Companhia Municipal de Limpeza Urbana – COMLURB
Galpão das Artes Urbanas da Comlurb lança mostras “Brasil Reciclado” e “Brazil Jeans”

05/03/2020 18:43:00


O Galpão das Artes Urbanas da Comlurb inaugura amanhã, quinta-feira, 5 de março,  a exposição "Brasil Reciclado", na Sala Contemporânea, e a instalação "Brazil Jeans", na Galeria II. "Brasil Reciclado" reúne trabalhos do artista plástico Júnior Cruz, que recria mapas do país em diferentes tipos de materiais recicláveis, dos mais simples aos mais inusitados. Os resíduos são coletados pelo artista nas praias, rios e outros locais da cidade, como pregos, lixo eletrônico, tampas de garrafas PET, madeiras de demolição, sucatas, cacos de cerâmica, plástico, entre outros. "Brasil Reciclado" propõe uma reflexão sobre reaproveitamento não só de materiais, mas também de pensamentos e costumes.

Júnior Cruz nasceu na Paraíba, mas desde os dois anos de idade mora no Rio de Janeiro. Marceneiro de formação, mas com forte veia artística, Cruz já fazia cenários para shows de artistas como Leila Pinheiro, Flávio Venturini e Fat Family, quando se mudou para Cabo Frio, na Região dos Lagos. Lá, passou a trabalhar como assistente do artista plástico Adriano de Aquino. A partir de 2011, resolveu se dedicar às suas próprias obras, expondo trabalhos em Búzios e Casimiro de Abreu. A preocupação ambiental sempre pontuou toda a obra do artista, que participa inclusive de mutirões de limpeza de praias. Apesar de ter peças vendidas para várias partes do Brasil e do exterior, a exposição no Galpão é a primeira realizada no Rio de Janeiro.

"Brazil Jeans", instalação do figurinista e artista plástico Rick Barboza, é formada por um conjunto de manequins, masculinos e femininos, vestidos com figurinos de jeans reciclados, todos em perfeitas condições de serem mostrados em qualquer ambiente. Rick transforma roupas de diferentes tipos de jeans, como calças, camisas e jaquetas, em peças vintage, enfeitadas com aplicações de tecidos e variados objetos reutilizados, como chaves, botões, etiquetas, plásticos e outros.

O artista pretende assim denunciar o consumo exagerado e o enorme desperdício de roupas, tecidos e, sobretudo, de água, mais especificamente para a confecção de jeans, além da necessidade de se reduzir urgentemente todos os tipos de resíduos. Vale lembrar que para fazer uma calça jeans são gastos onze mil litros de água. Preocupado com as profundas transformações pelas quais passam a civilização humana e o meio ambiente desde os tempos dos ancestrais caçadores-coletores, que já causavam desequilíbrio na Natureza,  Rick chama seus manequins vestidos de jeans reaproveitados de Futuros Caçadores-Coletores do Futuro.

Rick Barboza é formado em artes plásticas na Espanha, onde também atuava como vitrinista e passou a desenvolver adereços de cena e figurinos. De volta ao Brasil, dedicou-se à criação e produção de adereços para programas de televisão, séries, comerciais e eventos, entre eles, Amor e Sexo e Filhos da Pátria, da TV Globo, além de trabalhar como assistente de arte.

Serviço:
Sala Contemporânea - "Brasil Reciclado" - Júnior Cruz
Galeria II - "Brazil Jeans" - Rick Barboza
Abertura: 5 de março de 2020, quinta-feira, 19h às 22h
Visitação: 6 de março até 29 de maio -  segunda à sexta-feira, 9h às 17h
Endereço: Rua Padre Leonel Franca s/nº - Gávea (em frente ao Planetário)
Entrada grátis
Tel.: (21) 3890-4960 e (21) 99002-1981 galpaodasartes@gmail.com

 

 




Serviços Serviços