Companhia Municipal de Limpeza Urbana – COMLURB
Renato Sorriso, o gari passista

Personalidade da cidade, trabalha numa praça da Tijuca e desfila este ano na Grande Rio


15/01/2010 10:32:00  » Autor: Carlos Alberto Teixeira


Figura popular do Carnaval e personalidade da Cidade do Rio de Janeiro, Renato Luiz Feliciano Lourenço, 45 anos, é uma atração na cidade. Casado, pai de dois filhos, Renato é morador de Tomás Coelho e trabalha há quatorze anos como gari da Comlurb. Seu dia-a-dia é limpar a Praça Xavier de Brito na Tijuca, e as ruas do entorno. Antes trabalhou no depósito das Casas Bahia e na fábrica da Brahma, produzindo cervejas. “Apesar de já ter trabalhado em vários lugares, eu também já estive desempregado e se tenho um emprego agora, agradeço a Comlurb”.

 

Renato é muito querido pelos moradores, conhece cada um e cumprimenta a todos durante o trabalho de varredura das ruas. Além disso, ele é uma sensação no Sambódromo. Com seu samba no pé, simpatia e carisma, arranca aplausos do público e é sempre requisitado para entrevistas e programas de televisão. “Gosto muito do Carnaval, mas minha grande alegria é mesmo ver as ruas limpas”.


O gosto pelo samba vem desde criança, mas sua estréia na Marquês de Sapucaí foi em 1997. “Ao invés de varrer a pista eu comecei a sambar atrás das escolas e cheguei a ser repreendido pelo meu chefe. Só que o público aplaudia e como ele viu que eu estava agradando resolveu deixar a punição pra lá”, conta.


Segundo Renato, o sucesso foi tanto que as pessoas ligavam para sua gerência, para rádios, tevês para saber se ele trabalharia no ano seguinte na Sapucaí. “Quando eu não estou presente o público começa a gritar: cadê o gari?”, diz, orgulhoso.


Um momento em que recebeu grande destaque na imprensa foi no Carnaval de 2002, quando recebeu um beijo de Barbara Bush. Renato sambava na Marquês de Sapucaí e prendeu a atenção da mãe do presidente dos Estados Unidos durante três minutos. Ele jogou o boné de gari para a ex-primeira dama dos EUA e como prêmio, Barbara mandou-lhe um beijo do camarote da Brahma.


Apesar de ser conhecido por sua aptidão para o samba, tendo inclusive sido apelidado pelos companheiros de serviço de “Globeleza da COMLURB”, ele acalenta um outro sonho: ser humorista. “Acho que levo jeito para a coisa”, acredita.


Além de ser atração nos intervalos das escolas de samba, quando os garis da Comlurb entram na avenida para fazer a limpeza, Renato também chama a atenção ao desfilar nas escolas. Este ano desfilou como destaque da Portela e dividiu a atenção sambando com Cauê, o mascote do Pan.


Depois de participar da novela “América”, da TV Globo, Renato agora faz carreira internacional. Fez sucesso na TV européia com o comercial da empresa de telefonia Orange, conhecida pela sua cor laranja.


Renato visitou o Canadá para uma reportagem do Fantástico da Rede Globo, onde deu um depoimento emocionado à repórter Glória Maria.


Em 2006, Renato participou do espetáculo “Brasil Brasileiro”, dirigido pelo coreógrafo argentino Cláudio Segovia, que percorreu a França, Espanha e Inglaterra, dividindo o palco com dançarinos profissionais experientes. “Minha academia é a academia da rua, é a academia do coração. Quando a pessoa faz as coisas com carinho e amor, sai bem feito. Hoje, estou aqui no palco graças ao grupo de dança que me elegeu como bom sambista”.


No início de 2009, Renato junto com Zeca Pagodinho foram personagens da propaganda de uma marca de cerveja. No Carnaval 2009, Renato desfilou pela Portela, 3º colocada no desfile, com fantasia de malandro, fazendo par com uma bela passista. Nos intervalos das demais escolas, como gari, caía no samba, sempre acompanhado da vassoura.    Também foi constantemente chamado para posar para fotografias com  as pessoas que assistiam o desfile  e com diversos artistas de TV. Distribuiu fotos autografadas e pequenas miniaturas de vassouras.


Além do sucesso, Renato diz que não vai deixar de ser gari.  “Através de uma vassoura pude mostrar meu trabalho". A Passarela do Samba aguarda sua performance entre a passagem das escolas no Carnaval 2010.

 

ENCONTRO E HOMENAGEM


Paola Oliveira e Renato Sorriso vão desfilar na mesma escola. Ela é madrinha de bateria da Grande Rio e virá homenageando a profissão do famoso e simpático gari. A fantasia será laranja com detalhes florescentes. “Fico feliz em fazer parte de uma homenagem a uma classe tão importante para a cidade”. Já Sorriso virá no alto do último carro da escola, que vai falar dos 25 anos do Sambódromo. Os dois têm em comum a a paixão pelo carnaval. “Aquele momento do desfile podia durar para sempre”, diz ele. (EXTRA online, Retratos da Vida, 11/1/2009).

 

Clique aqui para ver mais notícias.


Imagens relacionadas:
























Serviços Serviços