Defesa Civil
Defesa Civil municipal recebe 1025 chamados desde a segunda-feira, 8

10/04/2019 19:29:00


Até o momento, órgão interditou 128 imóveis em decorrência das chuvas fortes na cidade


A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública, por meio dos telefones 199 e 1746, recebeu 1.025 chamados desde as 17h de segunda-feira, 8, até as 18h20 desta quarta-feira, 10. Até o momento, foram realizadas 128 interdições de imóveis em decorrência das chuvas. Entre os pedidos de atendimento, estão vistorias em área de deslizamento de encosta e barranco, desabamento de estrutura e ameaça de desabamento. Em esquema de plantão, os agentes da Defesa Civil trabalham para atender todas as ocorrências. Hoje, foram atendidos chamados emergenciais em Campo Grande, Guaratiba, Barra de Guaratiba, Barra da Tijuca, Itanhangá, Leme, Ladeira dos Tabajaras, Rocinha, Grande Tijuca, Ilha do Governador, Vidigal e Chapéu Mangueira.

 

Sirenes - Ao todo, 59 sirenes soaram em 36 das 103 comunidades de alto risco geológico monitoradas pelo sistema de alertas sonoros da cidade para chuvas fortes nos últimos dias. Não houve acionamentos nesta quarta-feira. As sirenes são acionadas pela Defesa Civil municipal após monitoramento e avaliação dos índices críticos de chuva por meteorologistas do Sistema Alerta Rio, lotados no Centro de Operações Rio (COR), onde profissionais da DCRJ atuam, de forma integrada, 24 horas/dia. Com 83 pluviômetros da Defesa Civil, 165 sirenes e 194 pontos de apoio em 103 comunidades com alto risco de deslizamentos definidas pela Geo-Rio, o Sistema de Alerta e Alarme Comunitário para Chuvas Fortes conta ainda com a participação de líderes e voluntários da comunidade, além de pontos de apoio previamente definidos, caso haja a necessidade de evacuar provisoriamente moradores.

 

Ação especial da Seop removeu 158 veículos arrastados pelas chuvas

 

Desde a madrugada desta terça-feira (9), a Coordenadoria de Fiscalização e Reboques (Cfer), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), montou operação especial para auxiliar na retirada de automóveis que ficaram atolados em pontos da cidade por conta das fortes chuvas. Ao todo, 158 foram removidos e realocados em pontos seguros para liberação das vias.