPJ, setor que gerencia o programa de adoções. 
 
O Programa de Adoção de Áreas Verdes Públicas foi criado em 1988, no âmbito da Lei Municipal 1220/88, com dois objetivos: garantir a participação da sociedade - seja como pessoa física ou jurídica - no processo de gestão ambiental da cidade; além de ser um mecanismo próprio capaz de permitir uma economia no orçamento público destinado à manutenção e conservação das áreas verdes públicas.
 
Como funciona - Para ser um adotante é bem simples: todas as informações estão no site da Fundação (http://www.rio.rj.gov.br/web/fpj) e também podem ser obtidas pelo telefone 2224-8088 - ramais 110/111. Pessoas físicas e jurídicas podem adotar, desde que cumpram os requisitos necessários. Os termos de adoção são válidos por até dois anos, podendo ser prorrogados por igual período.